[ editar artigo]

Desafios e estratégias ao iniciar um novo negócio no setor de bares e restaurantes dentro cenário atual

Desafios e estratégias ao iniciar um novo negócio  no setor de bares e restaurantes dentro cenário atual

Um dos setores que mais inovou durante a pandemia foi o de bares e restaurantes. Com as medidas restritivas impostas pelos estados e municípios essas empresas  viram seus atendimentos convencionais presenciais serem reduzidos dia após dia.
Fora de um cenário de crise e distanciamento social o ramo alimentício preocupava-se com tendências pontuais da área, como: sensorialidade e prazer; bem-estar; conveniência; qualidade e confiabilidade; sustentabilidade e ética. A pandemia trouxe consigo a aceleração exponencial dessas tendências e outros  desafios para quem deseja empreender no setor.

Listados abaixo estão 3 desafios e estratégias para quem deseja iniciar o seu negócio nas atividades de bares e restaurantes dentro do cenário atual:

  1. FOOD DESIGN: O food design gera esperança e possibilidade no novo normal alimentar. Mas, espera aí! O que é “FOOD DESIGN”?  

Corresponde a um processo criativo que possibilita às marcas viabilizarem suas visões e estratégias de marca por meio de alimentos que carregam em si um conceito. Nesses novos produtos, são propostas novas expectativas de sabor, formato, cheiro, embalagem e experiência de consumo.
O Food Design deve se basear no fato de que aspectos como a forma, a embalagem e, até mesmo, a disposição do alimento podem influenciar a decisão de compra do consumidor, despertando sensações de realização e bem-estar associadas ao consumo alimentar.

       2. O ENTREGADOR É SEU NOVO GARÇOM: Como o alimento chega ao cliente faz toda a diferença. É importante atentar-se a sua apresentação, e para isso a estratégia de treinamento do entregador pode ser um grande aliado para trabalhar os seguintes pontos:
 

  • Cordialidade
  • Disponibilidade
  • Atenção ao prazo de entrega
  • Cuidado com as embalagens

 

        3. DIVULGAÇÃO EM MÍDIAS SOCIAIS – PRESENÇA DIGITAL: A pandemia apenas evidenciou o que profissionais da área têm apontado há mais de 15 anos no Brasil: ser digital não é mais uma opção. É uma necessidade. No entanto, com a crise, o que levaria anos para ser implementado e consolidado nas empresas, veio de uma maneira impositiva, sem grandes reflexões sobre qual o melhor formato digital para a sua realidade. Afinal, mais de 60% da população brasileira têm acesso à internet e a maior parte estava em casa, com hábitos de consumo também mudando devido ao cenário. Para se ter ideia, segundo dados da Kantar, houve um aumento de 39% do delivery, o que indica que as pessoas não pararam de consumir (principalmente no caso de alimentos e produtos de higiene), apenas mudaram a forma como faziam isso. Então, se por um lado, a crise evidenciou a necessidade de transformação digital das marcas, por outro, fez com que aquelas que ainda não estavam vivenciando processos digitais tivessem que se adaptar do dia para a noite por uma questão de sobrevivência. Considerando essas informações, o novo empresário deve sempre manter suas divulgações digitais ativas. Boas dicas são apostar em:

 

  • Identidade visual
  • Páginas de Instagram e Facebook exclusivas do bar ou restaurante
  • Cardápio digital
  • Cadastrar sua empresa em aplicativos de entregas
     

 O “novo normal” fez com que as transformações chegassem mais rápido e de forma avassaladora, principalmente no formato de consumo, com diversas incertezas, mas também novas oportunidades.

Fique atento ao planejamento e gestão para a administração do seu negócio e aposte nas novas tendências do mercado.

Bares e Restaurantes

Ler conteúdo completo
Indicados para você