[ editar artigo]

Oportunidades para ambulantes autônomos

Oportunidades para ambulantes autônomos

Conheça mais sobre novos mercados para ambulantes autônomos e formalização

Você sabia que o setor dos pequenos negócios está cada vez mais amplo e fortalece também o segmento dos ambulantes autônomos? A categoria que, além de fazer parte do Micro Empreendedorismo Individual no Brasil, também ganha novas ferramentas, que oferecem mais oportunidades de trabalho, com criatividade.

Nos últimos anos, principalmente desde 2016, com o crescimento de desemprego formal no Brasil, grande parte desses profissionais sem colocação migrou para o trabalho por conta própria. Desses, outra grande parcela se recolocou como empreendedor de pequenos negócios como o mercado de ambulantes autônomos.

A criatividade é algo que vem surpreendendo o consumidor e gerando mais possibilidades de trabalho. Você com certeza já se deparou com mais opções do comércio ambulante nas esquinas da sua cidade. Além de balas, carregadores de celulares, panos de prato, brinquedos, as ruas mais movimentadas e os pontos de maior circulação de pessoas é destino para a instalação dos profissionais com carrinhos de alimentos.

Entretanto, é preciso conhecer o que pode ser ofertado e como conseguir a licença para o trabalho, além de candidatar ao MEI. O mês de março fechou com mais de 8,1 milhões de MEI’s e entre as categorias com maior número de registros nos últimos meses estão a promoção de vendas e fornecimento de alimentos.

Atualmente, são mais de 500 atividades permitidas para o registro de MEI e, em 2019, o programa completa 10 anos no Brasil.

Ambulantes: Como formalizar seu negócio?

A profissão de Vendedor Ambulante de Produtos Alimentícios Independe está enquadrada no MEI – Micro Empreendedor Individual. Essa pode ser a atividade principal, sendo que é possível registrar até 15 ocupações para suas atividades secundárias, as quais serão vinculadas ao código de Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE. Saiba mais em http://www.portaldoempreendedor.gov.br

 

Ambulantes: Licença e legalização

Tanto a venda dos produtos como o local e o tipo de produto precisam ser licenciados para garantir a segurança da população e do ambulante. O comércio ambulante é regulado pela lei 6407/1983. A obtenção da licença está sujeita ao tipo de produto comercializado, que precisa ter a origem legalizada bem como sua manipulação no caso de alimentos. Os produtos precisam ter origem comprovada e, em caso de alimentos e cosméticos, é necessário cuidado especial de Vigilância Sanitária. O cadastro para exercício da atividade é gratuito e pode ser feito na Rua da Cidadania da Matriz, na Praça Rui Barbosa, em Curitiba.

Ambulantes: Carrinhos de alimentos e produtos

Com o crescimento da procura pelo empreendedorismo ambulante, o mercado fornecedor também se aperfeiçoou e hoje oferece uma gama bem maior de produtos e carrinhos que vão além das pipocas, churros e cachorro-quente. Inclusive, nessas mesmas opções, o profissional encontra opções mais modernos e com mais tecnologia e design.

A Warm, por exemplo, é uma fornecedora de carrinhos e máquinas para venda ambulante de alimentos, tais como chopp, espetinho, térmicos, sorvete, água de côco, crepes e outros. A empresa cresceu nos últimos anos devido a expansão do profissional autônomo e comércio ambulante. Com um modelo de negócio em que o profissional pode ir pagando a compra do carrinho com o dinheiro das suas vendas, houve aumento da procura, o que gera mais oportunidades de trabalho ao ambulante e gira a economia do país. A marca oferece alternativas bastante criativas e modernas, e hoje já está em diversos continentes.

Outras opções para os profissionais são os carrinhos que viram quiosques e os veículos que viram lojas e lanchonetes. Atualmente, os mercados abertos de polos gastronômicos possuem contêineres e food trucks fixos, mas há também aqueles que são itinerantes para atender eventos, feiras e shows. Além de alimentos, os ambulantes comercializam roupas, acessórios, cosméticos, artigos específicos de acordo com o evento onde estão, e até plantas.
 

Blog

Comunidade Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista e conteudista!

Ler conteúdo completo
Indicados para você