[ editar artigo]

Preocupado com o desemprego? Talvez seja a hora de empreender.

Preocupado com o desemprego? Talvez seja a hora de empreender.

Devido aos momentos de crise que o Brasil enfrentou nos últimos anos, uma das grandes consequências foi o aumento da taxa de desemprego, que de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, chegou a 13,7% no primeiro trimestre de 2017, sendo esta a maior taxa desde 2012.

Atualmente o IBGE divulgou que segundo a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios Contínua – PNAD, a taxa de desemprego teve queda, fechando o primeiro semestre de 2019 em 11,8%. 

Mesmo diante desta melhora, o cenário brasileiro ainda conta com 12,6 milhões de desempregados. Estes são reflexos que a economia vem sofrendo com a recessão.

Entre outras transformações que o país vem passando, o ambiente de negócios também sofre alterações de forma bastante veloz, mexendo inclusive com a natureza do trabalho e o perfil do trabalhador.

Diante dessas adversidades, inevitavelmente muitas pessoas ficam fora do mercado, e com isso o trabalho formal vem perdendo espaço para as atividades liberais.

Segundo o site O Globo as frequentes demissões levaram os profissionais a procurarem por “bicos” para garantir a renda, e com isso temos a tendência por trabalhos por hora e local flexíveis.

De acordo com a pesquisa Mercado Freelancer 2017, 77,3% dos brasileiros já atuam como freelancers e com isso também é possível compreender o número crescente de formalização de empresas, que de acordo com pesquisas do Sebrae chegou a 8 milhões no Brasil.

Além das consequências da crise se trata de uma tendência de mercado. Segundo a GEM - GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR 2018, 33% dos brasileiros tem o sonho de ter seu próprio negócio, este é o quarto sonho mais citado na pesquisa ficando 4 posições a frente do sonho de “fazer carreia numa empresa”.

Se você leitor está preocupado com este cenário e quer colocar em prática aquele seu sonho de empreender, conte conosco!

Será um prazer participar desta nova e importante etapa.

Para escolher a melhor atividade para empreender é importante identificar quais são suas áreas de habilidade, conhecimento e aptidão. Além disso é importante que a atividade escolhida esteja alinhada com seus propósitos pessoais.

Mas apenas isso não basta, é preciso ver um bom potencial de mercado, fazer pesquisas e muito planejamento antes de qualquer investimento.

Contar com a ajuda do Sebrae neste momento é essencial para reduzir seus riscos. Ter o auxílio de um profissional na hora de criar um plano de negócios e principalmente no momento de analisar a viabilidade financeira da sua ideia te dará mais segurança.

Blog

Ler conteúdo completo
Indicados para você