[ editar artigo]

Como a robótica pode aproximar crianças e transformar a educação

Como a robótica pode aproximar crianças e transformar a educação

Vivemos na Era Digital: hoje as crianças já nascem cercadas por smartphones, videogames, tablets e computadores interativos.

Com cada vez menos papel e caneta, e menos livros em mãos, você já pensou como será o sistema de ensino daqui para frente?

A Indústria 4.0 vem revolucionando o mundo todo, e com ela surge a Educação 4.0, que pretende modificar a forma como as pessoas estudam e aprendem. Vai ser necessário se adaptar a esse novo comportamento e à realidade do mundo digital para conseguir manter o interesse dos alunos – é aí que entra a robótica educacional. Esse ramo tem como principal objetivo não apenas a aplicação dos recursos tecnológicos em si, mas o estudo de como eles poderão contribuir para o desenvolvimento de competências e preparar as crianças para os desafios do futuro. 

Usar a tecnologia a favor dos estudos é uma tarefa delicada, mas se for bem aplicada é capaz de estimular a criatividade, melhorar o raciocínio lógico e contribuir para bons trabalhos em equipe.

Quer saber mais sobre como a robótica poderá transformar a educação nessa era digital?

Mas, primeiramente, o que é a Educação 4.0?

A Educação 4.0 vem para suprir as necessidades da quarta revolução industrial, que trouxe consigo a inteligência artificial, os robôs, a impressão 3D e todas essas tecnologias que chegaram para otimizar os processos do segmento industrial.

“Learning by doing” - que em inglês significa “aprender fazendo” – é o principal conceito deste novo formato de ensino, que vem com a ideia de que o aprendizado se dará muito mais pelas experiências, pela prática e pelos erros e acertos, do que pela teoria apenas.

Por isso, para formar bons profissionais, as escolas deverão auxiliar seus alunos a se adaptarem a esse ambiente tecnológico, incluindo em sua grade curricular atividades relacionadas à robótica.

O que é a Robótica Educacional?

Aprender com a “mão na massa”, aprender brincando.

Nada mais gratificante do que construir o seu próprio brinquedo, não é mesmo? Essa é a principal proposta da robótica educacional que vem atraindo cada vez mais as escolas e professores que querem inovar nos métodos de ensino.

A robótica nada mais é que a ciência que estuda a técnica e a construção de robôs e objetos compostos e controlados por partes mecânicas. Montar, desmontar, criar e projetar estimulam muito mais o aprendizado; além disso, a robótica educacional é considerada um método de ensino STEAM - sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática. Essa metodologia está evidente na Educação 4.0, principalmente por incentivar o aluno a colocar a “mão na massa” através do trabalho colaborativo e permitir que ele solucione problemas, aprendendo a lidar com erros e acertos.

Você sabia que o STEAM faz parte do DNA da LEGO® Education? A ideia é justamente promover o aprendizado por meio das peças LEGO®, de modo que as crianças possam desenvolver sua criatividade e suas habilidades de cooperação, e ao mesmo tempo adquiram conhecimentos de diversas áreas de exatas e humanas.

Quais os benefícios da robótica educacional?

Muitos são os benefícios dessa metodologia de ensino. Vamos conferir mais detalhadamente?

1. Estimula a criatividade

Na aula de robótica as crianças são motivadas de forma lúdica a passarem por diversas dinâmicas e desafios. Elas ficam livres para criarem e projetarem um robô do jeito que elas quiserem, desde que atinja o objetivo proposto. Esse pensamento criativo que é estimulado nas crianças faz com que os alunos tentem desenvolver projetos inovadores e de sucesso, sem medo de errar.

2. Estimula o trabalho em equipe

Uma vez que os projetos costumam ser desenvolvidos em grupo, a robótica é uma das metodologias que mais favorecem o trabalho em equipe. A criança precisa interagir com seus colegas, saber ouvir as opiniões e argumentos de cada um, ter paciência e entender que nem todo mundo tem a mesma facilidade/agilidade no aprendizado, respeitar opiniões contrárias, ajudar, colaborar e cooperar. 

3. Estimula o raciocínio lógico

Uma das matérias básicas envolvidas na robótica é: a programação. Esse processo, além de desafiar os alunos a pensar de forma mais lógica e analítica, ainda ajuda no desenvolvimento de conhecimentos tecnológicos. Os alunos são estimulados a pensar, organizar ações e experimentar diferentes caminhos e soluções alternativas para fazer seu protótipo funcionar adequadamente.

4. Favorece o aprendizado multidisciplinar

A criança é estimulada a trabalhar com diversas áreas de estudo – física, matemática, ciências, mecânica, tecnologia etc. Além de favorecer o aprendizado, uma vez que a robótica ensina de forma mais lúdica, a criança tem a oportunidade de vivenciar e trabalhar diferentes habilidades que podem despertar um interesse maior pelo ramo em que atuará no futuro.

5. Desenvolve habilidades socioemocionais 

As habilidades socioemocionais – empatia, auto estima, paciência, responsabilidade, autonomia, ética etc. – vem à tona em diversas situações da vida e fazem parte do desenvolvimento do ser humano. O ensino da robótica ajuda e desenvolver todas elas, desde melhorar a concentração, a persistência, até em lidar com frustrações e divergências de opiniões. Com essas competências sendo trabalhadas desde cedo, as crianças serão capazes de tomar decisões de maneira mais responsável, manter boas relações sociais, que serão muito úteis para o futuro.

Foi a aplicação da robótica educacional que a empresa E-tech apresentou durante o Summit Sebrae 2019. A E-tech surgiu em 2014 com objetivo principal de ser uma das principais fornecedoras de soluções para impressão em 3D. Durante essa busca por soluções e produtos inovadores no ramo da tecnologia, descobriram uma necessidade de mercado na área educacional. 

Então nasceu o Projeto EduCAR, que trabalha a robótica educacional em um conceito de educação criativa, utilizando a tecnologia como ferramenta para estimular o aprendizado. “O propósito principal é trabalhar nas crianças as competências do século 21, principalmente o pensamento computacional, a tomada de decisão, resolução de problemas, construção de novos produtos e elementos – a descoberta e a criação”, afirma o diretor comercial e CEO da E-tech Brasil, Valter Rodrigues Alves. 

É fato que a tecnologia está presente da vida de todos, inclusive nas relações sociais. Com esse avanço tecnológico e os benefícios que a robótica educacional traz, muitas escolas já estão aderindo a essa nova metodologia. Além do aluno lidar com diversos desafios, forçando-o a pensar de forma lógica e organizada, ele começa a olhar os objetos desde sua criação. O objetivo é que as crianças cheguem à formação superior preparados para serem cidadãos criativos, críticos, comunicativos, adaptáveis, flexíveis e colaborativos.

Você já tinha ouvido falar de robótica educacional? O que acha dessa nova metodologia de ensino? Conte para nós!

 

 

Blog

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você