[ editar artigo]

Como adaptar o meu restaurante à nova realidade

Como adaptar o meu restaurante à nova realidade

Dizem os navegadores que quando o barco é surpreendido por uma tempestade em meio ao oceano, é necessário tranquilidade e adaptação. É preciso olhar além do horizonte e buscar soluções. A tempestade passa, dependendo das avarias, devemos voltar ao ponto de partida, mudar a rota, repensar os planos. Mas o objetivo é chegar seguro, concertar o barco e voltar ao mar rumo à novos destinos.

A evolução humana e eventos de grande impacto como guerras, pandemias, desastres naturais, entre outros, imprimem na sociedade mudanças de comportamento que refletem em seus hábitos, valores e modo de pensar.

O COVID-19 acelerou processos que já estavam acontecendo com a chegada de novas gerações e o avanço da tecnologia. Mas muitas vezes, por conta da nossa rotina, excesso de informações e compromissos e a falta de tempo não os percebemos; vamos nos adaptando a eles ao nosso tempo e muitas vezes escolhemos ignorá-los e ficar onde estamos.

Porém, agora não podemos nos dar a esse luxo. O mundo todo foi impactado e imediatamente a sociedade e o mercado reagiram.

É importante se perguntar: Como posso adaptar o meu negócio à nova realidade?

Analise todos os pontos da sua empresa, fique de olho no movimento que o seu segmento está fazendo, se informe, converse com os clientes e colaboradores; se necessário for, peça ajuda de profissionais especializados – procure uma consultoria gratuita do Sebrae por exemplo, e dê um passo de cada vez rumo às adaptações necessárias. Não fique parado vendo “o seu barco” afundar.

Apesar de não termos certeza de nada ainda, algumas pesquisas apontam para novas tendências de comportamento de consumo, como:

Saúde: Essa é a prioridade. As pessoas estão buscando e comprando de empresas que apresentem um ambiente seguro. Estabeleça novos processos internos e protocolos de segurança. Envolva todo o time de colaboradores e terceirizados nesta missão. Informe aos seus clientes em redes sociais e demais canais de comunicação todos os cuidados que estão tendo.

Humanização: A maneira como você se conecta com o seu cliente irá fazer toda diferença neste momento. Personalize o atendimento. Se você está trabalhando com delivery, aproveite para saber onde ele mora, o que ele gosta, e assim aprimorar o seu banco de dados de maneira mais humanizada. Tenha empatia e procure acolher ao invés de querer apenas vender.

Hiperconexão: Se o seu negócio ainda não estava digitalizado, é o momento de adaptá-lo ao mundo digital. As pessoas estão hiper conectadas, use e abuse da tecnologia a seu favor. Pesquise. Existem ferramentas como o Google analytics que te colocam “na cara do gol” – fornecem todas as informações necessárias para você fazer o “match” entre o produto certo para cada cliente.

Sustentabilidade: “Além do momento da compra em si, o consumidor busca uma marca com valores similares aos seus. Isto é, que respeita o meio ambiente ou que incentiva a igualdade de gênero na contratação de seus empregados, por exemplo.” Chegou a hora de executar esse conceito, colocar em prática ações como: usar embalagens que não agridem o meio ambiente, reciclagem, ações voluntárias e/ou campanhas em prol da comunidade em que seu negócio se encontra, doações, parcerias, entre outras. Mostre para o seu cliente que a sua empresa tem valor e que o seu propósito vai muito além do produto ou serviço em si. Você é um canal do bem e faz diferença na sociedade com pequenas ações.

Toda mudança vem de dentro pra fora.

É claro que para fazer todas essas adaptações, o primeiro passo deverá acontecer dentro de você. Resgate o “porque” do seu negócio, da sua história. Conecte-se a você e faça deste momento, a grande virada da sua vida.

Bares e Restaurantes

Ler conteúdo completo
Indicados para você