[ editar artigo]

|Tradução|Analisando o Papel da Comunicação Integrada de Marketing: Importância com Mídias Sociais

|Tradução|Analisando o Papel da Comunicação Integrada de Marketing: Importância com Mídias Sociais

 

Resumo:

O marketing moderno vem passando por uma notável mudança de suas ferramentas e uso de diferentes veículos comunicativos. Assim, o recente papel da Comunicação Integrada de Marketing -Mídias é observado e monitorado com decisões cuidadosas. Ao contrário dos meios tradicionais de comunicação e marketing, como o canal de televisão e o jornal, as pessoas estão mais expostas à internet, exclusivamente nas mídias sociais. Este artigo é baseado em dados exploratórios e secundários. Devido ao pouco investimento para alcançar o público-alvo, o  crescimento das mídias sociais é claramente identificado. Este artigo examinou o papel da Comunicação Integrada de Marketing e o crescimento atual do uso de campanhas e da comunicação nas mídias sociais para obter melhores resultados nas organizações. Com mais presença do público-alvo nas mídias sociais, sua eficácia de custo, flexibilidade e detalhamento informativo, tornou-se uma importante ferramenta de comunicação.

Palavras-chave: Comunicações de Marketing, Integração de Marketing, Comunicações Integradas de Marketing, Mídia Social.

1.Introdução

Comunicações Integradas de Marketing (IMC) estão desempenhando um grande papel para as organizações se comunicarem com seus públicos-alvo. Durante as décadas anteriores, os acadêmicos descobriram que a Comunicação Integrada de Marketing é a mais poderosa ferramenta no desenvolvimento de comunicação com os públicos-alvo. A Comunicação Integrada de Marketing tenta gerenciar todos os elementos do mix promocional para produzir uma mensagem clara orientada para o cliente, bem como atingir objetivos organizacionais.

Os elementos incluem publicidade, venda pessoal, relações públicas, publicidade, marketing direto e vendas promocionais.  A Comunicação Integrada de Marketing, desde o seu início sofreu muitas mudanças consideráveis, basicamente, essas mudanças são resultantes de duas mudanças primárias na relação entre profissionais de marketing e consumidores. Apesar da Comunicação Integrada de Marketing criar laços entre os clientes de casa, trabalho e outras fontes.

A primeira mudança vem da perspectiva do desenvolvimento tecnológico. De acordo com a atual explosão da tecnologia avançada, fácil acesso à internet, portabilidade e eficiência da tecnologia fizeram mudanças na vida do consumidor, bem como as estratégias de comunicação e marketing. Portanto, o movimento IMC é necessário para gerenciar a organização externa às atividades de comunicação e marketing para que uma mensagem concreta atinja os consumidores (Schultz D., 2009). No entanto, a confiança da IMC mudou para uma mídia mais personalizada como as mídias sociais recentemente. Outra mudança diz respeito à abordagem da Comunicação Integrada de Marketing enquanto se comunica com o seu público.

 Nas décadas anteriores, o foco do marketing era apenas de forma tática, já nos últimos tempos, o foco principal mudou de apenas uma tática visão interna das organizações tradicionais para as estratégias coordenadas e voltadas para o exterior (Kliatchko, 2008).

Hoje, a mídia social, também conhecida como mídia gerada pelo consumidor (CGM), está em expansão na Internet. Também pode ser referenciada como marketing boca-a-boca, compartilhamentos de grupos públicos, e-mails e avaliações do consumidor. Ela influencia os profissionais e as atividades de marketing tradicionais porque os canais de TV e os jornais se tornaram menos “dignos” de confiança, pois os consumidores acreditam que outros consumidores são melhores na avaliação dos produtos desejados.

2. Antecedentes do estudo

Com o avanço tecnológico, aumentaram as opções para as organizações criarem um bom relacionamento com os clientes por meio do desenvolvimento de novos canais de comunicação (Albesa, 2007). Esse sistema moderno permite que os profissionais de marketing se comuniquem em um sistema integrado de mídia, para facilitar a conexão com clientes que já migraram do meio offline para o meio online. Então, os profissionais de marketing devem entender a diferença entre comunicação digital e comunicação tradicional, como TV, rádio, anúncios de outdoor, jornais e revistas.

O modelo de comunicação tradicional foi e é comparado por muitos com alguns modelos de comunicação em mídia digital como blogs, redes sociais, wikis e outras mídias sociais (Chaffey, 2003).

