[ editar artigo]

Como lidar com tanta inovação? (conteúdo com áudio)

Como lidar com tanta inovação? (conteúdo com áudio)

Empreender no meio dessa quantidade de inovação não é tarefa fácil, quanto mais saber gerir e mostrar um diferencial ao cliente enquanto tudo muda o tempo todo. Para multinacionais ou MEI’s, a dificuldade é a mesma, pois processos e novidades estão em todos os lugares, departamentos, profissões, gestões, negócios e operações.

Entretanto, as pessoas e empresas nunca estiveram tão abertas para as inovações, recebendo de braços abertos esse movimento do novo.

Para quem ainda está se acostumando com esse rumo, como se munir de ferramentas para estar no topo e buscar seu sucesso? Como despertar um novo olhar para o mercado e apresentar novas técnicas bem-sucedidas no mercado corporativo? Como fazer diferente, seja com a tecnologia ou paralelo a ela?

A crescente inovação tecnológica e a mudança no comportamento do consumidor exigem novas práticas na forma de conduzir as negociações. Novas estratégias comerciais estão sendo adotadas por empresas campeãs de vendas, alinhando conhecimento, criatividade, planejamento, tecnologia e inovação. E para ser um expert nos negócios, estar preparado para o novo é fundamental.


O professor, consultor e escritor Clóvis de Barros Filho esteve recentemente em Curitiba para o evento Business CWB 4.0 para falar sobre inovação. Para ele, inovação é tão necessária em tempos de bonança quanto nas crises. Barros destaca que Inovação é criatividade e imaginação. E, que para inovar, é preciso se conhecer, conhecer o mundo, as virtudes e dificuldades das atividades e, sobretudo, é preciso confiança e coragem.

Como o mundo nunca mudou tão rápido por aquilo que não controlamos ou mesmo por iniciativa nossa, é normal que os problemas seja inéditos exigindo soluções inéditas das práticas. Por isso, o professor mostra que parece imperativo aceitar que só nos resta agir diferente e buscar caminhos para um mundo que nunca foi como antes.

Isso não quer dizer que o novo seja melhor. Mas considerando que para cada passo tem 360º de caminhos a percorrer, é preciso inteligência e habilidade para identificar as condições do valor positivo da inovação.

 

Entretanto, para mim, assumir riscos nos faz crescer, principalmente na gestão do empreendedorismo, e a tomada de decisão é inerente e tão necessária para aceitar a rapidez do movimento inovador.  

 

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades da Comunidade Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você