[ editar artigo]

[Conteúdo com vídeo] Diferença entre investidores estratégicos e financeiros

[Conteúdo com vídeo] Diferença entre investidores estratégicos e financeiros

Para acelerar a expansão dos negócios, muitos empreendedores recorrem aos investidores a fim de obter mais capital para sua empresa. Porém, antes de buscar um investidor, é preciso entender o perfil de cada um.

Muitos empreendedores têm ótimas ideias para abrir um negócio, mas não possuem capital para isso. Para que essas ideias saiam do papel, é preciso que alguém esteja disposto em dar uma ajudinha. É aí que entra o investidor estratégico.

Um investidor estratégico é aquele que traz mais do que dinheiro à sua empresa. Por exemplo, quando você está iniciando seu negócio, esse investidor pode ajudá-lo com conhecimento, rede de relacionamentos etc. Ou seja, ele pode trazer vantagens significativas diante de outros tipos de investidores.

Geralmente, os investidores estratégicos são aqueles que têm um posicionamento de destaque no seu nicho de mercado, pois possuem experiência, conhecimento e outros tipos de recursos necessários para quem será investido. Esse investidores agregam valor ao negócio, pois além do ganho com receitas, eles possuem qualidades muito exigidas no mercado.

O que um investidor estratégico busca em uma empresa?

O investidor estratégico diferentemente do investidor financeiro  buscam algo que complemente seu negócio e, não apenas, o retorno financeiro. Muitos procuram novas empresas capacitadas e que detenham tecnologia, ou seja, parcerias que tragam inovação, mais agilidade nos processos e possibilidade de sucesso no mercado.

Esses investidores disponibilizam recursos essenciais, principalmente, para os novos modelos de negócios, como espaço físico, colaboradores capacitados para atividades, conhecimento em gestão e boas práticas, parcerias com novos mercados etc. Esses recursos permitem à empresas um crescimento rápido e lucros consideráveis.

Como vimos, os investidores estratégicos podem ultrapassar as barreiras de mercado dependentes apenas do capital. Esse tipo de investidor também auxilia os empreendedores em suas estratégias de marketing, vendas e contato com os parceiros essenciais para que o negócio se desenvolva como um todo.

É preciso salientar que em determinados casos, o investidor estratégico pode exigir prioridade em eventual compra da empresa, o que pode restringir os investimentos a longo prazo. Ou seja, a empresa pode ficar ligada a esse investidor.

E o investidor financeiro?

Normalmente, um investidor financeiro é um fundo de investimento privado que oferece capital e possibilita melhorias na gestão a fim de acelerar o retorno sobre o capital investido. Em média, esses investidores ficam como sócios da empresa por um período entre cinco a sete anos. Após esse período, muitos investidores vendem seu título a investidores estratégicos ou abrem o capital da empresa.

Os investidores financeiros possuem um perfil mais direto e objetivo dando mais suporte às questões analíticas da empresa. Como o objetivo principal desse tipo de investidor é maximizar o retorno financeiro, ele é aconselhável quando a empresa tem potencial desenvolvimento tecnológico e grande expansão comercial.

Private equity

O private equity é um fundo de investimento no qual os investidor financeiro busca investir diretamente em outras empresas ao invés de comprar ações. Esse tipo de investimento é realizado com empresas em processo de consolidação no mercado. Isso se deve ao fato do private equity ter o objetivo de preparar os empreendimentos para a abertura do capital, ser adquiridos por outras empresas  ou até mesmo se fundirem. Esse tipo de investimento visa empresas que têm alto potencial de retorno em pouco tempo.

Esses fundos são mais exigentes que os investidores estratégicos, pois investem apenas em empresas com governança corporativa, participando do Conselho de Administração e, além disso, possuem direito a voto e veto. Ou seja, também atuam nas decisões estratégicas da empresa, visando o seu crescimento. Depois que a empresa se consolida no mercado, eles saem do investimento por meio da venda ou abertura do capital .

Venture capital

O venture capital é um tipo de investimento composto por investidores e fundos de investimento de risco. Diferentemente do private equity, esse investimento é feito em empresas de pequeno e médio porte (PMEs), desde que possuam potencial de escala  e faturamento que possam ser comprovados. Essas empresas possuem possibilidades de crescimento exponencial e alto grau de risco. Startups e modelos de empresas inovadoras são as preferidas desse tipo de investimento. Além de participar do capital da empresa, o venture capital agrega valor na gestão comercial, administrativa e financeira da empresa.

Independentemente do tipo de investimento em que a sua empresa se enquadre, é fundamental fazer uma análise de indicadores e resultados a fim de possuir uma gestão eficiente.

Lembre-se de que a presença de investidores pode mudar o rumo da sua equipe, por isso é importante preparar seus colaboradores para esta nova etapa, buscando a união e cooperação de todos a fim de estabelecer um planejamento sobre todos os setores da empresa. Nesse planejamento, é essencial deixar as regras claras para manter a cultura organizacional, pois  a presença de novos investidores pode trazer diversas mudanças. Dessa forma, é possível analisar os pontos positivos e negativos e alterar positivamente o rumo da empresa.

 

 

 

 



 

Blog

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você