A ideia de Comunicação Integrada de Marketing (IMC) é gerar uniformidade, combinando a comunicação com elementos do marketing para apoiar e melhorar um ao outro, promovendo o entendimento e potencialidade da comunicação (Duncan e Everett, 1993).

Muitos profissionais de marketing estão vendo as mídias sociais como uma nova área do mercado da comunicação, especialmente o Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (Steltzner, 2009).

Para os clientes, a mídia social é percebida como uma fonte de informação mais confiável sobre os produtos e serviços, elementos tradicionais do mix de promoção gerado pelas organizações para se conectarem com os clientes (Foux, 2006).

Gerentes, especialmente no campo do marketing, devem incluir as mídias sociais no mix de comunicação ao desenvolver e implementar suas estratégias da Comunicação Integrada de Marketing (Mangold & Faulds, 2009). A urgência do engajamento da mídia social no mix de promoções se tornou questão importante e interessante na atual era do marketing.

3. Metodologia

Esta pesquisa foi realizada baseada em dados exploratórios e empíricos. O crescimento e a importância do tópico relacionado não podem ser entendidos apenas como fonte para o pesquisador utilizar um questionário semiestruturado, e sim, para entender tanto o potencial quanto às respostas dos clientes existentes para as várias ferramentas da Comunicação Integrada de Marketing e como as mídias sociais fazem a diferença.  

A pesquisa foi realizada aleatoriamente entre compradores de diferentes bens de consumo. Ao mesmo tempo, a entrevista também foi realizada com alguns gerentes responsáveis pela comunicação de empresas tradicionais e sem fins lucrativos.

4. Revisão da Literatura

A integração da comunicação não é um conceito novo e, de fato, o conceito da integração da comunicação surgiu nos anos 1930. Durante este período, as vendas representantes colaboraram com a equipe de publicidade, enquanto que, em 1966, os estudiosos haviam recomendado o uso de ferramentas promocionais para assegurar a sinergia (Thorson e Moore, 1996). Em 1970 e 1980, os profissionais de marketing sentiram um aumento na atividade da indústria da publicidade. Esta ideia influenciou a indústria da publicidade a realizar uma parada dos serviços fornecidos aos clientes (Thorson & Moore, 1996).

No final de 1980, a fusão do marketing começou a dominar as relações públicas acadêmicas (Thorson e Moore, 1996). Em 1990, a Comunicação Integrada de Marketing tornou-se um dos problemas de marketing mais contemporâneos (Percy, 1997). Além disso, a Comunicação Integrada de Marketing surgiu como disciplina na década de 1990 (Kerr et al., 2008). Os nomes sugeridos para esta disciplina foram Comunicação Integrada (IC) e Comunicação Total (TC), mas, finalmente, a comunicação Integrada de Marketing (IMC) foi finalizada e saiu como termo favorito (Kerr et al., 2008).

Apesar da ambiguidade, a definição IMC revelou que é o uso combinado de ferramentas promocionais, a fim de obter consistência, clareza e máximo impacto da comunicação (Schultz e Schultz, 2003). Duncan (2002) expressa o papel da Comunicação Integrada de Marketing no desenvolvimento de estratégias na comunicação das empresas e suas implementações. Este conceito explica que uma organização deve controlar (planejar) e influenciar as mensagens (não planejadas, produtos, serviços) para criar e estimular o relacionamento entre as partes interessadas.

Em concorrência com o mercado global, os profissionais de marketing querem se conectar aos clientes de maneira eficiente e eficaz de comunicar os benefícios e qualidade do serviço aos potenciais clientes (Clow,2010). Consequentemente, as comunicações e marketing tornam-se um aspecto fundamental do marketing, uma visão de negócios e um fator essencial para o sucesso na gestão de negócios. Sua importância aumentou dramaticamente nas últimas décadas, considerando que o marketing e a comunicação são inseparáveis, todas as organizações estão usando várias formas de comunicação e marketing para fazer sua oferta e para cumprir metas financeiras ou sem fins lucrativos (Shimp, 2003). Pode-se dizer que a Comunicação Integrada de Marketing possui um conteúdo altamente complexo. Para construir uma vantagem competitiva sustentada, a atual Era do Marketing é útil. A Comunicação Integrada de Marketing pode construir uma marca forte da organização desde que o marketing e a comunicação sejam afirmados fortemente para alcançar seus objetivos.

