[ editar artigo]

A importância do planejamento nas campanhas de marketing nas redes sociais

A importância do planejamento nas campanhas de marketing nas redes sociais

Hoje em dia é impensável ter um negócio e não usar as redes sociais. É por meio delas que é possível ter um contato mais direto com o consumidor, divulgar os produtos e obter visualizações de forma orgânica. Além de criar conteúdo, impulsionar publicações e uma série de outras formas de lidar com as mídias sociais em prol da melhoria no trabalho.

Mas o que é necessário para ter uma campanha bem-sucedida nas redes sociais? Quais são os aspectos mais importantes e que fazem toda a diferença? Qual mídia mais utilizar? Essas e outras questões serão respondidas neste artigo. Confira!

O que são mídias sociais?

A internet sempre foi berço de grupos de discussão e conversação entre pessoas. Antigamente tínhamos os sites de chat, depois foram criados aplicativos de trocas de mensagens, como ICQ e MSN, por exemplo e, há uma década, quem tem esse papel são as mídias sociais.

Elas são canais utilizados pelos usuários da internet para compartilhamento de opiniões, informações e conteúdo. Com elas é possível seguir pessoas, fazer amizades, compartilhar links de sites, realizar campanhas, sorteios, entre muitas outras ações.

As mídias sociais também se dividem em diversas categorias. O Twitter, por exemplo, é um microblog (ele permite mensagens de até 280 caracteres). Já o Facebook é uma rede social, onde os usuários fazem amizades, participam de grupos e compartilham informações. Ainda há as plataformas multimídia, como o Youtube.

Apesar de muita gente achar que mídia social e rede social são a mesma coisa, isso não é totalmente verdade. As redes sociais são parte das mídias sociais, uma categoria como dito anteriormente, usando o exemplo do Facebook.

É por meio das mídias sociais que nos conectamos com o mundo ao nosso redor, encurtamos distâncias, temos acesso a informações que se dependêssemos apenas dos meios de comunicação tradicionais demorariam muito mais tempo para chegar, além de estabelecer uma comunicação de via dupla, ou seja, tanto podemos receber informações, quanto podemos também ser o fornecedor das informações.

Qual a importância das mídias sociais?

A primeira coisa a se dizer sobre a importância das mídias sociais está, justamente, na relação do usuário da internet com essas mídias. Se imaginarmos que uma pessoa passa a maior parte do seu tempo de navegação da web acessando mídias sociais, isso já é o suficiente para comprovar, mercadologicamente, que empresas devem olhar com mais atenção para esse recurso.

Outro detalhe importante é que as mídias sociais englobam praticamente todo tipo de conteúdo produzido na internet atualmente. De notícias a receitas culinárias, de vídeos sobre os gols do futebol no final de semana a relatórios políticos, de um desabafo escrito em um blog até a conversa com um parente distante. Não é difícil notar que dentro das mídias sociais existem vários públicos, diversas formas de utilizar a internet e inúmeros recursos que proporcionam ao usuário uma experiência completa.

As mídias sociais também são importantes para empresas, que podem usar o fator 'aproximação' a seu favor. Em outros tempos não seria possível apresentar uma oferta a potenciais clientes fora dos limites da loja e obter resposta imediata. Os anúncios eram feitos em comerciais de televisão, revistas, jornais, banners ou outdoors. Hoje é possível criar um post patrocinado no Facebook, por exemplo, e alcançar milhares de pessoas.

E é justamente pensando em usar o máximo potencial que as mídias sociais têm em benefício dos negócios que o marketing digital se desenvolve e promove novas estratégias de como chegar ao usuário da internet, transformá-lo em potencial cliente e convertê-lo.

Esses são os aspectos mais importantes que notabilizam as mídias sociais como um recurso muito importante para o planejamento de marketing das empresas. Mas como usar essas mídias sociais? Quais delas dão melhores resultados. É sobre isso que falaremos no tópico a seguir.

Qual a melhor mídia social para utilizar?

As maiores redes sociais na atualidade são: Youtube, Facebook, Instagram e Twitter. Cada uma delas possui particularidades e formas de serem utilizadas em prol das campanhas de marketing nas mídias sociais. A seguir falaremos sobre essas opções e ao final vamos concluir qual deve ser mais utilizadas.

