[ editar artigo]

{ASSISTA AOS VÍDEOS} Mercado de eventos, em ascensão, pode ser realizado por MEI

{ASSISTA AOS VÍDEOS} Mercado de eventos, em ascensão, pode ser realizado por MEI

Você sabia que diversas produções de eventos podem ser realizadas por um MEI? Isso mesmo. Grande parte dos serviços de organização, produção e promoção de feiras e eventos possuem o CNAE permitido em lei para ser executado formalmente por um microempreendedor. A exceção é para eventos culturais e esportivos. Clique AQUI e confira a lista completa de atividades permitidas.

Sejam as festas infantis, de família, confraternização de final de ano da empresa, lançamentos de marcas, casamentos, churras dos amigos, palestras empresariais, baladas itinerantes ou grandes shows, o mercado de eventos é uma grande oportunidade de negócios para os empreendedores. Isso porque o brasileiro tem em sua cultura a comemoração, seja por união, por marketing, por socializar ou até mesmo por recompensa própria.


Números

Um rede imensa de serviços e mão de obra é movimentada em cada evento realizado, tais como transporte, alimentação, equipamentos, decoração, entre outros. O setor movimenta mais de 4% do PIB por ano no Brasil. Uma pesquisa feita pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), aponta que 77,3% dos profissionais esperam crescer as vendas até dezembro. A demanda por eventos crescerá entre 5% e 10% em 2019, de acordo com o relatório Meetings & Events Future Trends. 

Além de ser uma ótima oportunidade para serviços, o segmento de produtos e tecnologia no setor também cresce. Exemplos são reconhecimento facial, automação de convites, vendas on-line, audiovisual, controle de acessos e divulgação.


Neste mês de fevereiro, período marcado pelo início da temporada de eventos, iremos te mostrar alguns aspectos desse setor que mais cresce no Brasil por diferentes ângulos.

Três monstros do setor mostram seus trabalhos, que podem ser vistos nos vídeos abaixo, e dão dicas de como atuar nesse ramo. Além disso, eles também contarão as dores da profissão, as oportunidades de mercado e o que consideram essencial para desempenhar bem a produção de um evento.

Ilse Lambach, especialista em eventos sociais e corporativos, com marca própria, é conhecida pelo refinamento e elegância na realização de cerimônias. 

Kahoê Mudry, a frente da marca Buddies ‘n Beers, que realiza festas itinerantes para jovens de Curitiba e tem como foco principal explorar as atrações locais da cidade com criatividade e descontração.

E Patrick Cornelsen, sócio da Planeta BrasilUsina 5 e a frente da concessão da Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba, além de ser especialista em grandes eventos como shows.
 

Essas feras da produção de eventos, cada um atuando em tipos específicos de acontecimentos, serão nossos mentores em algumas dessas valiosas dicas. Iremos dividir esse material em conteúdos para você, nosso leitor da Comunidade Sebrae, acompanhar com mais detalhes essas informações.

Também consultamos outros especialistas que irão nos dar novos parâmetros e amplitude desse mercado, que emprega formalmente cada vez mais pessoas, gera renda e movimenta a economia. 

Quer saber mais? Nos próximos dias teremos mais novidades do mercado de produção de eventos para você. Fique ligado aqui na Comunidade Sebrae e receba informações quentes. Se você tem algum conteúdo para compartilhar com a gente, publique aqui na plataforma, que é aberta e colaborativa. 

 

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades da Comunidade Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você