[ editar artigo]

9 dicas de como produzir um bom conteúdo

9 dicas de como produzir um bom conteúdo

A produção de conteúdo faz parte de uma estratégia muito importante do Marketing chamada: Marketing de Conteúdo :)

O Marketing de Conteúdo tem como objetivo produzir conteúdo relevante para o seu público, sem intenção de venda imediata. Conteúdo que ajude as pessoas do seu segmento de negócio, a atingirem seus objetivos, sonhos e que as ajudem nos desafios do dia a dia. 

+ Marketing de conteúdo: o que é e como fazer

Esse conteúdo aqui, por exemplo, foi feito pelo aumento da demanda e dúvidas de clientes e prospects que precisam produzir conteúdo, mas não sabem por onde começar. 

Então, vamos lá, abaixo vou dar algumas dicas de como produzir um bom conteúdo, seja texto, vídeo, e-mail ou um simples (que não é simples) post em redes sociais!

1. Faça um bom planejamento

O segredo está aqui!

A geração de conteúdo pode até parecer simples em um primeiro momento, mas exige tempo, dedicação, pesquisa e muita originalidade. Portanto, tenha um bom planejamento!

Eu foco nisso, porque sei, por experiência própria, que o planejamento vai te ajudar a produzir melhores conteúdos e ainda deixar o processo todo muito mais tranquilo e orgânico. 

E, como eu priorizo o planejamento, essa dica vai ser um pouco mais extensa que as outras (hehe).

No planejamento, comece desenhando suas personas, ou seja, seu cliente ideal. As pessoas que você quer que estejam ao seu lado. Trouxe este artigo aqui , que está bem completo e pode te ajudar a desenhar sua persona de forma prática. 

Além disso, um bom planejamento deve contemplar:

  • Objetivos. O que você espera com a produção de conteúdo? Alguns exemplos: fortalecimento de marca, gerar autoridade no assunto, etc.;

  • Tom de voz: como você vai falar com o público? Que palavras representam sua marca? Que palavras não representam?

  • Linhas editoriais: quais assuntos você pode e consegue abordar e que serão interessantes para seu público? 

  • Canais: quais os canais que mais importam para seu tipo de negócio? Onde estão seus possíveis consumidores e parceiros?

  • Indicadores de sucesso: o que você vai mensurar, quais os dados são importantes para sua marca, conforme o seu objetivo?

  • Pauta de conteúdo: construa sua pauta de conteúdo, com os assuntos que você vai abordar durante o mês (ou, se possível, no trimestre), em todos os canais que escolheu.

Faça um processo básico de autoconhecimento de marca. Tudo isso vai ajudar você com ideias de conteúdo, manter uma frequência, fortalecer sua marca e criar consistência.

Se você não conseguir fazer tudo isso, não tem problema. Comece pelas personas e, depois, ao longo do processo, vá pensando nessas questões e descobrindo mais possibilidades.

Caso queira saber mais sobre esse processo de planejamento, me mande uma mensagem para conversarmos, posso disponibilizar mais ferramentas pra você :)

2. Não tenha medo

Depois de todo seu planejamento, geração de ideias, pauta, etc., é hora de começar a produzir. Não tenha medo! Ou, melhor, se der medo, vai com medo mesmo.

Assim como você, todo mundo teve que começar um dia. E pode ter certeza que os primeiros conteúdos não serão perfeitos. Aliás, acredito que bem poucos serão (quase) perfeitos, porque não acredito muito na perfeição hahaha.

É super normal você sentir vergonha de se expor. Ter medo de julgamentos (que, aliás, vão acontecer). Mas pense o seguinte: você, pelo menos, está fazendo alguma coisa. É fácil julgar. Difícil é fazer!

O importante é você gerar valor através do seu conteúdo. É você agregar na vida de alguém, nem que seja de uma pessoa apenas. Lembre-se: você produz conteúdo para AJUDAR as pessoas que precisam, com aquilo que você pode oferecer.

Pra ajudar a vencer essa barreira, recomendo MUITO assistir The Call to Courage. Palestra da Brené Brown que está disponível nA Netflix.

3. Busque referências

Antes de você produzir um texto, vídeo ou post, busque algumas referências, (boas referências), em sites e blogs que já são autoridades no assunto que você escolheu. Isso vai agregar no seu conhecimento, te trazer novas ideias e te guiar para um conteúdo com mais qualidade.

Claro, SEM COPIAR, apenas referenciar. Crie seu próprio conteúdo. Originalidade tem muita importância na geração de um bom conteúdo.

4. Conheça técnicas de SEO

Utilize técnicas de SEO para otimizar seu conteúdo em canais de busca (Google, por exemplo). Você pode fazer uma rápida pesquisa antes para descobrir quais as palavras estão sendo mais utilizadas para aquele determinado assunto. Isso vale tanto para o seu título, quanto para o texto ou vídeo.