  • Youtube: fundado em 2005, o YouTube é a maior plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo. Há mais de 1 bilhão de usuários que acompanham todos os dias lançamentos dos mais diversos canais. Um dos grandes pontos positivos do Youtube é a variedade de conteúdo. Por lá se encontra desde vídeos de humor até mesmo videoaulas. Além de ser uma plataforma multimídia, permite comentários e compartilhamentos, o que caracteriza uma rede social. O YouTube abre portas para novas formas de produção e pode ser mais uma forma de renda para a sua empresa, tanto para atrair clientes aos produtos e serviços, como através do Google AdSense.
  • Facebook: ainda é a rede social mais utilizada no Brasil, mas hoje enfrenta concorrência forte do Instagram e YouTube. No Facebook é possível estabelecer diversos contatos, compartilhar e criar conteúdo, e a sua simplicidade ganha muitos pontos em relação a outras plataformas na internet. Hoje em dia, quem tem uma página com muitos seguidores no Facebook consegue converter esse número em acesso ao site da empresa, por exemplo, o que faz dessa rede social excelente para os negócios. A possibilidade de expandir o alcance orgânico com posts patrocinados e Facebook Ads é outra alternativa que torna o Facebook excelente.
  • Instagram: no decorrer dos últimos anos, a rede social que mais se destacou foi o Instagram. Seja pelas atualizações que tornaram a experiência do usuário mais dinâmica e simples ou pelo fato de que cada vez mais pessoas compartilham suas fotos e vídeos na plataforma. Além disso, expansões como a função 'Stories' e o 'IGTV' proporcionam novas oportunidades de crescimento para negócios. Como o foco maior do Instagram é a imagem, aproveite esse fator para fortalecer a identidade visual da sua empresa.
  • Twitter: o microblog é hoje a ferramenta de informação mais rápida da internet. Antes das notícias chegarem nos veículos de comunicação tradicionais (TV, rádio, jornal) e até mesmo nas páginas da internet desses veículos, muita gente fica sabendo do que acontece ao redor do mundo pelo Twitter. Exige atualização constante e busca por interação, já que ficar apenas fazendo divulgação dos links ou da venda de produtos dificilmente irá atrair seguidores. Por isso é a ferramenta de mídia social mais difícil para ser usada pelas empresas e a que requere maior atenção no planejamento estratégico de marketing digital, mas nem por isso seu uso deve ser descartado. Se bem usado, o Twitter pode ser um aliado importante para aumentar a visibilidade da sua empresa e para chegar à ainda mais pessoas.

Agora que falamos um pouco sobre cada uma das principais mídias sociais, a pergunta que fica é: qual é a melhor mídia social para usar em relação aos negócios?

Uma resposta ampla diria que todas têm um importante papel a cumprir. As particularidades podem ser exploradas e os diferentes públicos que usam cada mídia têm aspectos onde é possível chegar para aumentar os negócios.

Porém, podemos dar uma resposta mais simples e que percorra dois caminhos. Em questão de facilidade de planejamento e obtenção de resultados em menor tempo, o Facebook ainda vence. Seja pela popularidade da rede social ou pelo fato de os anúncios serem mais efetivos, quem consegue ter um bom uso do Facebook tem chances reais de crescer os negócios.

Por outro lado, pensando em longo prazo, o Instagram tem sido uma boa ferramenta e que conta com um potencial de expansão ainda maior que o próprio Facebook. Para comprovar isso basta ver quantos influenciadores digitais e blogueiros já focam suas atenções e publicidades diretamente no Instagram.

Todas as mídias sociais possuem lados positivos e negativos, restando ao setor de marketing da empresa conseguir captar onde é possível explorar cada detalhe em favor dos negócios.

Qual a importância do planejamento estratégico?

Mesmo sabendo o enorme potencial de alcance que a empresa pode ter com as mídias sociais, muitas empresas ainda não sabem como usá-las corretamente. Isso leva a páginas com postagens apenas de divulgação de links, poucos seguidores, engajamento quase nulo e a falsa sensação de que "isso não serve" para o seu negócio.

De fato, quando uma rede social como o Facebook é malmente utilizada, a impressão que fica é que ela não ajuda em nada a melhorar os resultados da empresa. Mas o erro não está na rede social e sim na empresa, na maneira que ela administra a sua rede social.

Usar as mídias sociais não é apenas chegar e publicar qualquer coisa na internet achando que imediatamente chegarão pessoas interessadas. A falta de planejamento faz com que muitas empresas tenham resultados que beiram o ridículo. É preciso saber como se comportar no ambiente digital, quais são os melhores horários, de que forma agir para alcançar determinados públicos, entender que algo que funciona em um tipo de mídia social pode não render em outra. Isso tudo é possível apenas realizando planejamento estratégico.

Essa é a parte mais importante do uso das mídias sociais nos negócios. Entender que o setor de marketing precisa direcionar suas atenções também para planejar a maneira como a empresa lida com suas publicações nas redes e mídias sociais. Afinal de contas, desperdiçar o potencial que a internet tem a acrescentar é algo que nenhuma empresa deve sequer cogitar.

