[ editar artigo]

Está tudo bem por aí?

Está tudo bem por aí?

Você está com dificuldades para lidar com as suas próprias emoções?

Fala-se muito em inteligência emocional nesse momento que estamos vivendo. Porém, para entender sobre inteligência emocional é preciso entender sobre emoções. 

O que é uma emoção para você? Reflita...

Para muitas pessoas, inclusive para você, emoção é o que sentimos. Certo?

Bom, vamos supor que você está em um ortopedista e ele resolve bater em seu joelho com um martelo de reflexos, involuntariamente, você vai ter um reflexo patelar. Isso é uma emoção? Não! Ou talvez, não seja apenas isso. 

Emoção é um processo automático do nosso cérebro, é uma maneira eficiente que o nosso organismo tem de nos mover a uma ação diante de uma determinada situação. É algo que acontece em fração de milésimos de segundos. Portanto, não é possível controlar. 

Então, o que é inteligência emocional?

Muitas pessoas pensam que é o controle das emoções e através do exemplo do martelo de reflexos, é possível entender que não se pode controlar as emoções. Pelo menos não diretamente. É possível controlar certos comportamentos e esses comportamentos farão com que ocorra uma alteração emocional. 

O distanciamento social tem afetado negativamente as nossas emoções. Encarar toda essa situação pode nos levar a crises, que se bem administradas, podem se transformar em oportunidades de crescimento. Foram listados alguns comportamentos que podem lhe auxiliar a passar por esse momento de forma mais leve. São eles:

1) Ficamos mais fortes quando enfrentamos obstáculos: Não se autossabote. Para deixar de ser seu próprio inimigo(a) você deve trabalhar sua autoestima, definir novas metas e estratégias. O método SMART, que fornece critérios na definição de objetivos é eficaz nisso. 

2) Dê pequenos passos todos os dias: Procure desacelerar, a rotina muitas vezes, causa correria e falta de atenção, mas o que importa realmente é estar inteiro em tudo que for fazer.

3) Seja gentil: Tenha a certeza que todos de uma forma ou outra, estão passando por momentos de frustração, descontar sua raiva no outro não é a melhor forma de passar por esse momento. Precisamos uns dos outros e a gentileza faz com que os relacionamentos sejam menos ríspidos e mais agregadores.

4) Você está indo bem, acredite em você: Treine o relaxamento e a respiração profunda se possível, somente dois minutos de uma dessas técnicas é suficiente para o seu corpo se acalmar e colocar os pensamentos no lugar. Aliás, os pensamentos tem forte influência em nossa vida, sejam eles, positivos ou negativos.

5) Pegue leve com você: A auto cobrança quando feita de forma negativa gera sensação de fracasso. Mesmo em situações complexas é preciso ter compreensão consigo mesmo. Quando a auto cobrança diminui o estresse também diminui, sobra mais energia para você fazer o que precisa ser feito e você deixa de ficar cego para o que já conquistou.

6) Você terá a vista da montanha que  quer subir: Nossa vida pessoal e profissional pode ser comparada a uma escalada, cheia de obstáculos. Mas como você reage diante desses obstáculos? Você segue ou desiste? Quem te motiva a continuar? Quem te desmotiva? Lembre-se você escolhe o caminho e a distância que quer percorrer, a vida é feita de escolhas. Escale a montanha, aprecie a vista, confie em você, no seu potencial e na sua jornada.

Você é capaz! Tenha certeza que nos momentos mais difíceis é quando mais aprendemos e mais criamos novas oportunidades. 

Blog

Comunidade Sebrae
Diogo Macenhan
Diogo Macenhan Seguir

Administrador, pós-graduado em Gestão de Pessoas com Coaching, consultor de negócios, especialista em MEG - Modelo de Excelência em Gestão, planejamento estratégico, inovação e metodologias ágeis. Palestrante e professor apaixonado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você