Mídia social é a ferramenta mais popular e amplamente discutida em peças de comunicação e marketing, exercendo um papel fundamental no plano de comunicação agregado de uma empresa. As mídias sociais podem ser simplesmente definidas como as “mídias que usamos para sermos sociais” de acordo com Safko (2010). Safko (2010) enfatiza a importância de conhecer as táticas e estratégias das ferramentas que são disponíveis para os usuários se conectarem uns com os outros, em vez de apenas entender a definição. Embora os seres humanos tenham interagido e usado diferentes métodos ao longo da história, a mídia social é mais eficaz do que os métodos tradicionais porque oferece uma comunicação bidirecional. Kietzmann, Hermkens, McCarthy e Silvestre (2011) propõem que a mídia social é um conjunto de “plataformas altamente interativas” criadas por meio do uso de tecnologias móveis e baseadas na Web, nas quais os indivíduos e comunidades são capazes de compartilhar, desenvolver discutir e modificar o conteúdo criado por outros usuários. Mangold e Faulds (2009) discutiram que o impacto das comunicações consumidor-consumidor foi grandemente ampliado no mercado.

A mídia social é um elemento híbrido do mix de promoção que permite às empresas conversarem com seus clientes; por outro lado, permite que os clientes conversem diretamente entre si. Esses recursos exclusivos da mídia social a tornaram como uma ferramenta de comunicação importante no marketing moderno por todos os meios.

5. Comunicação Integrada de Marketing

A Comunicação Integrada de Marketing é definida como a coordenação e integração de todas as ferramentas da comunicação e marketing, caminhos e origens dentro de uma empresa, criando um programa para maximizar o impacto diretamente no cliente e em outros usuários finais a um custo mínimo. 

Esta integração afeta todas as empresas business-to-business, canal de marketing, foco no cliente e comunicações dirigidas internamente. A Comunicação Integrada de Marketing é um conceito de gestão que é projetado para tornar todos os aspectos da comunicação e marketing, tais como publicidade, promoção de vendas, relações públicas, vendas pessoais e marketing direto, juntos como uma força unificada ao invés de permitir que cada um deles trabalhe de forma isolada. Além disso, atua como um plano de marketing agressivo, pois define e acompanha o marketing de estratégia de marketing, que captura e usa uma quantidade extensa de informações sobre os clientes, garantindo também que todas as formas de comunicação e mensagens sejam cuidadosamente unidas para alcançar o objetivo da Comunicação Integrada de Marketing.

As ferramentas importantes das Comunicações Integradas de Marketing são:

Propaganda

A publicidade é a ferramenta mais antiga e popular da Comunicação Integrada de Marketing. Tem quatro características- não é pessoal; é naturalmente persuasiva; é paga por um patrocinador e é disseminada por meio dos canais de comunicação de massa. As mensagens emitidas pelos anunciantes podem incentivar a aquisição de bens e serviços por potenciais compradores. Essa prática é muito mais em conta do que a venda pessoal na hora de alcançar os clientes.  A publicidade realmente funciona melhor em aumentar a conscientização, mudar atitudes e influenciar as vendas. A contribuição da publicidade para as vendas é difícil de ser mensurada, pois são muitos fatores que influenciam na hora de vender. A contribuição da publicidade para as vendas têm um melhor resultado em longo prazo. Mas pode existir exceções quando se trata da Internet. O uso de banners e as visualizações pop-ups promovem as vendas em anúncios na Internet. A nova tecnologia pode contar quantas pessoas clicaram no banner e, finalmente, fizeram uma compra.

A gestão da marca e a manutenção do valor da marca estão estrategicamente vinculadas com a publicidade. Recentemente, o custo da publicidade na televisão aumentou cinco vezes nos últimos 20 anos em todo o mundo. Devido ao grande número da audiência, a publicidade nacional é muito popular para difundir mensagens da empresa. A credibilidade e a confusão podem ser desvantagens na publicidade pela frequente presença e por ser paga. A publicidade massiva da rede de televisão, o jornal do dia a dia, outdoors, para sinais de campos de golfe, os adesivos em frutas nas mercearias deixam os consumidores mais propensos a ignorar essas mensagens publicitárias. Tecnologias modernas, incluindo os DVRs (gravadores de vídeo digital) permitem que o público grave programas de televisão, podendo pular os comerciais. Essas desvantagens tornam a publicidade mais vulnerável e complexa na integração de um amplo plano de comunicação e marketing.