Quais os aspectos mais importantes de um planejamento?

O aspecto inicial é compreender o quão importante é planejar para atingir resultados. Até mesmo as campanhas que viralizam na internet, ou seja, que ganham rápido reconhecimento, são planejadas. Ou você acha que a Coca-Cola lança latinhas personalizadas dos Vingadores poucas semanas antes de um filme dos heróis chegar aos cinemas à toa? Ou que levar uma figura como Whindersson Nunes para ser garoto-propaganda é apenas por achá-lo um artista interessante? Claro que não. Em tudo há planejamento!

E dentro do planejamento estratégico há diversos pontos que precisam ser levados em consideração para que ele seja efetivo. O planejamento para as mídias e redes sociais deve seguir esses aspectos para funcionar bem. Confira a seguir o que é preciso para realizar o planejamento de campanhas de marketing nas redes sociais:

  1. Roteiro: é a estrutura completa de como a rede social será usada em determinada campanha de marketing. Aqui deve-se pensar desde as imagens que serão publicadas, o texto utilizado até levar em consideração as melhores oportunidades (datas e horários) em que um post pode render melhor. Pode ser flexível para se adaptar às rápidas e constantes mudanças que a internet sofre como os famosos algoritmos do YouTube, por exemplo, que sempre moldam a maneira como o produtor de conteúdo deve agir para ter resultados. O roteiro deve servir como um guia para a campanha de marketing.
  2. Definição de metas: outro aspecto essencial para uma campanha de marketing e seu planejamento é a definição dos objetivos. O que você quer com essa campanha? Aumentar o engajamento na rede social? Ganhar seguidores? Vender os produtos de forma mais rápida? Para cada um desses detalhes é possível produzir conteúdo diferentes e chegar aos públicos de formas diferentes. A falha na definição das metas é o que leva muitas empresas ao mau uso das redes sociais, pois acham que qualquer publicação vai atender a todas as expectativas de uma só vez. E não é assim que funciona. Planejar uma campanha de marketing nas redes sociais pode ser uma tarefa bem complicada quando as metas não estão bem definidas e esclarecidas.
  3. Público-alvo: após definir os caminhos da campanha através do roteiro e escolher os objetivos na definição de metas, é hora de pensar: para quem vamos fazer essa campanha? A internet nos fornece tantas possibilidades que muitas vezes esquecemos da variedade de público que a utiliza. Crianças, adolescentes, adultos, idosos. Hoje em dia todo mundo sabe usar um smartphone e acessar redes sociais. A forma de se comunicar com cada pessoa, com cada público é bem específica. E até mesmo entre pessoas da mesma faixa etária, há diferenças em como se comportar, como dirigir a palavra. Não dá para achar que uma criança vai entender expressões usadas nos anos 1980 ou que idosos vão compreender de primeira os "memes". Um dos passos mais importantes do planejamento estratégico é separar cada público para enxergar suas particularidades e assim poder trabalhar cada detalhe que permita o seu alcance (desenvolvimento da persona).
  4. Mídias e canais: um aspecto fundamental é saber o que será publicado em cada mídia. Por exemplo: no YouTube serão postados vídeos que tenham entre 10 a 15 minutos de duração. Já no Facebook e Instagram, vídeos de 30 segundos a 1 minuto são mais atrativos para o público. Ou seja, entender a mídia e o canal que serão utilizados é fundamental para não usar a rede social de forma errada. Postar o mesmo vídeo do YouTube no Facebook não vai dar resultados. Ou vice-versa.
  5. Análise de mercado: não podemos usar a hipocrisia para dizer que é possível iniciar, do zero, uma ideia revolucionária que vai mudar a maneira como empresas utilizam suas redes sociais. Hoje existe tanta gente lidando com mídias sociais que é mais importante analisar o mercado e ver o que funciona para replicar do que se iludir com uma ideia equivocada de revolução. Um exemplo de análise de mercado é observar como grandes empresas e até mesmo artistas se comportam em suas respectivas redes sociais. A partir desse estudo, será possível tirar aspectos negativos (o que não fazer) e positivos (o que pode ser feito). Vale considerar que não é necessariamente uma regra de que algo que funcione para X vai funcionar também para Y, mas a tendência é que as chances de dar certo sejam maiores.
  6. Orçamento: e o que seria um planejamento sem falar sobre dinheiro? Dá para fazer uma campanha em rede social sem gastar um centavo sequer? Se forçar muito a barra, podemos dizer que sim. Mas a qualidade certamente não será das melhores. É preciso pensar no investimento com um Design Gráfico para a confecção da identidade visual e das peças que serão utilizadas (banners, artes e outras publicações), redatores para os textos nos sites e redes sociais, edições de vídeos, entre outros gastos necessários. Há também que ser colocado em consideração o fato de que algumas campanhas podem (e devem) ser impulsionadas para garantir um alcance maior e mais rápido do que esperar uma viralização ou um alcance orgânico muito grande. Sabendo qual orçamento se tem disponível, dá para direcionar melhor cada campanha.

