[ editar artigo]

Barbearias e beleza: planejamento perdura operação (conteúdo com vídeo)

Barbearias e beleza: planejamento perdura operação (conteúdo com vídeo)

Moda no setor de beleza é temporária, mas pode ser uma aliada

É possível ganhar dinheiro com os modismos no setor de barbearias e beleza sim, afinal tem uma grande parcela do público, principalmente os mais jovens, que adere a produtos, serviços e estilos temporários. Entretanto, nossa especialista Naty Simões, barbeira, cabeleireira, empreendedora e professora diz que a moda vale para o cliente e não tanto para o empreender. Vou te explicar!

Para que o cliente se interesse pelo seu negócio, começar a prestar serviços da moda faz com que mais pessoas conheçam o seu empreendimento. Mas, para que a sua operação seja próspera é preciso muito mais que aprender a atender o cliente temporário. É certo que existem muitos negócios que sustentam boa parte de suas receitas com o que está no auge, como os salões de beleza e barbearias. Inclusive, acredito que esse mercado seja o que mais atende essas demandas. Contudo, é necessário criar um projeto de reinvenção constante e também planejar a prazos mais longos. Caso contrário, se você hoje sabe apenas fazer um tipo de barba, é possível que outros profissionais sejam mais rápidos que você e que fique pra traz.

Essa é uma lição que Naty nos dá no segmento de beleza e barbearia, mas que serve para todos os empreendedores. Reinventar-se é urgente, ainda mais num momento tão volátil em que vivemos. Novamente, aprendemos que aprender ao longo da vida nunca fez tanto sentido.


Falando em aprender, a especialista orienta que hoje os recursos para aprender são diversos e muitas vezes até gratuitos, mas que para quem deseja empreender, estudar é o único caminho. No caso dos salões de beleza e barbearias, o segmento não vai deixar de existir nunca, pois existe desde a Grécia Antiga, mas as necessidades mudam o tempo todo.

A exemplo da Naty, empreender não é apenas ter seu próprio negócio. Todos hoje somos empreendedores das nossas carreiras e cadeiras. Mesmo sendo funcionários é preciso ter planejamento e gerir sua vida profissional. Ela fala inclusive que hoje, além de ser educadora, a sua bancada na barbearia em que trabalha regularmente é hoje o seu business. É ali que ela cria as relações com o seu público, que ela soluciona demandas e fideliza seu cliente. É como se ela alugasse um espaço naquele negócio para exercer sua operação.

Assim, ela mostra que a imagem não é algo importante apenas no resultado final do cliente, mas sim na forma como ele tratado e recebido no salão de beleza ou barbearia. Por isso, que é importante que desde a bancada até o banheiro, pouco frequentado pelo consumidor, sejam limpos, ajeitados e decorados, na medida de cada um e com a identidade do empreendimento. Naty fala até mesmo que não é necessário gastar muito para ter um local descolado e bem visto pelo público, mas que um toque a mais pode fazer toda a diferença na maneira como o cliente enxerga. Afinal, quem busca o cuidado físico e a beleza, nota o que é belo e saudável aos olhos.

 

Blog

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista e conteudista!

Ler conteúdo completo
Indicados para você