Relações Públicas (RP)

 Relações Públicas controla e constrói relações positivas com os vários públicos da empresa por meio da obtenção de uma publicidade favorável, construindo uma boa imagem corporativa por meio da obtenção de publicidade favorável, administração de rumores, histórias e acontecimentos negativos (Kotler, 2009). Embora a Relações Públicas seja usada para promover produtos, pessoas, ideias e atividades, as empresas sem fins lucrativos envolvem-se mais para a sua promoção do que qualquer outra organização. A Relações Públicas, muitas vezes é considerada como função da gestão que identifica, estabelece e mantém as relações mutuamente benéficas entre uma organização e os diferentes públicos sobre seus sucessos e fracassos.

A publicidade, principal ferramenta usada pelos profissionais de Relações Públicas, trabalha principalmente no apoio. Por essa razão, é frequentemente considerada a ferramenta de mensagens mais credível da comunicação e marketing. A publicidade capitaliza o valor das notícias de um produto, serviço, ideia, pessoa ou evento para que a informação possa ser divulgada pelos meios de comunicação. Os artigos publicitários são percebidos como mais objetivos do que anúncios, e suas mensagens são mais prováveis de serem absorvidas e aceitas. Embora seja um veículo livre de custos oficiais, é uma plataforma complexa para enviar mensagens de publicidade que sejam notadas e captadas por fontes de mídias confiáveis. O papel da Relações Públicas no mix promocional está se tornando mais importante por causa do que Philip Kotler (2009) descreve como uma sociedade “mais comunicativa”. “Rotinas de evitação da comunicação”, sendo provável que elas desativem as mensagens comerciais.

Promoção de Vendas (SP)

A promoção de vendas é um tipo de marketing destinado tanto ao consumidor quanto ao canal de distribuição de vendas (sob a forma de incentivos). É utilizada para introduzir novos produtos, queima de estoque, atrair tráfego e elevar as vendas temporariamente. As promoções de vendas são de curto prazo e podem ser projetadas visando os consumidores finais ou o comércio em geral. As promoções destinadas aos consumidores como cupons, amostras, prêmios, sorteios, pacotes de preços, acordos de financiamento a baixo custo e os descontos são incentivos de compra, pois induzem a experimentação do produto e incentivam a recompra.

Os comerciantes do segmento da promoção de vendas  têm subsídios para apresentar a marca no varejo por meio do merchandising, compra de licenças, como aumentar o volume de descontos e outros incentivos, devoluções de contas como incentivos de desempenho por pagamento, incentivos aos vendedores e outros benefícios para encorajar os atacadistas e varejistas para comprar o item e alavancar a marca.

Pesquisadores descobriram duas perspectivas principais sobre a promoção de vendas no plano de marketing das empresas. A primeira é sobre a visão da promoção de vendas como complementar para a publicidade na medida em que conecta o papel da publicidade à venda pessoal. Essa visão diz respeito às vendas promocionais como uma pequena peça no programa de comunicação e marketing.

Nas próximas observações sobre promoção de vendas e publicidade, notou-se uma função distinta, com objetivos e estratégias muito diferentes uma da outra. A promoção de vendas nesta lógica é igual ou até mais imperativa do que a publicidade. Por essa razão, muitas das empresas alocam até 75% do seu orçamento para publicidade ou promoção de vendas e apenas 25% para anunciar. Encontrar o equilíbrio certo geralmente é uma tarefa difícil. Sem dúvida, a promoção de vendas fornece incentivos que dão um aumento rápido no volume de vendas e, em longo prazo, ajudam a reforçar a identidade e a imagem da marca.

Venda Pessoal (PS)

Em termos gerais, a venda pessoal é quando as empresas usam as pessoas (a “força de vendas”) para vender o produto após a reunião cara a cara com o cliente. Os vendedores promovem o produto por meio da sua atitude, aparência e conhecimento especializado do produto. Eles pretendem informar e encorajar o cliente a comprar, ou pelo menos, a testar o produto. A venda pessoal, na verdade significa lidar com todos os contatos de pessoa a pessoa com potenciais clientes com o objetivo de apresentar o produto, convencendo-o sobre o valor do produto e o fechamento da venda. A responsabilidade da venda pessoal varia de organização para organização, dependendo da natureza do produto, tamanho da empresa, tipo de indústria e os produtos ou serviços que comercializa. Muitas empresas enfatizaram tanto a venda pessoal, que regulamente treinam e desenvolvem outros representantes para melhorarem suas habilidades interpessoais com clientes e prospects.

