[ editar artigo]

Como preencher vagas de inclusão? (Vídeo exclusivo)

Como preencher vagas de inclusão? (Vídeo exclusivo)

Saiba como buscar e valorizar profissionais especiais

Nem sempre preencher vagas de inclusão é tarefa fácil para o empreendedor, independente do porte da empresa. Em muitas vezes a busca do profissional especial para fazer parte do quadro de colaboradores acaba sendo tarefa para o gestor de pessoas.

Entretanto, existem situações que a oportunidade de empregar um profissional especial ultrapassa a necessidade do preenchimento de vagas de inclusão e torna-se opção do empreendedor.

Inclusão: Case

Há alguns dias, pude conhecer o Fernandinho. Com 25 anos, Fernando Henrique Pavon é recepcionista na Forneria Copacabana do empresário Beto Madalosso. Portador de Síndrome de Down, Fernandinho foi contratado há quase um ano e já realizou outros serviços em farmácias da cidade. Entretanto, ele não preenche uma vaga de inclusão, mas foi contratado por opção do gestor. Beto Madalosso conta ainda que Fernando não está sozinho, pois na lavação de pratos, a equipe possui um autista também, que juntos formam um quadro de 55 funcionários no restaurante.

O empreendedor explica que uma vaga de inclusão é especial e por isso deve ser tratada e trabalhada também de forma especial. Tanto o desenvolvimento do profissional especial como a cobrança dos resultados deve ser feita de forma progressiva e diversificada. O ganho vai muito além do preenchimento de cotas e caridade. Trata-se portanto de uma transformação social que deve acontecer em cada comunidade.

A contratação de um colaborador de inclusão necessita de treinamento da equipe para receber o profissional e de quebra vem aproximando o público das causas sociais, pois muitas pessoas/clientes passam a frequentar o local porque possui a preocupação em potencializar talentos e oferecer oportunidade de preenchimento de vagas de inclusão.

 

Inclusão no Brasil e no Mundo

No dia 23 de março comemoramos o Dia Internacional da Síndrome de Down e vimos várias postagens e publicações nas mídias sobre ações sociais. Um exemplo a ser citado é o da dançarina e empresária Anitta que, durante o Carnaval, ajudou a promover testes para deficientes auditivos que usaram mochilas com tecnologia que transmite vibrações das batidas das canções. A artista apoia a acessibilidade e a inclusão há alguns anos. Em meados de 2017, Anitta contratou um dançarino com Síndrome de Down para uma ação especial e também já convidou um grupo de fãs portadores da síndrome para subir ao palco com ela.

 

Inclusão: Saiba onde procurar profissionais

Diversas empresas de recrutamento e seleção já vem auxiliando empresas a buscar profissionais para preencher as vagas de inclusão por necessidade do quadro ou por opção. Há também portais que oferecem vagas de empregos para portadores de deficiências. Os empreendedores interessados podem utilizar os buscadores da internet para verificar empresas que possam ajudar de acordo com a demanda das vagas de inclusão por região. Já existe também empresas que oferecem serviços de acompanhamento do profissional durante sua jornada profissional na empresa, inclusive no auxílio de capacitação e treinamento desse profissional.

Entretanto, o mundo já está tão acessível que todos os dias temos belos exemplos de inclusão. Nos EUA, um portador de Síndrome de Down criou um e-commerce de meias coloridas que bombou e virou um negócio milionário. No Brasil, já conhecemos também empreendimentos como café, pizzarias e bares, cujos proprietários são portadores de Down.

A tecnologia, visando a inclusão, surpreende a cada dia para todos os tipos de necessidades especiais e o futuro com certeza nos reserva imensas surpresas para que todos os tipos de pessoas com diferentes deficiências possam trabalhar e exercer as profissões que desejarem. Candidatos ao vestibular com restrições visuais e físicas já contam com tutores para mediar as provas.

A cada ano o número de candidatos cresce e as possibilidades também.  

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades da Comunidade Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você