[ editar artigo]

Crédito para capital de giro ajuda micro e pequenas empresas a enfrentarem crise do coronavírus

Crédito para capital de giro ajuda micro e pequenas empresas a enfrentarem crise do coronavírus

Nesta segunda-feira (23), o Banco do Brasil (BB) divulgou operações de crédito para garantir a liquidez financeira de micro e pequenas empresas nesse período de pandemia de coronavírus (COVID-19). Esses clientes poderão estender as próximas duas parcelas devidas, que serão migradas para o final do cronograma de pagamento de suas dívidas.

Além da extensão das parcelas, a incidência de juros será diluída em todo o cronograma de pagamento. As linhas contempladas utilizam recursos próprios do BB. O objetivo é garantir que as micro e pequenas empresas não precisem mexer em seus caixas para pagar empréstimos no momento, liberando recursos para garantir o pagamento de funcionários e fornecedores.

O empreendedor que deseja utilizar as medidas pode fazer a contratação diretamente no Gerenciador Financeiro. Também é possível fazer isso na agência, mas o BB aconselha o empresário a usar o canal remoto.

Para acessar o Gerenciador Financeiro em dispositivos móveis, basta instalar o aplicativo BB e acessar a opção “Acessar outra conta” e selecionar a opção “Conta Empresarial”.

A plataforma permite que você faça centenas de transações, como transferir valores para outra conta, aplicações financeiras, realizar pagamentos, liberar operações de crédito, controlar a carteira de cobrança e a agenda de cartões.

As linhas contempladas são:

  • BB Giro Digital: Ideal para empresas que faturam até R$ 1 milhão ao ano e que necessitam de uma solução simples, prática e segura para as necessidades do dia a dia;
  • BB Giro Empresa: Capital de giro feito para empresas que faturam a partir de R$ 1 milhão, apresentando condições flexíveis para o pagamento de suas obrigações;
  • BB Giro Rápido: É uma linha de crédito para apoiar a gestão do fluxo de caixa das empresas, atendendo, em uma única operação, as necessidades financeiras de capital de giro e financiamento para aquisição de bens e serviços;
  • BB Giro Cartões: O BB concede crédito de acordo com o histórico de suas vendas com cartões de crédito Visa e Mastercard, realizadas nas máquinas Cielo e Rede;
  • BB Giro Corporate: Essa é uma linha de capital de giro que se ajusta ao fluxo financeiro do seu negócio. Por exemplo, para empresas exportadoras, a linha financia a produção de bens destinados ao mercado externo;
  • BB Financiamento PJ: O BB Financiamento Pessoa Jurídica é uma linha de crédito com prazos, limites de financiamento e taxas diferenciadas, destinada às pessoas jurídicas (exceto para atividades rurais).

Coronavírus pode ter efeitos temporários na economia

No dia 6 de março, o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, afirmou que a pandemia do COVID-19 terá repercussão na economia brasileira, mas que o efeito será temporário. Ele ressaltou que economistas do Banco Central e do governo avaliaram que o surto pode ter um impacto de 0,5% no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Segundo o presidente do BB, a pandemia é grave e paralisará algumas atividades, o que criará problemas para determinados setores, mas que esse é um fenômeno temporário que o país terá que enfrentar nos próximos três ou quatro meses.

Renegociação da dívida

No início do mês, o Banco do Brasil e a Associação Comercial do Rio de Janeiro assinaram um acordo de cooperação técnica para o lançamento da campanha “Vem que Dá”, com o objetivo de negociar dívidas de micro, pequenas e médias empresas com sede no estado.

A ação conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ). Além disso, o BB também anunciou a negociação de dívidas existentes na linha de crédito BNDES PER, programa de emergência para a reconstrução de municípios afetados por desastres naturais. Os empresários com parcelas pendentes nessa linha de crédito também poderão renegociá-las por até 120 meses.

É importante salientar que este é um dinheiro para a empresa subsistir, pagar funcionários, fornecedores e manter o estoque. Medidas assim trazem liquidez e amenizam o pânico causado entre os empresários.

Agora é o momento de fazer um planejamento financeiro seguro, portanto, negocie com os seus bancos, faça uma boa planilha para verificar seus recursos, use sua reserva de segurança com inteligência e tenha paciência, que esse momento difícil irá passar!

Quer saber mais sobre dicas, alternativas e soluções para enfrentar esse desafio? Deixe nos comentários como podemos ajudá-lo e vamos, juntos, superar!

Se precisar de ajuda, nos procure nos canais digitais, agora mais do que nunca, né? Um abraço.

 

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵

WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você