Saiba mais sobre técnicas de SEO clicando aqui.

Conheça essas técnicas, mas não se apegue muito a elas. Existem várias formas de você se destacar por um bom conteúdo e, se você não sabe muito bem como usar o SEO, às vezes é melhor contratar alguém pra fazer isso pra você. 

Se essa não é a sua realidade, faça o que puder agora, e divulgue seu conteúdo em redes sociais, por Whatsapp, peça para as pessoas compartilharem. Use sua rede de contatos. Isso aumenta seu alcance e número de visualizações também :)

5. Seja simples

Escreva com simplicidade e seja breve nas frases e parágrafos (se for texto). Usar palavras difíceis pode até parecer bonito, mas muito cuidado para que o conteúdo que você for produzir, não fique “intragável” e chato.

O importante é passar a mensagem o mais simples possível. Tente pedir a opinião de amigos pra ver se você está conseguindo transmitir aquilo que você quer.

Antes de produzir pense um pouco na sua mensagem principal (essa é dica de ouro: no final das contas, o que você quer passar com seu conteúdo?). Depois, tente dividir em:

  • Tema

  • Palavra-chave (lembra do SEO?)

  • Introdução

  • Tópicos que irá abordar

  • Principais ideias de cada tópico

  • Conclusão

Essa divisão vale tanto pra texto, quanto pra vídeo, pois também é importante ter um roteiro para fala.

6. Encontre dados de fontes confiáveis

Use dados para comprovar sua teoria, seus argumentos. Lembre-se de citar a fonte e de que esta, seja confiável. Muito cuidado na hora de escolher essas fontes, pois elas devem ser autoridades dentro do mundo digital e passar bastante confiança. Além de serem dados atualizados!

Todas os links e fontes que usei aqui são de empresas extremamente confiáveis nos assuntos e os artigos são de muita qualidade.

7. Tenha um bom título

O título é a porta de entrada para seu conteúdo. É onde você vai chamar a atenção e fazer com que ele interaja ou não com o que você produziu.

Então, antes de colocar o título, crie algumas opções e tente escolher a que melhor se encaixa com o assunto e com seu público. 

Não adianta você colocar um título super chamativo se o texto (no caso de textos) não condiz com o que está lá. Isso pode causar frustração e o leitor deixa a página no mesmo momento em que lê o primeiro parágrafo. 

Crie bons títulos, mas que sejam títulos verdadeiros.

8. Seja você

Quem sabe muitos dos assuntos que você escolher, outras pessoas s já terão produzido algo sobre isso. E como diferenciar o seu do restante?

Simples: dê a sua opinião. Escreva/fale aquilo que VOCÊ acredita e conhece. É isso que vai trazer a originalidade de que tanto falei por aqui.

Depois de ler para encontrar dados e aprofundar-se no assunto, certamente você terá a sua opinião formada e algo diferente a compartilhar.

Cada conteúdo tem o toque especial de cada criador! 

9. Faça acontecer

Depois de tudo isso que você leu aqui, não vai ficar paradinha ou paradinho no mesmo lugar né? Bora criar seus conteúdos de valor! Bora ajudar mais gente a fazer acontecer :)

Coloque na sua agenda. Reserve um tempo pra isso. Livre-se de distrações (se for preciso, desligue celular, TV, computador, pegue papel e caneta e coloque as principais ideias ali). Pegue um café ou chá. Chocolate. Faça ser divertido e prazeroso. Use seu melhor horário do dia pra fazer isso.

Crie seu conteúdo. Divulgue. Gere valor. O mundo precisa ouvir, ler e ter acesso as suas ideias!

Extra, extra

Lembre-se: tudo isso deve ser feito de forma muito verdadeira e transparente. O objetivo (pelo menos o meu) é aprender, compartilhar conhecimento e levar mensagens bonitas, interessantes e de valor, para as pessoas.

Atente-se às imagens que você vai utilizar em cada canal. Cada uma terá um formato diferente e isso ajuda a otimizar o conteúdo também.

O resultado vem a longo prazo, com pessoas que realmente estarão interessadas na sua empresa e interessadas no que você tem a oferecer. 

O relacionamento assim é muito mais duradouro, humano e feliz :)

+Marketing Humanizado: tudo o que você precisa saber

Tem mais alguma dica ou dúvida? Compartilha com a gente!

Blog

Comunidade Sebrae
Lina Bennemann
Lina Bennemann Seguir

Marketing Humanizado (H2H). Planejamento e Consultoria em Estratégia de Negócios e Marketing. Escritora.

Ler conteúdo completo
Indicados para você