[ editar artigo]

CURITIBA 328 ANOS: Atrativos da capital paranaense

CURITIBA 328 ANOS: Atrativos da capital paranaense

Neste dia 29 de março de 2021, ainda em meio a pandemia do COVID-19, Curitiba celebra seu aniversário de 328 anos. A capital paranaense – considerada a “Europa Brasileira” – é marcada por receber imigrantes alemães, polacos, ucranianos e italianos que se instalaram na cidade, ajudaram a ser o que é ela hoje, e continua se reinventando e melhorando a cada ano

Uma cidade de clima úmido e frio, repleta de parques e conhecida pela sua sustentabilidade, é também considerada a melhor capital para se viver.

Eu, Fabiana, nasci em Londrina, Paraná, mas me considero Curitibana de coração, pois minha filha nasceu aqui e – mesmo entre algumas mudanças de cidade que fiz – vivo na capital paranaense há mais de 30 anos, com muito orgulho!

E para celebrar essa idade nova, neste texto trago um compilado de informações relevantes sobre a cidade para que você possa conhecer mais ou relembrar – ou até pra você que um dia sonha morar aqui – certamente esses detalhes vão te ajudar na decisão.

 

CURITIBA – PARANÁ, RELEMBRANDO A HISTÓRIA

(informações retiradas do site da Prefeitura)

No século XVII, sua principal atividade econômica era a mineração, aliada à agricultura de subsistência. O ciclo seguinte, que perdurou pelos séculos XVIII e XIX, foi o da atividade tropeira, derivada da pecuária, e aos tropeiros se devem costumes como o fogo de chão para assar a carne e contar “causos”, a fala escandida – o sotaque leitE quentE -, o chimarrão (erva-mate com água quente, na cuia, porque os índios a utilizavam na forma de tererê, com água fria), o uso de ponchos de lã, a abertura de caminhos e a formação de povoados.

No final do século XIX, com o ciclo da erva-mate e da madeira em expansão, dois acontecimentos foram bem marcantes: a chegada em massa de imigrantes europeus e a construção da Estrada de Ferro Paranaguá-Curitiba, ligando o Litoral ao Primeiro Planalto paranaense.

Os imigrantes – europeus e de outros continentes -, ao longo do século XX, deram nova conotação ao cotidiano de Curitiba. Seus modos de ser e de fazer se incorporaram de tal maneira à cidade que hoje são bem curitibanas festas cívicas e religiosas de diversas etnias, dança, música, culinária, expressões e a memória dos antepassados. Esta é representada nos diversos memoriais da imigração, em espaços públicos como parques e bosques municipais.

A “mítica imigrante do trabalho” (observação do poeta Paulo Leminski, falecido no século passado) aliada a gestões municipais sem quebra de continuidade, acabou criando uma Curitiba planejada – e premiada internacionalmente, em gestão urbana, meio ambiente e transporte coletivo.

A capital do Estado do Paraná, formada num altiplano 934 metros acima do nível do mar, carente de marcos de paisagem oferecidos pela natureza, acabou criando suas principais referências pela ciência e pela mão humana.

No século XX, no cenário da cidade planejada, a indústria se agregou com força ao perfil econômico antes embasado nas atividades comerciais e do setor de serviços. A cidade enfrentou, especialmente nos anos 1970, a urbanização acelerada, em grande parte provocada pelas migrações do campo, oriundas da substituição da mão-de-obra agrícola pelas máquinas.

E hoje, século XXI, Curitiba enfrenta desafios de grandes metrópoles, está sendo liderada pelo atual e reeleito Prefeito Rafael Greca, onde a questão urbana é repensada sob o enfoque humanista de que a cidade é primordialmente de quem nela vive. 

 

CULTURA E TURISMO EM CURITIBA

Curitiba abriga vários espaços já consagrados como o Jardim Botânico, a Ópera de Arame, o Centro Cultural Teatro Guaíra, o Museu Oscar Niemeyer, Parque Barigui, a famosa Rua XV, Largo da Ordem, entre muitos outros. Quer fazer um tour virtual? Clique aqui neste site da Prefeitura.

Linha Turismo é uma linha de ônibus especial que passa por 26 pontos turísticos da cidade Com ela, é possível conhecer os principais parques, praças e atrações da cidade. Porém, como ainda estamos em meio à pandemia, antes de qualquer coisa, esteja atento aos decretos locais sobre o funcionamento dessa linha de ônibus, dos parques e outros setores.

Para quem quer conhecer mais da gastronomia da cidade, já apresentamos uma curiosidade. O nome da capital paranaense faz referência à comida: Curitiba quer dizer “muito pinhão”. Porém, o cardápio curitibano não se resume ao pinhão. Fruto das várias etnias que colonizaram a cidade, aqui temos o pierogi dos poloneses, o eisbein e a carne de onça dos alemães, as massas dos italianos, por exemplo, distribuídos em dez polos gastronômicos. Entre eles, Santa Felicidade, um dos mais famosos por concentrar as famílias de imigrantes italianos.

