[ editar artigo]

Como um coaching financeiro pode te ajudar no controle de finanças?

Como um coaching financeiro pode te ajudar no controle de finanças?

O objetivo de muitas pessoas e empresas é ter um assertivo controle de finanças. Isso possibilita valorizar seu dinheiro com as mesmas receitas que recebe, além de criar condições necessárias para atingir metas. Para que isso seja concreto, há um método, através de um profissional que, em pouco tempo, pode transformar a maneira como você lida com as finanças pessoais: o coaching financeiro.

Habilitado e com experiência de outros cases, um coach irá te guiar para o caminho mais sustentável de controle financeiro a partir do seu perfil. Ou seja: você continuará tendo autonomia para tomar as decisões. Entenda, abaixo, como um coaching financeiro pode te ajudar no controle de finanças – e procure um profissional sob medida para o seu caso.

Entendendo o seu perfil

A primeira e primordial orientação de qualquer coach especialista em finanças é promover a reflexão sobre a maneira que você lida com as finanças. Em outras palavras, ele te ajuda a descobrir qual é o seu perfil, o que te ajudará, já de início, a ter uma autorreflexão sobre sua gestão financeira.

Perceba: ele não parte de nenhuma dica específica, apenas pondera como você se relaciona com o dinheiro. Em alguns casos isso já é o suficiente para a pessoa entender o que sabota suas receitas e quais são as despesas que podem ser cortadas imediatamente.

Mudança de comportamento

Diferente de outros profissionais voltados especificamente ao controle das finanças, o coach te ajuda a mudar comportamentos e hábitos que podem ser nocivos a sua gestão de capital. Dessa forma, não é apenas o que sai do bolso; mas, como e porque ele sai.

Isso faz toda a diferença: muitos especialistas dão a receita sem o remédio. O coaching financeiro é um processo com etapas, onde você precisa não apenas olhar para os números, mas como você age no dia a dia com suas finanças – e o que fazer para mudar isso.

Ajuda nos objetivos

Traçar objetivos é um jeito saudável de controlar as finanças. Define-se os dias para pagar as contas sem atrasos, valores para investir, poupar e se divertir, entre outros. O coaching financeiro aproxima isso da realidade de cada um, tornando mais fácil atingir as metas.

Muitos largam os objetivos traçados porque se frustram ao, já no primeiro mês, perceberem que não conseguiram fazer o que fora pré-estabelecido. O processo de coach gera mais autoconfiança à pessoa nas finanças, sabendo do seu caso, perfil e comportamento e possibilita você se proponha metas realistas.

É um facilitador da educação financeira

Atualmente todo mundo sabe que um efetivo controle de finanças parte de um bom conhecimento sobre educação financeira. E um coach permite melhor entendimento sobre o assunto, pois é um facilitador prático.

Para quem precisa de ajuda para começar; aqueles que já estão no meio do caminho, mas querem potencializar sua gestão financeira; e até os mais avançados que buscam ter dicas preciosas para buscar novas possibilidades; todos terão, dentro de um coaching financeiro.

Avaliação e evolução

Por fim, uma característica singular de um coaching voltado às finanças: a avaliação constante do coachee (pessoa que busca o profissional) para que ele evolua nas recomendações determinadas pelo coach.

Se o controle das finanças não for efetivo, o profissional estará lá para encontrar métodos de mudar esse cenário. A evolução, ao ponto de a própria pessoa ter autonomia para controlar financeiramente sua vida, é o resultado final do coaching financeiro – e, até lá, ele estará ao seu lado para que isso se torne realidade.

Blog

Comunidade Sebrae
Magda S. do Amaral Bacicheti
Magda S. do Amaral Bacicheti Seguir

Administradora (CRA-PR n. 20-30710) Atuação nas áreas de Finanças, Gestão e Organização de Processos Empresariais. Experiências em serviços de Consultoria, Treinamento, Mentoring e Coaching.

Ler conteúdo completo
Indicados para você