[ editar artigo]

[Entrevista] Marcio Minuzzi - As lições da beleza digital

[Entrevista] Marcio Minuzzi - As lições da beleza digital

Confira a entrevista exclusiva com  com Marcio Minuzzi, diretor de E-commerce do grupo L’Oreal do Brasil e investidor-anjo de startups.

Eu adoro contar e ouvir histórias, principalmente aquelas que nos ensinam valiosas lições de vida. Ainda melhor quando podemos obter ensinamentos de como a tecnologia e a inteligência podem revolucionar uma operação, mudar o  mercado e mover o destino de lugar.

O nosso convidado contou várias histórias da sua vida pessoal e profissional, mas principalmente contou como a L’Oreal ampliou a visão de negócio da marca, de forma bastante inspiradora para o empreendedor.

1- Como é possível fazer investimentos para alcance orgânico na web e como as mídias ajudam a descobrir o público?

A definição de personas para a marca é essencial para que as empresas alcancem organicamente o público. A L'Oréal, por exemplo, vem buscando desenvolver produtos e soluções para mulheres mais jovens, pensando na prosperidade da marca, já que grande parcela dos mulheres clientes da marca são mais velhas.  

 A  ferramenta, se não fosse utilizada, não teria descoberto sobre a necessidade de buscar serviços e tecnologia que agrade outros tipos de público para a L’Oréal. Isso só foi possível por meio da obtenção de dados e estudos. Sem informação, não somos capazes de detectar possíveis erros estratégicos do plano de negócios.

2- Quais pontos devem ser analisados para criar um bom plano de negócios?

Para mim, toda e qualquer operação necessita de métricas, planejamento, definição de personas, nichos, digitalização e atenção sobre como a empresa se relaciona com seus clientes.  

3-  De acordo com o cenário do digital, qual a principal tendência que as empresas devem estar atentas?

O que é uma tendência hoje no mercado de trabalho e em qualquer tipo de empresa é a presença maciça de jovens hiperconectados, com pouca experiência, mas uma rica faculdade mental. Sábio é aquele que usa esse cenário para a mentoria reversa, fazendo com que esse jovem amplie o conhecimento dos mais experientes.

4- Como funcionam as iniciativas de mentoria reversa na L’Oréal?

As iniciativas estão empoderando os millennials a compartilharem seu conhecimento e experiências com os diretores da marca. A proposta do projeto é que os mentores apresentem conceitos de marketing digital, como Love Brand e técnicas de SEO  aos membros do Comitê Executivo da companhia. Dessa maneira, eles podem entender como essas estratégias são trabalhadas e, consequentemente, como podem influenciar positivamente o negócio.

5- Como a tecnologia está mudando a definição de beleza? Por que para a   L’Oréal a beleza e a tecnologia são uma combinação perfeita?

Novas tecnologias e serviços digitais estão fazendo o mundo da beleza se mover mais rápido do que nunca. Digital não é apenas uma transformação; é uma revolução.

A beleza é uma categoria muito visual e socialmente compartilhável, que prospera em plataformas digitais. É uma das categorias mais interessantes online, uma vez que o digital abriu as portas para um mundo de inspiração sem limites e hipnotizante. 

Dados e inteligência artificial estão abrindo novos horizontes para personalização e customização. Ao equipar nossos sites, pontos de venda e aplicativos com esses serviços, estamos criando um relacionamento ainda mais íntimo com nossas consumidoras.

Adquirimos nossa primeira empresa de tecnologia em 2018, a ModiFace , líder em realidade aumentada e inteligência artificial com sede em Toronto, cuja tecnologia de IA e AR está abrindo caminho para  ensaios de maquiagem ,  ensaios de cor de cabelo, diagnósticos de cuidados com a pele com IA e  consultas de beleza online.

Além do ModiFace, nossas equipes digitais permanecem atentas a novas startups e tecnologias, graças às nossas inúmeras parcerias com incubadoras, aceleradoras, fundos de investimento (Partech, Founders Factory, Station F, BOLD), além de parceiros estratégicos como o Google, Facebook, Amazon, Alibaba e Tencent.

 Para a L’Oréal, a distância entre beleza e tecnologia está diminuindo rapidamente, e estamos determinados a ser pioneiros neste novo mundo da tecnologia da beleza.

6- A revolução digital está mudando profundamente o relacionamento do Grupo com os seus clientes. Como a L’Oréal está se preparando para isso?

A revolução digital está no centro das mudanças na indústria da beleza e reforçar sua expertise digital é essencial para a L’Oréal. O grupo está bem preparado para essas mudanças globais, principalmente, no comportamento dos consumidores, pois os dados obtidos são baseados no seu estilo de vida. Isso também está provocando uma proliferação de canais de comunicação, incluindo as mídias sociais.

Novas prioridades e oportunidades estão emergindo, nos forçando a rever as estratégias e os investimentos das marcas em mídia para dar lugar a recursos digitais. 

O e-commerce está oferecendo possibilidades jamais imaginadas que precisam ser aproveitadas. Ou seja, a experiência do consumidor está mudando. Hoje, as marcas precisam ser omnichannel.

7- O mercado da terceira idade está cada vez mais ativo, poderoso e conectado. Qual o papel das marcas ao acompanharem essas mudanças?

O  consumidor mais velho tem interesse em todo tipo de produto e serviço. A L’Oréal, inclusive, aponta em  em seu relatório anual como esse grupo tem uma crescente e importante participação no mercado de cosméticos, principalmente, quando se trata  de produtos específicos para a idade. Isso de deve ao fato dessas pessoas precisarem de cuidados e rotinas especiais com a pele. 

Do outro lado, as empresas precisam conhecer esse nicho de mercado para desenvolver produtos adequados às necessidades dele e também devem saber como se comunicar com esse consumidor.

Acredito que as empresas que querem se conectar com essas pessoas, precisam elaborar personas que melhor reflitam seus consumidores. Além disso, devem adotar estratégia de relacionamento cada vez mais duradouras com seus clientes.

 8-  Para finalizar, qual a sua dica para quem está iniciando no mercado das startups?

É aconselhável para aqueles que buscam esse mercado que iniciem com quem já está rodando. O  mercado tem olhado bastante para a 3ª idade, mas ainda está fazendo pouco. Sendo assim, esse é o nicho bastante interessante de atuação e de desenvolvimento de soluções. 

Nesse contexto, as lideranças femininas, que também são tendências do futuro, olharão mais para esse público. E uma mentalidade de crescimento já se faz presente em personalização e customização. Inclusive, para qualquer tipo de cliente, feedback e experiência do cliente são essenciais hoje em dia.

Por fim, acrescento a frase de Aristóteles que faz muito sentido para mim: “Onde meus talentos e paixões encontram as necessidades do mundo é o meu lugar”!

 

 





 

 

 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você