[ editar artigo]

Inclusão digital para negócios tradicionais

Inclusão digital para negócios tradicionais

5 passos simples para inovar na sua empresa
 

Muitos empreendedores não sabem por onde começar a integração digital do seu negócio. Seja por falta de conhecimento das possibilidades, de tempo para dar atenção ao assunto ou até mesmo por ainda não ter percebido a real necessidade de inovar.

É preciso ter em mente que a transformação digital é um caminho sem volta, o modelo de negócio tem que migrar para um formato mais conectado e atualizado. E o interessante é que isso pode ser mais fácil do que você imagina.

Confira a seguir 5 passos que você pode colocar em prática sem grandes investimentos de recursos e sem mudar a essência da sua empresa:

  1. Faça uma análise do cenário atual
    O primeiro passo é realizar uma análise do momento presente e pensar na sua empresa a partir de algumas perguntas básicas:

    a. Negócios similares ao meu ou concorrentes já estão informatizados? (estão usando sistemas de gestão, controle financeiro, entre outros)

    b. Os meus clientes sentem falta de algo e mencionam com frequência? (ex. máquina de cartão, acesso a Wi-fi no seu estabelecimento, um Whatsapp para se comunicar com a empresa)

    c. Eu ou alguém da minha equipe conhece algo sobre marketing digital? (já leram sobre o assunto, assistiram algum vídeo a respeito, realizaram algum curso)
     

  2. Estimule novas ideias
    Os empreendedores não precisam resolver tudo sozinhos, podem contar com a ajuda de sua equipe, amigos, clientes ou consultores. Busque pessoas para conversar e marque uma reunião para coletar todas essas ideias (brainstorming).  Criamos para você um mini-guia para conduzir um encontro perfeito para gerar novas ideias.

    Imprima esse material, assim as chances dessa conversa render boas soluções serão maiores:

  3. Descubra como facilitar os processos

    Os processos manuais são muito comuns em pequenos negócios. Pedidos anotados à mão, agenda de papel, contatos dos clientes espalhados em diferentes bloquinhos. Se você se identificou com esse cenário, podemos pensar em uma forma de melhorar isso.

    O argumento de que você é sozinho não pode ser usado aqui. Pode ser, justamente, a falta de método que está impedindo o seu crescimento. Pense em como seria bom ter o controle exato do seu estoque, ter acesso de onde estiver à sua agenda para poder dar um rápido retorno para um cliente.

    Deixar tudo informatizado e documentado é um dos primeiros passos para quem deseja ampliar o seu negócio.

  4. Inicie a presença digital da sua marca

    Muitos negócios perdem oportunidades por não terem um site, uma página no Facebook, um perfil no Instagram ou um contato de comunicação via WhatsApp.

    Quer alguns bons motivos para iniciar esse processo?

    • Ampliar o número de pessoas que conhecem o negócio: é possível fazer anúncios na sua região de atuação e segmentar por gênero, faixa etária e interesses.

    • Mostrar como a sua empresa pode ser uma boa alternativa: se você contar para as pessoas como e quais problemas seu negócio resolve, pode atrair mais clientes.

    • Fidelizar os clientes através de recompra: o famoso quem não é visto não é lembrado. Mantenha-se na mente dos seus clientes, mostrando as novidades, realizando promoções.

    • Compartilhar os seus diferenciais: conte nas redes o que torna sua empresa diferente, se é o processo artesanal, a escolha de materiais, a experiência no segmento, etc...

    Precisa saber mais sobre esse assunto? Clique aqui e conheça o EAD sobre Marketing Digital para o empreendedor do Sebrae. 
     
  5. Planeje a implementação das mudanças

Mudanças, por mais simples que sejam, precisam de dedicação e alguns recursos. Disponibilizamos para você um modelo de quadro para te ajudar a definir suas prioridades de inovação.

Projeto: é a ação que você pretende implementar. Por exemplo: ter um Whatsapp exclusivo da empresa, disponibilizar Wi-fi para os seus clientes, informatizar sua lista de contatos colocando em uma planilha ou sistema, criar suas redes sociais...

Período: é o prazo estimado para iniciar e terminar a tarefa. É importantíssimo ter prazos realistas.

Custos: é tudo que você precisa investir, seja na contratação de algum profissional terceirizado, na aquisição de um equipamento ou no valor de um curso de capacitação.

Envolvidos: cite as pessoas, empresas que são responsáveis e quais suas exatas responsabilidades no projeto.

Monitoramento/comentários: esse é um espaço para você anotar como está o andamento, se está tudo como planejado ou foi necessário realizar algum ajuste.

Lembre-se que você pode contar com o SEBRAE para auxiliar você. Entre em contato por um de nossos canais:

Um abraço e até a próxima! 

Comunidade Sebrae
Franciele Fernanda Dulla de Souza
Franciele Fernanda Dulla de Souza Seguir

Formada em administração, especialista em marketing e Customer Success. Sou consultora no Sebrae Paraná e organizadora do Meetup CS Brasil.

Ler matéria completa
Indicados para você