[ editar artigo]

Como o design do site pode auxiliar seu negócio

Como o design do site pode auxiliar seu negócio

O site é considerado uma vitrine para o seu negócio, pois é por meio dele que o interesse dos consumidores é despertado. Para entender melhor essa questão, basta pensar em uma loja física. O que atrai mais o consumidor? Uma loja com a vitrine harmônica ou uma loja com a vitrine bagunçada? É aí que entra o design.

Para o site ser chamativo, é preciso pensar em todo o conceito visual, desde a logo, layout, imagens utilizadas e a disposição das informações. Com esses elementos bem organizados, aliados ao bom funcionamento do site, a empresa ganha mais notoriedade no mercado.

Para gerar mais interesse no visitante e aumentar o seu tempo de permanência na página, algumas táticas de design podem ser utilizadas. Vamos começar com a aparência do site.

Lembre-se, menos é mais!

Sites excessivamente coloridos ou excessivamente monocromáticos podem cansar os visitantes. Imagens muito grandes podem desviar a atenção dos consumidores, assim como imagens muito pequenas podem ser difíceis de visualizar. Os elementos devem estar harmonicamente dispostos. O tamanho do título principal, do subtítulo, a escolha das imagens e dos ícones retratando a funcionalidade do site devem ser muito bem planejados.

Para criar um layout chamativo para o site, é crucial verificar o tamanho das imagens. A velocidade do carregamento de imagens está diretamente ligada ao tempo em que o consumidor ficará na página. Os consumidores costumam permanecer mais tempo em páginas com carregamento mais rápido, e “abandonar” a página quando ela demora demais para carregar.

Também é preciso que as informações contidas no site sejam claras. Páginas que contenham vários menus com muitas instruções confundem os consumidores. E é nessa hora que muitos abandonam o site. Para que isso não ocorra, a escolha de frases concisas, imagens mais leves e de alguns ícones que mostram objetividade e clareza é fundamental.

Mas para que tudo isso funcione em perfeita sintonia, devemos prestar a atenção em alguns passos:

1- Usabilidade do site

A navegação deve ocorrer naturalmente, pois os usuários querem algo rápido e simples. Algumas estratégias, como a “linkagem” interna para assuntos relacionados, estruturação de menus e submenus, caixa de pesquisa e a utilização de filtros podem melhorar a usabilidade do site. A usabilidade pode ser verificada por meio das métricas do Google Analytics e com ferramentas como o Google Search Console.

Para que essas informações sejam encontradas facilmente pelos usuários, é importante classificar todos assuntos existentes no seu site e organizá-los em categorias.

2- Design responsivo

No design responsivo é feita uma estruturação do layout para que o site se adapte de acordo com o dispositivo em que ele está sendo visualizado. Isso é importante porque cada vez mais as pessoas estão acessando a internet por meio de dispositivos móveis e o layout precisa ser coeso e fornecer boa experiência aos usuários.

3- Hierarquia visual

A hierarquia visual nada mais é do que a organização do conteúdo do site, visando a melhor forma de comunicar a mensagem ao público. 

Sabemos que no ocidente os conteúdos são lidos de cima para baixo, da esquerda para a direita. O elemento de maior destaque, por exemplo, pode ser colocado no campo superior esquerdo da página. 

No design do site, outro ponto importante é a psicologia das cores. A escolha da paleta de cores interfere diretamente na reação que os usuários terão ao visitar a sua página. Ela deve ser definida de acordo com a imagem que a sua empresa quer passar.

4- Call to action

Chamada para ação ou call to action são botões, imagens e formulários que chamam os usuários às ações que você deseja (como se cadastrar em uma lista de e-mails ou comprar um produto). Um dos principais motivos que páginas de vendas não convertem os leads em clientes é porque possuem um call to action pouco funcional. Por isso, essa chamada deve ser feita de maneira persuasiva, com cores contrastantes, levando em consideração a hierarquia visual.

5- Design de conteúdo

Para as ferramentas de busca encontrarem a sua página mais facilmente, é preciso que o conteúdo esteja otimizado. Essas ferramentas “ranqueiam” e exibem os resultados de busca de acordo com a relevância e qualidade dos conteúdos. Para a sua página ficar bem posicionada e ser encontrada facilmente, é preciso que o conteúdo seja relevante e chamativo. Independentemente do formato utilizado, ele deve proporcionar uma experiência marcante e única ao usuário. Por exemplo, utilizar imagens de boa qualidade e em quantidade suficiente para romper os grandes blocos informacionais e utilizar de forma inteligente os espaços em branco da página, proporciona uma leitura leve e prazerosa.

Dessa forma, a estruturação do site deve atender todas as estratégias de design, pois traz muitos benefícios para o seu negócio. O processo de estruturação pode ser demorado, mas uma página atrativa, com elementos harmônicos e conteúdo relevante, tende a ser mais visitada pelos usuários. Consequentemente, ajuda a aumentar a rede de contatos e o número de vendas, pois os usuários terão um tempo maior de permanência no site.

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você