Curitiba também oferece uma vasta programação cultural: o Festival de Teatro de Curitiba, por exemplo, tornou-se referência nas artes cênicas do país e é o maior festival da América Latina. Cinemas, teatros, oficinas de música e dança fazem parte da cidade, que oferece opções presenciais e virtuais para todos os gostos e idades!

A cidade não tem praias, mas o litoral está bem perto:

  • Paranaguá/Ilha do Mel: 93 km
  • Praia do Leste: 107 km
  • Matinhos/Caiobá: 111 km 
  • Pontal do Sul: 119 km 
  • Guaratuba: 142 km

 

ATIVIDADES INDUSTRIAIS EM CURITIBA 

(informações: The Cities)

Curitiba é um centro industrial de polo diversificado, onde predominam as indústrias relacionadas à mecânica, materiais elétricos e de comunicação, produtos alimentares, material de transporte, madeira, papel, papelão, química e metalurgia.

Em 1964 tem início o Plano Preliminar de Urbanismo, que contou com o acompanhamento do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), criado para atuar na execução do plano. Ainda nos anos de 1960 discutia-se a criação de um novo espaço, capaz de abrigar o então esgotado distrito industrial Rebouças. Tais discussões, aliadas ao impulso gerado pela política nacional de descentralização industrial e pela necessidade de alterar o perfil econômico do município (basicamente agrícola), contribuíram para o lançamento, em 1973, do Projeto da Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

Atualmente, com aproximadamente 17.400 estabelecimentos e uma participação de cerca de 21% na formação do PIB municipal, as indústrias instaladas em Curitiba possuem cerca de 40% de seus estabelecimentos concentrados, além da CIC, nos bairros Boqueirão, Centro, Xaxim, Sítio Cercado, Cajuru, Água Verde, Uberaba, Pinheirinho e Portão.

Em relação à geração de emprego, essas indústrias são responsáveis pela ocupação de cerca de 100 mil postos de trabalho e possuem o maior salário médio mensal do município. Sobre as atividades exercidas, dentre as que mais empregam, sucessivamente, estão aquelas relacionadas à fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias; fabricação de produtos alimentícios; e eletricidade, gás e outras utilidades.

 

VALE DO PINHÃO

Vale do Pinhão é a denominação dada ao Ecossistema de Inovação de Curitiba. A Prefeitura de Curitiba, através da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação S/A, apoia o Vale do Pinhão através de ações sistemáticas, tornando o ecossistema como parte integrante do plano de cidade.

O ecossistema de inovação é composto por todos e quaisquer atores cujo objetivo é o desenvolvimento de inovação, como por exemplo, universidades, aceleradoras, incubadoras, fundos de investimento, centros de pesquisa & desenvolvimento, startups, movimentos culturais e criativos, a sociedade, etc. Além da Prefeitura de Curitiba, outras instituições também fomentam o ecossistema, dentre elas, a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (ASSESPRO-PARANÁ), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (SEBRAE-PR), a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (FECOMERCIO-PR).

Também fazem parte do grupo inicial de estudos do ecossistema as universidades Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a Universidade Positivo (UP) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A Prefeitura de Curitiba lançou as ações em 2017 baseado em três pilares principais: Inovação na Prefeitura, Internacionalização e Crescimento do Ecossistema, sendo ao todo 22 ações.

 

UNICÓRNIOS DE CURITIBA

Unicórnio é um apelido de mercado para empresas avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. E, até hoje, temos 2 delas na capital paranaense. O EBANX – uma fintech curitibana fundada em 2012 que oferece soluções de pagamento que conecta consumidores latino-americanos a empresas globais – foi a primeira a receber este título lá em 2019. No ano passado, 2020, foi a vez da da startup MadeiraMadeira – varejista online de bens para o lar, fundada em 2009 – se tornar a segunda empresa do gênero em Curitiba. E ainda virão muitas outras: acompanhe.

 

Esses são alguns pontos que posso destacar para dedicar o meu “Feliz Aniversário!” online para esta cidade que eu amo!

 

Fabiana Schneider

Olá, eu sou Fabiana Schneider! Mentora de Carreira e Headhunter com mais de 20 anos de experiência profissional em empresas nacional e multinacional atuando em áreas de Recrutamento e Seleção, Treinamento e Desenvolvimento, Comercial e Educação Executiva. Nos últimos anos está empreendendo através da Trilhas da Carreira atuando como Mentora de Carreira para profissionais, Headhunter para empresas, além de Expert em LinkedIn, palestrante e professora de R&S. É graduada em Administração de Empresas com MBA Executivo em Marketing, certificada DISC e Orientação Profissional. Filha de Pai TI e Mãe Professora, Mãe da Nathalia, Vó da Sienna, casada com Claudio Cercachim, maratonista, peregrina, apaixonada por pessoas e entusiasta pela tecnologia.

www.trilhasdacarreira.com.br | contato@trilhasdacarreira.com.br | Linktr.ee

Blog

Comunidade Sebrae
Fabiana Schneider
Fabiana Schneider Seguir

Olá! Sou Fabiana Schneider, Consultora de Carreira e Headhunter, empreendedora e Diretora Geral da Trilhas da Carreira | Consultoria de Carreira, além de especialista em LinkedIn, palestrante e professora de R&S.

Ler conteúdo completo
Indicados para você