[ editar artigo]

Cerveja artesanal: produto e estilo (conteúdo com vídeo)

Cerveja artesanal: produto e estilo (conteúdo com vídeo)

Uma boa relação da cervejaria artesanal com seu público é a criação do propósito da empresa associada ao estilo da marca. Na continuação da nossa websérie sobre cerveja artesanal, visitamos a Bastards Brewery – We Are Bastards.

A marca começou a desenvolver um trabalho de comunidade com seus clientes. Quem adquire o produto não apenas gosta de cerveja artesanal, mas adere ao propósito da marca, que hoje possui muito mais do que cerveja no seu portfólio. Essa é a grande sacada de muitas empresas: entregar mais que o produto.

Com sete cervejas de linha na sua produção, a Bastards produz mais 30 rótulos na fábrica, localizada em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, que chega a atender o Estado do Paraná e parte de Santa Catarina. Alguns desses produtos são feitos por ciganos (marcas independentes que emprestam a fábrica para fazerem suas produções), colaborativos e outros são sazonais, o que gera fluxo de caixa e volume. A empresa também possui growler, canecas, camisetas e até uma marca de café. Mas também fortalece sua relação com o público através dos produtos XP, que são os de experiência da marca.

Foi o que aconteceu na comemoração aos cinco anos da empresa. A Bastards criou cinco rótulos colaborativos para a data, bem como aderiu ao cumprimento Hi-5 para entrar na onda da nova idade. No evento de comemoração, a Bastards convidou também outras cervejarias para levar seus produtos, além de alimentos e atrações. A atitude mostra que o mercado da cerveja artesanal é uma comunidade colaborativa e prestigia até mesmo o concorrente.

História

Os fundadores da Bastards começaram a fazer cerveja há cerca de oito anos e se envolviam os processos de produção todos os dias depois do trabalho. Chegou um momento em que queriam colocar no mercado. Sem espaço nas fábricas, a empresa decidiu empreender, vendo a oportunidade de mercado, produzindo para terceiros.

Já de início, fizeram um plano de negócios. Mas antes que pudessem contratar funcionários, todos na empresa se dividiam para atender as demandas. E esse perfil proativo perdura na Bastards. Todos fazem tudo, mesmo que não faça parte do escopo do seu trabalho, pois entendem que o problema precisa ser resolvido, independente de quem o resolva. Por isso, essa é uma das sacadas de gestão. Ao envolver gestores e colaboradores em todos os processos, forma-se um sentimento de comunidade, de dono e de solução.

A Comunidade We Are Bastards está presente na vida um do outro, se relaciona, cria vínculos e busca fortalecer laços. Além disso, comemora vitórias e derrotas, pois acredita na força do aprendizado para o desenvolvimento e crescimento.

 

 

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades da Comunidade Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você