[ editar artigo]

A cultura da Inovação em nosso cotidiano

A cultura da Inovação em nosso cotidiano

 

O que é inovação? É possível inovar em qualquer situação? Quanto custa inovar? Em que devo inovar? O que meu cliente espera de inovação? Como me insiro nesse ambiente?

São muitas dúvidas que recebemos em nosso dia-a-dia atendendo a micro e pequena empresa. E somos incansáveis em orientar que a inovação é quase sinônimo de criatividade, que a simplicidade e liberdade no pensar é muito mais eficiente do que a complexidade que não se compreende.

A inovação, segundo vários autores, consiste em desenvolver algo que impacte o mercado e crie valor para a empresa. Muitos consideram a inovação apenas como a criação de algo megalomaníaco jamais imaginado pela sociedade. Sim, isso também é inovação, mas existem vários tipos de inovação e que cada vez mais, os livros detalham e subdividem, pois a inovação é irreversível e contínua em nosso cotidiano.

Algo que devemos refletir é que a visão de futuro para o seu negócio é uma primeira premissa para inovar. Se ainda não está claro se o modelo do negócio está alinhado ao propósito da empresa e quais os planos para essa integração de conceitos na cultura, o empresário precisa se educar em planejamento estratégico, gestão de pessoas e inovação. Não existe varinha mágica.

Listamos 8 (oito) tipos de inovação organizados pelo Instituto Brasileiro de Coaching: 1 – Inovação em modelo de negócio. 2 – Inovação de processo. 3 – Inovação organizacional.4 – Inovação em marketing. 5 – Inovação em produto. 6 – Inovação em serviços. 7 – Inovação incremental. 8 – Inovação radical. Já o Manual de Oslo resume a inovação em 4 (quatro) tipos: produto, processo, marketing e organizacional.

A mudança de pensamento é outra premissa. Ao invés de ficar pensando “em que devemos inovar”, que tal pensarmos “em que devemos entregar melhor ao cliente baseado em seus desejos e necessidades”? E que tal ainda compartilhar esta pergunta para ser respondida com sua equipe? A resposta com certeza já vai te dar uma lista significativa de possíveis inovações em seu negócio. A “Inovação é a exploração com sucesso de novas ideias.”, frase de Nick Baldin.

E na linha deste raciocínio, a Innovation Office publicou um artigo de Mindset de Inovação em 5 passos, que facilita uma autoavaliação e o quanto persistente e resiliente somos quando queremos realmente fazer mais e melhor.

Passo 1. Esteja aberto a mudanças.

Passo 2. Abrace a criatividade.

Passo 3. Pense grande.

Passo 4. Demonstre coragem.

Passo 5. Pense e aja rápido

E o Passo 6 escrevo eu, que é “mensurar as mudanças”, pois todos nós inovamos, só não enxergamos que fazemos isso e não divulgando, não valorizamos tanto trabalho e dedicação e nem tampouco reconhecemos nossas equipes, parceiros e clientes que são as nossas fontes de inspiração para o desenvolvimento. Faça uma lista e surpreenda-se todo dia, todo mês e todo ano com as inovações no cotidiano!

Michelle Raimundo dos Santos - Gerente e Consultora do Sebrae-SP da Regional do Vale do Ribeira, Empresária e Empreendedora Social.

Ler matéria completa
Indicados para você