[ editar artigo]

Oportunidade: pets ganham mais serviços e produtos

Oportunidade: pets ganham mais serviços e produtos

Está aí um segmento que não para de crescer no Brasil e no mundo. Além de ultrapassar a casa dos 132 mil animais domésticos no país (IBGE), eles já têm uma associação da indústria de produtos específicos, blogs, creches, hotéis para humanos e bares pet friedly, e centenas de milhares de serviços e produtos.

Esses bichinhos ganham cada vez mais conforto e facilidades, também para seus donos. Afinal, se você ainda não foi convencido por essas ‘carinhas’, vai ser, com toda a certeza. Na casa da minha família, por exemplo, eles são chamados de filhos, saem nas fotos, estão nas redes sociais e invadiram nossos corações de carinho.

Assim como na minha casa, a artista plástica Cecília Bastos também foi convencida pelo seu Shitzu ‘Buck’ a destinar um lugar especial no seu coração para ele. E não apenas isso, a designer viu no seu pet uma oportunidade de faturar, já que o segmento de produtos para os animais de estimação ocupa o 3º lugar no ranking brasileiro (Abinpet).


Veja que o Buck fez com a Cecília. Ele foi inspiração para a linha de cerâmica pet da artista. Sua história chamou minha atenção porque assim como ela, muitas pessoas passam por inúmeras dúvidas profissionais em relação aos produtos feitos à mão. O seu talento para as artes foi formalizado e hoje ela desenvolve diversas peças dessa arte milenar, com exclusividade, design, utilidade e funcionalidade.

Entre as peças criadas por ela estão potes personalizados para cães e gatos, que ela já comercializou na sua página da web, instagram, petshops parceiros e clínicas veterinárias. O sucesso do produto é porque além de ser durável e bonito, é também ecológico e respeita o meio ambiente. Formada em Ciências Biológicas, Cecília busca unir a sua criatividade às causas ambientais.


A artista desenvolve também outros materiais como luminárias, utensílios e joias, onde as etapas da produção possuem um cuidado e importância redobrados com o meio ambiente. Este casamento é retratado em cada criação e traduz a linguagem da natureza para suas peças, inspiradas pelo movimento da vida.

 

Feito de pet para pets

O mercado vem desenvolvendo soluções e já demonstra também a abertura para produtos funcionais e decorativos. À prova de pets e feitos de garrafas pet, a Maiori Casa desenvolveu uma linha de tapetes outdoor, pensando em quem tem bicho de estimação e quer decorar a área externa sem dó de estragar rapidamente o produto. Vendidos exclusivamente em Curitiba na Oslo Design, eles são feitos à mão, de fácil lavagem e manutenção, reciclados e recicláveis, assim como a cerâmica da Cecília Bastos. Ambos os produtos têm em comum a preocupação com o meio ambiente, além de fomentar o segmento.

 

Serviços

Assim como os espaços Kids, já estão sendo desenvolvidos locais públicos de convivência pet friendly e aplicativos de babás de cães e gatos. Esses são serviços onde o dono do bichinho procura um cuidador temporário enquanto estiver impossibilitado de estar com o animal. Cuidadores independentes já estão sendo muito requisitados para a mesma função.

Minha vizinha Ellen Lange cuida de cães e gatos para diversos donos nesse modelo. Além de gerar renda, a cuidadora confessa que sua casa ficou muito mais alegre depois que os pets entraram na sua vida.


Nas áreas comerciais, a loja 10 Pasteis do Batel possui um espaço pet, assim como o Bar Menina Zen. Nos shoppings Mueller e Curitiba, os animais de pequeno porte são bem-vindos em carrinhos de passeio. E o Novotel de Curitiba também pode hospedar você e o seu bichinhos de estimação.

E você, tem também algum serviço ou produto para essas fofurinhas? Conhece soluções para ajudar as pessoas e os empreendedores? Então, conte para toda a Comunidade Sebrae!

 

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades da Comunidade Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você