[ editar artigo]

Para que serve a engenharia de cardápio?

Para que serve a engenharia de cardápio?

Esta ferramenta foi criada para otimizar e classificar os produtos que você vende em seu cardápio. Ela serve para te ajudar a criar estratégias para ter maior saída de produtos e lucratividade. É muito simples de se aplicar! Abaixo dicas de como fazer:

 1. Ficha técnica de cada item do seu cardápio

Infelizmente a grande maioria dos empresários não faz. Esta etapa é trabalhosa mas é de fundamental para criação de um menu mais lucrativo.

📌 Para maiores informações, acesse: Ficha técnica - O que é e por que um restaurante precisa ter.

  2. Classificação dos itens do cardápio

Faça uma planilha e e divida por categorias (Ex: grelhado, bebidas e sobremesas) e em subcategorias (regular, infantil, vegetariano, etc) 

Faça a análise das últimas vendas e ficha técnica classifique os itens em cada um dos quadrantes seguintes.

⭐ Estrela - alto lucro e popularidade.

🐴 Cavalo de tração - baixo lucro e alta popularidade.

🧩 Quebra-cabeça - alto lucro e baixa popularidade.

🐶 Cachorro - baixo lucro e popularidade.

  3. Disposições dos itens classificados no cardápio

Abaixo as orientações:

Estrela: Destaque estes itens no seu cardápio.

🐴 Cavalo de tração: Tente criar versões mais lucrativas.

🧩 Quebra-cabeças: Seus garçons devem promover melhor estes itens e busque com seus clientes sobre sua satisfação com este produto. Uma estratégia possível é diminuir a margem que pode aumentar o volume de vendas e seu lucro.

🐶 Cachorro: Tente tirar de destaque destes itens apenas listando seu nome e preço.

  4. Estruturando o cardápio

O destaque deve ser dado para os itens que quer vender mais. Lembre-se de deixar espaço necessário e não destaque muitos itens, pois, o apelo de cada um diminuirá. Procure destacar um item por categoria.

A utilização de foto dos itens aumenta a venda, se for a única imagem na página. Se o restaurante tiver uma sofisticação maior, fotos devem ser evitadas.

Não liste os preços em uma coluna à direita da página pois os clientes têm a tendência de focar em preço e não na comida, o que induz a escolha do item mais barato.

Ao invés disso, coloque os preços após o fim da descrição de cada prato. Também não coloque o cifrão antes do valor, pois isso os leva a pensar em dinheiro.

Descreva melhor os itens “estrela” do que os outros de maneira a aumentar a percepção de valor.

Na descrição também detalhe mais os pratos, como uma experiência. Caso haja ingredientes de origem renomada não esqueça mencionar.

No cardápio, os primeiros itens na página recebem mais atenção. Em seguida o último item também é notado. Os que vem antes do último recebem pouca atenção.

Fique atento ao número de categorias e itens, se houver sobrecarga, o cliente se sente perdido e acaba pedindo o item mais comum que, normalmente, não é dos mais lucrativos.

📌 Caso queira mais orientações sobre o tema, acesse: Carápio de sucesso para restaurantes

Bares e Restaurantes

Ler conteúdo completo
Indicados para você