[ editar artigo]

Mudanças estratégicas para os players da saúde

Mudanças estratégicas para os players da saúde

Prevemos uma era de mudanças e oportunidades sem precedentes. Novos modelos de negócios incorporarão esses arquétipos e redefinirão o cenário da saúde. As organizações devem escolher onde desejam jogar nesses arquétipos. Por exemplo:

Hospitais e sistemas de saúde. O hospital de cuidados intensivos não servirá mais como o centro de gravidade. Em vez disso, o centro de gravidade neste novo sistema será o consumidor / paciente. As organizações que desejam desempenhar um papel na prestação de cuidados devem determinar como podem expandir seus pontos de acesso para se aproximarem - fisicamente e digitalmente - de seus clientes. Os profissionais de saúde também devem encontrar maneiras de diminuir os custos de entrega para manter as margens. As estratégias de curto prazo podem incluir a habilitação do autoatendimento do paciente, a criação de mais soluções de saúde remotas e virtuais, a digitalização e o gerenciamento avançado da população.

Planos de saúde. Os planos de saúde provavelmente desenvolverão novos modelos de negócios que vão além do processamento de solicitações/demandas e se concentrarão no bem-estar dos membros, de acordo com o relatório da Deloitte sobre pesquisas de planos de saúde para o amanhã. Espera-se que os planos de saúde se tornem bancos de dados, mecanismos de ciência e insight e / ou construtores de infraestrutura de dados e plataformas. Usando a riqueza de dados que eles possuem, os planos de saúde podem desenvolver novos fluxos de receita com base em informações do consumidor, monetização de dados, iniciativas de saúde da população e ofertas personalizadas.

Empresas de Equipamentos Médicos (Medical Devices): Um foco crescente na prevenção e intervenção precoce - combinado com os avanços nos biossensores e na tecnologia digital - pode criar novas oportunidades para as empresas de tecnologia médica. Mas eles podem não ser capazes de tirar proveito dessas oportunidades por conta própria. Nos próximos dois anos, mais de 80% das empresas de tecnologia médica esperam colaborar com organizações de fora do setor da saúde, de acordo com uma pesquisa do Deloitte Center for Health Solutions e da AdvaMed.

Indústrias Farmacêuticas: As empresas biofarmacêuticas devem desenvolver terapias sob medida para curar doenças em vez de tratar sintomas. Os preços de medicamentos individuais podem subir à medida que as terapias se tornam mais eficazes e aplicadas em populações mais direcionadas. No entanto, os gastos gerais com medicamentos podem diminuir à medida que o volume unitário diminui. A intervenção precoce avançada e a adesão aprimorada também podem ajudar a garantir a eficácia dessas novas terapias.

Texto Adaptado e traduzido de: Batra, N.; Betts, D., Davis, S. (2019). Forces of Change: The future of health. Deloitte Insights, 1-14.

Blog

Comunidade Sebrae
Elizandra Severgnini
Elizandra Severgnini Seguir

Doutora em Administração pela Universidade Federal do Paraná. Mestra em Contabilidade pela Universidade Estadual de Maringá. Especialista em Controladoria e Gestão Financeira e Bacharel em Administração pela Unipar.

Ler conteúdo completo
Indicados para você