Eles regularmente oferecem programas de recompensa aos funcionários pelo seu papel efetivo no gerenciamento de vendas. A venda pessoal é a maneira mais útil de fazer uma venda por conta da comunicação interpessoal entre o prospect e o vendedor. As mensagens podem ser personalizadas para situações específicas; o feedback imediato pode ser recebido e processado de acordo com a necessidade. Mas a venda pessoal é uma ferramenta comparativamente mais cara em uma promoção de marketing.

Marketing Direto (DM)

O marketing direto, forma mais antiga e eficaz da comunicação e marketing, é o processo de se comunicar diretamente com o público-alvo para persuadir a resposta por telefone, correio e meios eletrônicos. Os principais usuários do marketing direto incluem, mas não se limitam a varejistas, atacadistas, fabricantes e prestadores de serviço, e eles usam uma variedade de métodos, incluindo mala direta, telemarketing, serviços de compras online, publicidade com resposta direta e infomerciais. Devido ao amplo acesso ao consumo, as empresas e organizações sem fins lucrativos estão investindo no marketing direto. O marketing direto se torna cada vez mais popular por causa de alguns fatores socioculturais, mudanças que incluem o papel das mulheres na sociedade, por exemplo, reduziram a quantidade de tempo para as compras, cartões para pagamento de bens e serviços, compras efetivamente mais rápidas, avanços tecnológicos em telecomunicações e computadores permitem que os consumidores façam compras de lugares móveis via telefone, televisão, computador, celular ou qualquer outro dispositivo portátil eletrônico.

Assim, as empresas estão se preparando para segmentar com mais precisão um segmento de clientes e prospects com mensagens adaptadas às suas necessidades e características específicas. Ao contrário da Publicidade e da Relações Públicas, isso muitas vezes não está diretamente ligado com vendas garantidas, ofertas de marketing direto, prestação de contas, fornecendo resultados tangíveis. O marketing direto pode atingir indivíduos consumidores e desenvolver uma relação sustentável em longo prazo com cada um deles que não só fortalecerá as vendas anuais, mas também estabelecerá uma forte lealdade nas novas oportunidades de negócios. 

Analisando relatórios anteriores de algumas marcas, observa-se que empresas com forte valor da marca são mais bem-sucedidas em esforços de marketing direto do que marcas menos populares. O marketing direto funciona melhor quando a comunicação e marketing incluem a publicidade com mídia tradicional, suportando o esforço do marketing direto em grande parte. O marketing direto também possui fraquezas, e muitas vezes, isso é dito como sendo menos orientado para vendas e mais orientado para o relacionamento. Os consumidores são bombardeados com e-mails, infomerciais e telemarketing diariamente, podendo resultar negativamente caso não haja o monitoramento com estratégias direcionadas. Entre as desvantagens, entra a questão de privacidade dos clientes, criando desconfianças, encarecendo os custos e tornando mais complexo o gerenciamento do banco de dados.

Patrocínios (Marketing de Eventos)

Os patrocínios (marketing de eventos) são uma mescla de propaganda e promoções de vendas com relações e estratégias de publicidade. Os patrocínios aumentam simultaneamente a consciência de uma empresa de produto ou serviços, construindo a fidelidade com o público-alvo, facilitando a diferenciação de um produto ou serviço de seus concorrentes, demonstrando compromisso com uma comunidade ou grupo, abrindo as oportunidades de merchandising. A maioria das estratégias de patrocínio são iniciadas para construir associações em longo prazo. Embora o valor dos patrocínios possam ser muito difíceis de mensurar, sua presença em um plano de Comunicação Integrada de Marketing é essencial. Estatísticas recentes mostram que os patrocínios esportivos representam cerca de dois terços de todos os patrocínios.

Marketing de Mídia Social 

A ideia de marketing de mídia social descreve basicamente o processo de promoção de negócios por meio dos canais de mídia social. Tornou-se o poderoso meio de marketing que está definindo a maneira como as pessoas estão se comunicando, engajando e expressando sua vida cotidiana. São de baixo custo, possuem grande tráfego, interatividade e mais métodos promocionais para a maioria das empresas. As mídias sociais atualmente se tornaram ferramentas muito eficazes; com as ferramentas de busca, as empresas podem obter as informações necessárias, descrição dos produtos e outras questões promocionais nesses canais. Por conta da grande aceitação por parte das organizações, boa quantidade do orçamento está sendo dirigida para o marketing online, o investimento e o engajamento estão nas mídias sociais. Facebook, Instagram, Myspace, Google Plus e Twitter são tão populares que quase todos que usam a Internet tem uma conta e gastam uma quantidade de tempo significativa navegando neles.

