[ editar artigo]

Produtividade: como manter o desempenho no home office?

Produtividade: como manter o desempenho no home office?

Com a atual pandemia do novo coronavírus (Covid-19) muitas empresas se adaptaram a um novo modelo de trabalho: o home office. Trata-se de um escritório em que os colaboradores executam as suas atividades de forma remota, ou seja, de casa. 

Embora o conceito tenha ganhado força com a situação atual do país, o home office é uma modalidade que cresceu muito nos últimos anos. Dessa forma, estima-se que até o final de 2020, 90% das empresas adotem alguma atividade a distância. 

No entanto, existe uma série de dúvidas que permeiam os profissionais que nunca exerceram esse modelo de trabalho, principalmente a seguinte: como manter o desempenho e a produtividade no home office? 

Para auxiliar os profissionais adeptos ao home office, separamos neste post 5 dicas valiosas para manter a produtividade mesmo com o atual cenário do país. Nele, você aprenderá a tornar o seu home office eficiente. Boa leitura!

1. Defina o local de trabalho

O primeiro passo para tornar o seu home office produtivo é definir o local de trabalho. Aliás, é preciso ter em mente que trabalhar em qualquer espaço da casa não funciona. Por isso, é fundamental escolher um ambiente silencioso, calmo e confortável. 

Além disso, é preciso que o espaço conte com todos os equipamentos necessários, como: mesa, cadeira, computador, uma boa internet, e também não se esqueça de verificar o seu sensor de temperatura e umidade.

Vale ressaltar que é necessário manter distância da televisão e dos familiares durante o expediente de trabalho, pois assim, você tem concentração para executar as suas atividades. 

2. Estabeleça horários

Claro, é impossível falar de home office e não mencionar a flexibilidade de horário. No entanto, isso não significa que as tarefas pessoais irão dominar a sua rotina. Por isso, é fundamental estabelecer um período de trabalho. 

Nesse sentido, é interessante pensar como no ambiente corporativo: é preciso um horário de começo e término das atividades, mesmo aquelas mais simples, como o planejamento de novas versões de porca gaiola, por exemplo.

Além do mais, busque conversar com o supervisor para definir o melhor período de trabalho e, no caso de autônomo, defina a sua jornada. 

3. Não trabalhe de pijama

Pode parecer que não, mas o pijama influencia, significativamente, na sua produtividade. Inclusive, esse cuidado faz com que o seu cérebro entenda que o seu horário de trabalho está começando. 

Portanto, antes de iniciar a sua jornada, cuida dos aspectos pessoais: tome banho, escolha uma roupa confortável e adequada, escove o cabelo e desfrute de um café da manhã rico em nutrientes e vitaminas. 

4. Faça um cronograma

A organização é um elemento imprescindível para a produtividade do seu home office. Nesse sentido, o alinhamento entre as tarefas diárias e os prazos devem ser fatores constantes. 

Portanto, ao criar uma lista com as suas atividades, dê preferência a aquelas que são mais importantes ou urgentes. E, quando o trabalho for presencial, como realizar um serviço de solda, estipule um planejamento com antecedência.

5. Estipule horários para as pausas

Engana-se quem pensa durante o período de trabalho não é necessário realizar algumas pausas. Afinal, é comum se distrair, mas é preciso agir com cautela para que isso não interfira na sua produtividade. 

Dessa forma, faça um planejamento bem elaborado estipulando momentos do dia para realizar intervalos e dedicar o seu tempo para alguma distração - acessar as redes sociais, acompanhar as notícias, conversas com os amigos, entre outras opções. 

Por fim, é importante ressaltar que qualquer tipo de mudança exige um período para adaptação. Por isso, tenha paciência, mantenha o controle e dedique-se às atividades! E aí, gostou do nosso post?

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Blog

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você