[ editar artigo]

Influencer: como ganhar a vida dando boas dicas! (conteúdo com vídeo)

Influencer: como ganhar a vida dando boas dicas! (conteúdo com vídeo)

No conteúdo anterior, eu contei pra vocês que trabalhar como digital influencer é ser um empreendedor, que além de executar o seu ofício de encontrar e divulgar boas referências, também atua de forma empreendedora na sua operação. Como é o caso da Mariah Luz do “O que fazer Curitiba", que além de suprir sua própria demanda ao criar canal, tornou-se empresária e hoje possui uma equipe voltada ao trabalho da influencer. Desde o início, Mariah criou uma agência para fazer o dinheiro girar prestando o serviço nas redes sociais dos clientes. Hoje, o negócio, que começou com recomendações, cresceu e virou até produto off-line com o “Tour O que fazer Curitiba”.

Desse case podemos tirar grandes proveitos empreendedores e dicas para as operações de gestão. Ao decidir criar um negócio, o empreendedor deve planejar e buscar alternativas para os cenários que podem surgir. Nesse caso, em específico, a influencer trabalhou com a possibilidade do tempo em angariar seguidores e clientes no canal, por isso que uma pesquisa de mercado pode ser tão eficaz na jornada da operação.

Além do planejamento e da diversificação da atuação, a estratégia vem sendo essencial para o “O que fazer Curitiba”, algo que também pode ser uma inspiração para outros modelos de negócios. A influencer dá um passo de cada vez de forma muito organizada. Ao divulgar um local ou um cliente, ela procura o caminho que mais se aproxima do que ela acredita, de produtos que usaria e de marcas que a agradam ou que gostaria de ter. Sendo assim, nem sempre todas as empresas, marcas, produtos ou serviços servirão para o seu público. No caso da influencer, por exemplo, que rompeu um paradigma na área de gastronomia, mas também atua com moda e beleza, pode não ser tão interessante divulgar algo fora do seu universo, mesmo com cachê.

Para isso, as perguntas que ficam são: Você acredita nessa marca? Você usaria esse produto se fosse adquiri-lo? Você vestiria esse modelo de blusa? Você se identifica com o propósito dessa empresa? Se a resposta for sim, você saberá que seu público poderá curtir o post da sua rede social. É por isso que muitos dos seus amigos curtem posts de fotografias suas com sua família, frases de impacto, fotos dos filhos e comentários. O mesmo acontece com quem faz isso profissionalmente. Quando é postado alguma informação ou dica que tem a ver com o público, o engajamento é certo!

Nesses casos, ter cuidado com a influência e a credibilidade é essencial para o sucesso do canal. Copiar algo que você viu pode fazer sentido para quem escreve o post, mas não tanto para quem o lê. Dessa forma, as suas experiências são muitos mais interessantes para o público que a vivência do outro. Mesmo que não seja uma grande novidade, o post que você escreveu terá mais impacto dos seus seguidores que um post replicado. Vale, portanto, divulgar por conta própria algo legal, mesmo sem receber pelo post. O produto precisa conversar com a sua proposta e não fechar parceria apenas para ter giro de capital.

Por fim, é importante ressaltar que o trabalho de um influencer não é fácil, nem rápido e nem pontual. O tempo inteiro surgem insights de trabalho, a dedicação é total e o sucesso é uma consequência que não para quando o job finaliza. A maturação do negócio é um desafio recorrente, que requer empenho, esforço, constante apreço e uma busca intensa por informação. Eu sempre digo que a diferença entre as pessoas está no nível de informação que elas têm sobre determinados assuntos. No caso dos digital influencers, obter a informação certa para o público que combina com ela é o modelo ideal para influenciar.

Assista mais essas dicas da Mariah Luz:


Confira também abaixo o conteúdo anterior!
 

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades da Comunidade Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você