[ editar artigo]

Empreendedorismo Social

Empreendedorismo Social

 

Existe hoje uma maior consciência de que é preciso ter ações sustentáveis nas organizações.

Em paralelo, o avanço e progresso gerado pelas tecnologias, impacta não apenas naquilo que é relativo ao meio ambiente, mas também influencia nas relações sociais e de trabalho.

 

“O empreendedorismo social é um nome dado a um conjunto de ações empreendedoras que visam à melhoria da sociedade, onde, os empresários lançam um conjunto de medidas que podem ser ao mesmo tempo lucrativas e sociais."

 

Nesse sentido, o empreendedorismo social se caracteriza por criar um negócio que adota continuamente uma causa social, motivo pelo qual em boa medida essa modalidade de empreendedorismo vem ganhando espaço e maior destaque, principalmente nas grandes cidades.

Exemplo:
Se uma empresa destina um percentual fixo de cada venda que realiza para a manutenção de um lar de idosos, ou se uma empresa só contrata moradores de rua e pessoas em situação vulnerável; ambos estão realizando o chamado empreendedorismo social. Ou seja, não são ações pontuais, como uma campanha do agasalho, por exemplo; que tem início, meio e fim. São ações que se mantém constantes ao longo do tempo.

O empreendedorismo social é caracterizado pela criação de produtos e serviços que tem o foco principal na resolução, ou minimização de problemas em áreas como educação, violência, saúde, alimentação, meio ambiente, etc.

Mais do que obter o simples lucro, o objetivo destas empresas é gerar transformação nas comunidades em que estão inseridas. O faturamento adquirido é investido em ações que possam aumentar o impacto e promover o bem-estar do público.

É preciso ter a clareza de que empreendedores continuam criando negócios e trabalhando nas empresas tendo como objetivo principal gerar lucro. Nesse sentido, o “empreendedor social cria negócios lucrativos que resolvem problemas sociais”.

A resolução desses problemas – que está ancorada em uma maior preocupação que existe hoje em validar os avanços tecnológicos, oportunizando melhores condições de vida a todo ser humano – é aplicável em muitos setores, como:

  • Comércio Varejista;
  • Energia renovável;
  • Produção de artesanato;
  • Produção de alimentos;
  • Ocupação de terras de modo regular;
  • Reciclagem de lixo e indústrias limpas;
  • Casas de baixo custo;
  • Demandas de trabalho para portadores de deficiência;
  • Reuso da água.

O que pode levar um empreendedor a querer investir em negócios tão alternativos?

A palavra que está por trás de muitos negócios do empreendedorismo social é propósito. O gestor entende que há no seu trabalho algo que extrapola o simples ganho financeiro (lucro), e deseja contribuir de alguma maneira em benefício do próximo, como uma forma de dar retorno à sociedade.

Esse aspecto não é unanimidade entre as pessoas, e há quem diga que não é algo que se mostra positivo, pois existem diversos tipos de negócios sociais, cada um com determinada característica e presença em determinado mercado.

E você empreendedor, já pratica alguma ação de responsabilidade social em seu negócio?

Conta pra gente nos comentários!

 

Karine N. Vaudan

 

Blog

Comunidade Sebrae
Karine N. Vaudan
Karine N. Vaudan Seguir

🎓 Médica Veterinária. 📊 Esp. Planejamento e Gestão Estratégica. 🌎 " Seja a mudança que você quer ver no mundo" - Mahatma Gandhi.

Ler conteúdo completo
Indicados para você