[ editar artigo]

LEGENDA ESCRITA vs LEGENDA EM LIBRAS - Como tornar o seu conteúdo acessível

LEGENDA ESCRITA vs LEGENDA EM LIBRAS - Como tornar o seu conteúdo acessível

Por que trocar a legenda escrita pela legenda em libras para tornar um vídeo, curso ou conteúdo acessível?

Bom, vamos lá!

Inicialmente não sou surda e não posso falar pelos surdos, mas depois de muitos anos convivendo e trabalhando com a comunidade surda, além dos inúmeros relatos e situações vivenciadas, entendi que sim, a melhor opção para muitos surdos é a LEGENDA EM LIBRAS.

Ah... mas então é "para muitos" e não "para todos"?

Sim! É isso mesmo. Porque nem sempre conseguiremos ser 100% acessíveis em todos os públicos em todos os conteúdos e produções que fizermos. Mas devemos alcançar o maior número possível de pessoas. Inclusive isso é assunto para outro artigo aqui, aguarde!

Mas então, por que trocar a legenda escrita pela legenda em Libras se eu quiser tornar o meu conteúdo acessível para a comunidade surda?

Simplesmente pela língua de sinais ser a língua do sujeito surdo.

Muitos surdos chegam na fase de alfabetização e até mesmo de aprendizagem de uma língua (como forma de comunicação) com atrasos (isso é assunto pra vários artigos, que iremos falando aos poucos aqui), então nem mesmo aprendem a SUA LÍNGUA, a língua de sinais no momento correto. Imagina aprenderem fluentemente uma segunda língua.

Pra exemplificar, apenas um pouco, pense que a maioria dos surdos (que não ouvem, ou que ouvem parcialmente) nascem em famílias ouvintes (que ouvem).

Ouvintes são falantes usuário da língua portuguesa na modalidade oral auditiva.

 por isso se comunicam com esse novo membro que chegou na sua casa da maneira que lhes é convencional: falando! Mas este sujeito por não ouvir, não compreende as falar, estímulos e interações.

Pode parecer estranho, mas demora um certo tempo para muitas famílias notarem que aquele novo membro é surdo. Então continuam com seu ritmo normal de comunicação.

Quando percebem algo diferente, pode ter passado anos. Sim, às vezes até 5 ou 6 anos - pra não assustá-los ainda mais com os casos que conheço. E todo o tempo foi um atraso linguístico para esse sujeito.

Ou seja, ele não aprendeu a língua dele - a língua de sinais, sua língua natural – na modalidade visual espacial) e nem mesmo aprendeu o português. Então ele precisa de uma forma de comunicação compreensível - que é a língua de sinais - para depois passar a aprender o português. Por isso, exatamente, é que a legenda escrita não será de tanta serventia como muitos pensam!

E também não estou falando que isso não é possível, que ele não irá aprender o português. Não, pelo contrário é muito possível que surdos aprendam a ler e escrever o português tão bem quanto qualquer ouvinte. A questão aqui está no estímulo.

E pelo fato deles receberam mais estímulos na língua de sinais, a sua língua de conforto e natural, a língua com o qual conseguem absorver informações, com certeza entenderão com mais facilidade um conteúdo novo quando este estiver pensado para sua língua e cultura.

Conseguiu entender um pouco? Ficou com alguma dúvida? Deixa seu feedback do texto que continuo a escrever sobre!

 

Instagram: blablablalibras

 

Blog

Comunidade Sebrae
Vanessa Paula Rizzotto
Vanessa Paula Rizzotto Seguir

Eu me chamo Vanessa Paula Rizzotto, sou tradutora e intérprete de Libras a mais de 12 anos, sócia e proprietária do @blablablalibras e ajudo infoprodutores tornar seu conteúdo digital acessível para a comunidade surda através da Libras.

Ler conteúdo completo
Indicados para você