 

Figura 01: Elementos das mídias sociais associados aos objetivos de marketing.

Fonte: Manuel Eugenio Lopez y Gonzalez, (2012), Mídias sociais em Estratégias da Comunicação Integrada de Marketing, Noruega.

Marketing na Internet

A Internet é uma das invenções mais incríveis da tecnologia moderna, exercendo um papel fundamental em quase todos os estágios da nossa vida diária. O marketing também o envolve e usa muito proveitosamente. O marketing na Internet, muitas vezes chamado como i-marketing, web-marketing, marketing online ou e-marketing, é o marketing de produtos, serviços, ideias, pessoas e lugares na Internet.

Os profissionais de marketing estão alcançando o público global por meio da integração da Internet em seu plano de marketing. A natureza interativa do marketing na Internet em termos de fornecimento de respostas instantâneas se tornou o meio mais popular entre a geração jovem. O marketing via e-mail e wireless, meios de comunicação, também são considerados amplamente no marketing na Internet.

Marketing ou marketing na Internet também se refere à colocação de mídia ao longo de múltiplos estágios do engajamento do consumidor por meio do Marketing em Sites de Busca (SEM), Otimização de Mecanismo de Busca (SEO), estratégias da WEB 2.0, banners em sites específicos, e-mail marketing e outras estratégias na Internet.

Marketing Móvel (Mobile Marketing)

O crescimento do uso do mobile pela população em massa o torna um veículo importante no mix de marketing empresarial. Basicamente, o mobile marketing significa comunicar- se com o consumidor via dispositivos móveis. Isso pode ser feito por meio do envio de uma simples mensagem de marketing, para introduzir uma nova campanha baseada na participação do público ou para permitir que esse público visite um local na Internet. É mais barato do que os meios tradicionais, tanto para o consumidor quanto para o profissional de marketing, sendo o suficiente para que todas as faixas etárias compreendam, se envolvam e respondam, o que permite que as estratégias de e-marketing sejam implementadas de forma mais eficaz na maioria dos casos.

6. Mídia Social e sua importância

A integração das mídias sociais na Comunicação Integrada de Marketing não é mais um pensamento auxiliar. Isto é feito com o propósito de criar o quadro teórico desta tese. A figura a seguir mostra a importância e a suplementação, bem como pode agir separadamente nas empresas a Comunicação Integrada de Marketing.

Figura 02: Gráfico de incorporação de IMC e Mídias Sociais de acordo com

Fonte: Kristijonas Lucenko,2012

Para se envolver e aprender com as mídias sociais, e seus diferentes serviços disponíveis para incorporar o plano de marketing, os sete blocos de construção são os seguintes: identidade, conversas, presença, relacionamentos, reputação, compartilhamento e grupos que desempenham um papel vital como o recomendado por Hermkens et al. (2011) fornecem uma definição para os blocos de construção abaixo:

• Identidade: significa a quantidade de informações pessoais que os usuários estão dispostos a compartilhar em um ambiente de mídia social.

• Conversas: representam a medida em que os usuários se comunicam em uma mídia social.

• Compartilhamento: é o conteúdo que os usuários recebem, distribuem e comercializam entre si.

• Presença: representa a capacidade dos usuários de saber quando os outros estão online.

• Relacionamentos: são os níveis em que os usuários podem associar um ao outro.

• Reputação: representa quão cientes estão os usuários de suas posições a dos outros nas mídias sociais.

• Grupos: esse bloco de construção representa a capacidade dos usuários de criar comunidades e subcomunidades. De acordo com o que determinado site quer realizar, haverá um diferente foco em quais blocos de construção serão desenvolvidos.

Em todo o mundo, há mais de 2,01 bilhões de usuários ativos mensais do Facebook em junho de 2017.

Em todo o mundo, há mais de 2,01 bilhões de usuários ativos mensais do Facebook em junho de 2017 (Facebook MAUs), que é um aumento de 17 por cento ano a ano. Existem 1,15 bilhão de usuários ativos diários móveis (Mobile DAU) para dezembro de 2016, um aumento de 23% ano após ano (Fonte: estatísticas oficiais do Facebook em 2/01/17). 42% dos profissionais de marketing relatam que o Facebook é crítico ou importante para seus negócios. (Fonte: Estado do Inbound Marketing 2012, The Takeaway) .16 Milhões de páginas de negócios locais foram criadas em maio de 2013, o que é um aumento de 100 por cento de 8 milhões em junho de 2012. (Fonte: Facebook). 