Quais os passos para um bom planejamento de campanha de marketing?

Agora que você já sabe os principais aspectos que devem constar em um planejamento de campanha de marketing nas redes sociais, é hora de saber como colocar em prática. Através desses cinco passos você conseguirá montar um planejamento eficiente para que sua empresa saiba explorar o máximo potencial de suas mídias sociais.

1. Análise e detecção de problemas

Nenhum planejamento começa do nada. Você, provavelmente, já teve experiências com campanhas de marketing malsucedidas usando suas redes sociais, mas saiba que é possível extrair lições até mesmo dos resultados negativos. Faça uma análise de como você está usando as mídias sociais. Quantos posts são feitos diariamente? Quantas curtidas? Qual o engajamento com comentários e compartilhamentos? Novas pessoas têm chegado nas redes sociais da empresa? Essas são algumas das perguntas úteis para fazer a detecção dos problemas. É a partir desse ponto que o planejamento se inicia.

2. Monte uma tabela

Estabeleça as forças e fraquezas, oportunidades e ameaças (análise SWOT) do seu negócio nas redes sociais. Com essa tabela você terá uma base de como o planejamento pode agir para que as forças e oportunidades sejam ainda mais exploradas, além de saber o que fazer para diminuir as fraquezas e evitar as ameaças. Faça também anotações sobre cada atitude tomada. Um quadro comparativo colocando na "ponta do lápis" qual é o perfil de atuação da sua empresa nas redes sociais e como você idealiza que seja em um período determinado de tempo (dentro de seis meses, por exemplo), também ajuda.

3. Coloque o planejamento em prática

Nesse item já foram definidos todos os pontos que precisam ser inseridos. O público-alvo, o orçamento, os canais, as mídias, os objetivos. Não resta mais nada em aberto. É momento de pôr em prática o plano de mídia. Vale a pena testar diferentes estratégias até encontrar aquela que melhor se adeque tanto ao que você busca como resultados, como também a realidade financeira que sua empresa dispõe. Não tenha medo de algumas falhas e de ainda se deparar com resultados negativos. Como já dissemos antes, deles podem ser retiradas valiosas lições. É com o planejamento em prática que será possível fazer os ajustes necessários para mudar de uma vez por todas o relacionamento da sua empresa com as redes sociais.

4. Observe e interprete os resultados

Se você imaginou que o planejamento acabou logo após as campanhas serem lançadas, saiba que está enganado. Ele segue com a fase do monitoramento. É aqui que são avaliados os resultados para saber se deve prosseguir da forma que está ou se são necessárias mudanças pontuais ou radicais na forma como o planejamento está sendo executado. Observar e interpretar os resultados é tão importante quanto todas as definições feitas anteriormente. É quando comparamos os resultados anteriores, com os atuais e com aqueles que almejamos ter.

5. Entenda as redes sociais para iniciar novas campanhas

O resultado final de todo o caminho traçado pelo planejamento é conseguir entender as redes sociais. Como a internet oferece tantas opções, nem sempre sabemos como lidar com ela. Por isso é preciso passar por esse processo chamado plano de mídia. É somente quando se entende os pormenores das mídias sociais que finalmente teremos a capacidade de dominá-las para usá-las ao nosso favor. E no ramo dos negócios, não há nada mais valioso hoje em dia do que ter uma rede social eficaz.

Como tem sido a relação da sua empresa com as redes sociais?

Sabendo de todos esses detalhes, se você não estava dando importância às mídias sociais e se nem tinha considerado a relevância de fazer um planejamento estratégico para suas campanhas, agora, com o conhecimento adquirido nesse artigo, novas perspectivas e caminhos foram abertos. Basta você decidir qual rumo deseja para os seus negócios: ficar longe das mídias sociais e perder um público em potencial gigantesco ou adentrar de vez no uso correto das redes sociais e notar um aumento significativo nos resultados da sua empresa.

Deixe um comentário expressando a sua opinião sobre o assunto e não esqueça de curtir e compartilhar o post com seus amigos nas redes sociais! Continue navegando pela Comunidade Sebrae e saiba mais sobre outros assuntos!

Comunidade Sebrae
Heider do Nascimento Mota
Heider do Nascimento Mota Seguir

Jornalista em formação, redator desde 2015. Um jovem em constante aprendizado que usa as palavras para passar suas mensagens.

Ler matéria completa
Indicados para você