[ editar artigo]

O que é BPO financeiro ❓

O que é BPO financeiro ❓

Cuidar das contas da empresa é uma das principais obrigações de todo empreendedor. Para fazer isso de forma profissional algumas empresas têm recorrido ao BPO financeiro.

Mas o que é isso? Neste artigo nós iremos explicar o que é este conceito, como ele
funciona para as pequenas empresas e quais os benefícios do BPO financeiro para o empreendedor.

Business Process Outsourcing (BPO)


O BPO diz respeito à terceirização de processos de um negócio. No caso do BPO financeiro, significa a terceirização do processo de gestão financeira. Nele, uma empresa contábil passa a assumir responsabilidades do setor financeiro do empreendimento de seu cliente.

Dependendo da estrutura, do porte e perfil da empresa o BPO financeiro pode ser uma ótima opção. Por exemplo, se a empresa não possui alguém com expertise financeira para assumir essa função ou o processo adotado está apresentando falhas e não há profissionais com o conhecimento técnico para resolver os problemas. Além disso, o BPO financeiro pode substituir e otimizar o controle financeiro que é feito manualmente.

Resumidamente, o BPO é considerado um fator diferencial no mundo dos negócios. A contabilidade consultiva está crescendo cada vez mais no mercado, pois fornece à empresa tanto serviços da conformidade legal quanto os referentes à gestão do negócio.

Para quem presta o serviço, os benefícios são muitos. O serviço prestado permite ao consultor ter bons ganhos financeiros. Além disso, lidar com o controle financeiro da empresa do cliente pode trazer a você um bom domínio dos processos internos, podendo gerar um valor agregado aos serviços.

Aplicação prática do BPO Financeiro


Os serviços envolvidos no BPO podem incluir diferentes etapas, dependendo das necessidades da empresa.

O BPO financeiro pode auxiliar na gestão de contas a pagar e receber, por exemplo. A rotina do pagamento de contas inclui o lançamento das dívidas na plataforma financeira, por exemplo, o agendamento no internet banking. Já contas a receber inclui os serviços de emissão de notas fiscais e boletos bancários.

Outra função muito comum do BPO financeiro é a conciliação bancária. São realizados levantamentos diários de todas as movimentações e rotinas financeiras do negócio do cliente a fim de garantir que o fluxo de caixa esteja de acordo com o que consta no banco, por exemplo.

A gestão da documentação também pode ser realizada por meio do BPO financeiro a fim de garantir um maior controle desse setor. A prática pode incluir serviços de auditoria e arquivamento de toda a documentação financeira existente.

Como posso incluir o BPO financeiro na cartela de serviços da empresa contábil?


Primeiramente, é recomendável utilizar uma plataforma de gestão financeira. Escolha a que oferece ferramentas que contribuam para as principais atividades, como controle financeiro, automatização da emissão de notas fiscais e boletos, importação de extratos bancários etc. Essa é uma maneira simples de se manter o custo-benefício.

Também é importante que a empresa contábil tenha um profissional responsável para fazer a conciliação bancária, elaboração do fluxo de caixa, contas a pagar e receber, gestão de indicadores, análise de crédito e emissão de documentos fiscais. A dominação da gestão financeira da empresa possibilitará ao profissional responsável a capacitação desses serviços e, consequentemente, ele poderá aplicá-lo para futuros clientes e treinamento de novas pessoas.

Após o domínio da empresa sobre a oferta do serviço, é hora de definir o processo de venda. Para isso, é importante mapear os processos da rotina financeira, treinar a equipe, definir suas etapas e ferramentas a serem utilizadas. Além disso, é possível criar mecanismos de padronização das atividades a fim de possíveis melhorias.

Acertar no público-alvo é uma excelente dica para incluir o BPO na cartela de serviços. Geralmente, empresas prestadoras de serviço de pequeno porte são as que utilizam o BPO financeiro. Isso se deve ao fato de empresas maiores, do comércio ou indústria exigirem que o setor financeiro se envolva também em atividades administrativas e operacionais mais complexas, o que pode gerar problemas operacionais nesses serviços remotos. Empresas de grande porte que querem reduzir custos podem reorganizar suas tarefas e delegar atividades para uma empresa terceirizada, por exemplo.

Exemplificando, empresas que estão engatinhando no mundo dos negócios devem dar muita atenção ao relacionamento com os clientes e à qualidade dos produtos, certo? Nesta fase, manter um BPO, ou seja, delegar o acompanhamento das finanças da empresa a um especialista nem sempre é possível, pois a disponibilidade de capital pode estar reduzida.

É importante conhecer as alternativas que existem e colocá-las na balança para descobrir se elas podem aumentar a produtividade da sua empresa e reduzir os custos. Para isso, separamos as principais diferenças em BPO, consultoria e assessoria!

Consultoria
Na consultoria, a prestação do serviço equivale a um aconselhamento sobre determinado assunto. Por exemplo, quando a empresa contrata um consultor financeiro, ele até pode analisar e dar dicas sobre diversos, porém, ele não irá se envolver de forma prática. Ele apenas dará um norte, seja por meio de treinamentos ou palestras a fim de alinhar a empresa às tendências de mercado.

Assessoria
Nessa modalidade, o assessor fornece auxílio técnico à empresa, como o desenvolvimento de um projeto até a sua execução. Na assessoria, é realizado um levantamento sobre o estado financeiro e econômico da empresa, por meio de uma Análise Swot, a fim de identificar ameaças, fraquezas, oportunidades e forças. Ou seja, a assessoria é realizada a longo prazo.

BPO
No BPO, ocorre a terceirização dos processos de negócios. Por exemplo, a empresa pode contratar o outsourcing de controladoria que visa assumir as rotinas operacionais, burocráticas e financeiras de uma empresa, definindo seus processos de forma clara e objetiva.

Agora que você sabe as principais diferenças entre as três modalidades, que tal optar pelo BPO financeiro para aumentar a eficiência e melhoria contínua na execução dos processos, proporcionando maior flexibilidade interna à sua empresa?

Gostou do artigo? Então comente abaixo se você aderiu ao BPO financeiro 🙂

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail

Blog

Comunidade Sebrae
Sebrae Paraná
Sebrae Paraná Seguir

Especialista em Pequenos Negócios - Atendimento ao Cliente | Marketing | Marketing Digital | Finanças | Gestão | Empreendedorismo | Comunicação | Inovação

Ler conteúdo completo
Indicados para você