O Facebook marketing transformou a forma como os negócios são conduzidos, e seu uso pelas empresas locais para estenderem seus mercados, continua a explodir. Estas estatísticas mostram o crescimento significativo das mídias sociais e como é importante para todas as organizações as estratégias de comunicação e marketing para seus negócios.

7. Análises e descobertas

Com base nos dados coletados dos participantes, a análise a seguir foi feita baseada na discussão sobre frequência, importância e exposição aos meios de comunicação, uso e preferência de mídias sociais, plataforma de Internet preferida, uso das despesas na Internet, popularmente seguida da marca e ferramentas utilizadas, etc., são realizadas para encontrar uma  diretriz adequada para que os profissionais de marketing promovam seus produtos na plataforma digital e também para outros profissionais que querem fazer o mesmo.

Os entrevistados foram perguntados se entenderam o motivo do consumidor, de sua vontade de saber sobre o produto e as informações relacionadas a ele. A maioria deles (114) respondeu que gostariam de saber sobre o produto antes de comprá-lo, eles querem saber. Apenas 6 das 120 respostas obtidas,  fazem a compra mesmo sem saber informações sobre o produto.


Essas estatísticas mostram que os consumidores têm mais interesse na informação porque acham que ela os ajuda a tomar decisões de compra mais precisas. Eles assumem que é mais seguro e sábio saber sobre o produto antes de tomar qualquer decisão de compra. Enquanto o objetivo principal da Comunicação Integrada de Marketing é tornar o mercado-alvo sobre o produto e manter uma sinergia suave entre as outras ferramentas, é bastante óbvio que a conexão com o plano IMC adequado irá disponibilizar mais informações e, portanto, garantir mais decisões de compra.
 

Esta foi uma questão aberta para saber como os consumidores reagem sendo comunicados pelas empresas sobre os benefícios de seus produtos e serviços. Surpreendentemente, todos eles (109) responderam que acham normal ou acham útil obter informações sobre as empresas e conhecer os seus produtos e serviços.

 

O bom sinal sobre promoção por meio da mídia digital ou marketing na Internet é que a maioria dos respondentes concorda em obter informações sobre os produtos. Então, é amplamente utilizada na busca, obtenção de informações ou avaliação alternativa pelos respondentes.

Esta pesquisa também foi realizada para descobrir qual a ferramenta mais popular na comunicação e marketing. A maioria dos respondentes (34%) seguem as mídias sociais por meio de áudio/vídeo, conteúdos e outras postagens interativas, além de conteúdos compartilhados. Em seguida, vem o anúncio de TV, 28% e 23% dos respondentes preferem os vendedores como ferramenta de comunicação.

Sobre o cenário para se obter informações detalhadas pelos consumidores sobre produtos e serviços, 52% dos respondentes apontaram que acham as mídias sociais mais detalhadas, isso também inclui revisão, origem do produto, conteúdo e outros detalhes de informações relacionadas nesses meios de comunicação. 

Venda pessoal também possui bastante procura na consulta pelo consumidor, sendo considerada um veículo forte para responder às perguntas dos consumidores. Propaganda de TV e outdoor possuem um papel menos significativo em termos de fornecer informações detalhadas por causa das suas limitações de tempo e espaço.

 

A maioria dos entrevistados mostrou que utilizam as mídias sociais. 98 pessoas de 120 usam as mídias sociais regularmente. Estudos anteriores mostram que Facebook, Twitter, Instagram, Google Plus são amplamente populares e acessados entre a população de Bangladesh.

 

Esta pesquisa foi realizada independentemente de idade e gênero e é revelado que a frequência do uso da Internet por dia é de 1 hora (47), o que representa quase 39% do total da população. Estudos mostram que a maioria dos respondentes verifica as atualizações com bastante frequência e regularidade.

Dos outros respondentes 21 usam 2-3 horas, 12 pessoas usam 4-6 horas, 10 pessoas usam uma vez ao dia e os outros 8 respondentes usam as mídias sociais uma vez por semana. Esses dados mostram que a maioria da população é exposta como potencial alvo para os profissionais de marketing digital e que a mídia digital é a plataforma mais utilizada em tempo hábil.

