[ editar artigo]

Ensino híbrido: O desenvolvimento de competências para o mercado de trabalho

Ensino híbrido: O desenvolvimento de competências para o mercado de trabalho

 

O ensino híbrido, também conhecido como blended learning, é uma das grandes tendências da educação, uma vez que promove a integração entre o ensino presencial e o uso da tecnologia.

A necessidade de personalizar a educação, associada a ferramentas digitais, é uma resposta ao modelo convencional, que muitas vezes é insuficiente ou ineficaz para proporcionar uma experiência completa para quem está entrando no mercado de trabalho.

Essa integração impacta a ação do professor na hora de ensinar e a forma de aprendizagem dos alunos. Para que o aluno possa ter suas competências desenvolvidas para o mercado de trabalho, o ensino híbrido deve ter um plano pedagógico bem estruturado.

Com isso, são formados profissionais híbridos que aplicam na área na qual são especialistas, conhecimentos de áreas correlatas ou afins nas quais tenham entendimento, mas não necessariamente formação. Esse tipo de funcionário consegue ter uma visão sistêmica do negócio.

Além disso, a educação se torna mais inclusiva, pois leva em consideração a diversidade humana, o ritmo e as necessidades de cada um. Essa reestruturação do modelo tradicional tem promovido acessibilidade e praticidade a todos, utilizando diferentes métodos de ensino como uma de suas ferramentas.

A busca pelo conhecimento

Para desenvolver suas competências, o profissional pode aprender por conta própria, cursos livres, especializações, MBA, EAD, ebooks, videoaulas, gamificação etc. Porém, o aprendizado também pode ser adquirido por meio de participação em eventos, workshops e palestras. Além disso, você pode ter suporte de professores, tutores, gestores e especialistas na área.

Esse tipo de funcionário integra múltiplas perspectivas na função exercida e tem um elevado potencial para conectar pontos de várias áreas. O ensino híbrido permite que o profissional tenha capacidade comportamental de combinar vários elementos, uma vez que suas funções são pontos de intersecção de conhecimentos. 

Empresas que conseguem desenvolver estrategicamente o capital humano e o conhecimento múltiplo do profissional híbrido permite que sua visão de negócio seja mais completa e estruturada, o que beneficia tanto sua área de atuação quanto às demais. Dessa forma, a organização cresce como um todo, pois maximiza recursos, promove engajamento, reduz custos e impacta de forma positiva a produtividade.

Como treinar seus colaboradores de maneira eficaz?

O ensino híbrido é ideal para revolucionar a estratégia de treinamento da sua organização, porque ele é capaz de reduzir os custos com treinamentos e alavancar o desempenho e aprendizagem dos colaboradores.

Para que essa modalidade seja realmente produtiva, é preciso escolher as ferramentas, mídias e métodos corretos. Na hora de aplicar um conteúdo é preciso ter em mente qual tecnologia ou ferramenta é mais apropriada para desenvolver determinada atividade. 

Além disso, é imprescindível avaliar o desempenho e receber o feedback dos funcionários. Essa é uma maneira de estimular o engajamento dos colaboradores, pois ele sentirá que possui um sistema de apoio interessado em seu desenvolvimento.

Para isso, você pode promover atividades colaborativas, adicionar questionários de avaliação e  promover competições saudáveis a fim de rankear o desempenho de cada um. Com isso, o funcionário pode se sentir mais motivado e você conseguirá descobrir as competências de cada participante.

Incentivar os colaboradores a compartilhar suas experiências é outra forma de desenvolver o ensino híbrido nas empresas. Assim, o conteúdo pode ser debatido, gerando uma compreensão mais aprofundada sobre o assunto. Outra vantagem  é que a aprendizagem mista fomenta o pensamento crítico e dinamiza o trabalho em equipe, aumentando a interação entre colaborador-empresa.

Resposta ao futuro do trabalho

Em um mercado cada vez mais competitivo, em que seu colega de trabalho poderá ser um robô, é necessário destacar as habilidades que apenas os humanos têm. Avaliar criticamente algumas situações para a tomada de decisões, ter consciência social e originalidade são apenas algumas das competências que serão mais valorizadas pelas empresas.

A revolução tecnológica está transformando e tornando diversas ocupações obsoletas, criando novas modalidades de trabalho e extinguindo outras. Por isso, antes de preparar as pessoas para um cargo específico que pode ser extinto com o passar dos anos, é necessário desenvolver habilidades que o ajudem a se adaptar nesse novo cenário. Ou seja, será necessário estar em constante aprendizado e solucionar problemas de forma inovadora. Por isso, o ensino híbrido pode fazer com que os futuros profissionais saiam à frente no mercado de trabalho.




 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você