8. Recomendações

Esta pesquisa juntamente com os estudos anteriores mostra claramente a importância da Comunicação Integrada de Marketing pelas organizações para manterem sua sinergia. Esses estudos analisaram a percepção e a presença dos consumidores nos meios de comunicação para alcançá-los ao mesmo tempo de maneira menos dispendiosa e, claro, de uma forma mais conveniente. A seguir estão as importantes indicações e recomendações de pesquisas para obtenção dos melhores meios de comunicação efetiva e uso de ferramentas eficazes na comunicação pelas organizações.

O pensamento anterior de usar a mídia como um estilo comunicativo unidirecional mudou, a comunicação dos dias atuais mudou, tornando-se mais interativa e interessante. Assim, empresas de negócios, bem como outras organizações devem usar esses meios, uma vez que, o consumidor sente-se engajado e interessado.

A nova abordagem do uso dos meios de comunicação e marketing torna-se mais estratégica ao invés de apenas tática, então a alta gerência deve ser engajada com a visão e meta da organização, que devem ser incluídas no plano de marketing da empresa.

Os consumidores se tornam mais preocupados com o produto que usam, onde foi fabricado, o que contém e tudo o que é relacionado ao benefício do produto e aos métodos de compra. Como anúncio de TV, rádio e outdoor têm espaço limitado e são caros, é quase impossível que toda a organização trabalhe com essas mídias. Considerando que a mídia social é conveniente e de fácil acesso, não sendo nem um pouco mais onerosa, recomenda-se a presença frequente com informações detalhadas e necessárias nesse meio.

A mídia social, como mídia dominada pelos consumidores, é amplamente confiável e viral entre os públicos e as empresas devem atualizá-las e monitorá-las continuamente, utilizando-as como uma ferramenta estratégica no plano IMC. Ao mesmo tempo, o consumidor adora receber informações de vendas pessoais para que a sinergia e a integração no discurso de vendas sejam cuidadosamente monitoradas.

Muitas empresas não compreendem plenamente a possibilidade de empregar e aprender com os diferentes serviços disponíveis a partir das mídias sociais. Foram discutidos sete blocos de construção - identidade, conversas, presença, relacionamentos, reputação, compartilhamento e grupos, que devem ser considerados para projetar e mapear a comunicação estratégica de marketing das empresas.

As pessoas estão gastando mais tempo nas mídias sociais em conteúdos interessantes e ideias únicas, por isso, recomenda-se que as empresas garantam mais presença nas mídias sociais e continuem com envolvimentos regulares de forma única.

9- Conclusão

O uso dos meios de comunicação é considerado como uma decisão vital para muitas organizações. Os principais objetivos da comunicação incluem fornecer informações, ler, lembrar ou manter o cliente, podendo ser bem-sucedido quando todas as ferramentas de comunicação criam e executam mensagens semelhantes e trazem sinergia entre eles. A Comunicação Integrada de Marketing desempenha este importante papel para trazer esta harmonia e assegurar a comunicação. Considerando que a mídia social, é a nova ferramenta de comunicação e marketing, tendo um rápido crescimento e amplo uso pela população de massa, não é apenas barato acessá-la, mas também é mais eficaz no compartilhamento de informações detalhadas, tendo ao mesmo tempo o poder de segmentar indivíduos e promover campanhas de marketing personalizadas.

O uso do Facebook, Twitter, YouTube e Instagram se tornaram os locais mais populosos atualmente. Tanto pequenas empresas quanto grandes indústrias, bens de consumo e marketing pessoal estão ganhando popularidade e efetivo resultado no investimento em mídias sociais. Este ambiente tecnológico que está em rápida mudança também sinaliza que os profissionais de marketing devem estar cientes da mudança e ser orientados sobre como transmitir as mensagens nos veículos de comunicação para atingirem o público-alvo. A presença significativa na mídia social incorporada e agregada à Comunicação Integrada de Marketing ajudará a organização a alcançar os objetivos e metas sustentáveis em longo prazo.

Para acompanhar o texto original, acesse:
https://www.researchgate.net/profile/Ahmad_Yamin5/publication/324561217_Analyzing_the_Role_of_Integrated_Marketing_Communication_Significance_of_Incorporation_with_Social_Medias/links/5ad58e36aca272fdaf7c1ac1/Analyzing-the-Role-of-Integrated-Marketing-Communication-Significance-of-Incorporation-with-Social-Medias.pdf?origin=publication_detail

 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você