[ editar artigo]

QUERO LUCRO JÁ!

QUERO LUCRO JÁ!

Será que você está passando por isso? Abriu a empresa e já quer obter um lucro, ou já está fazendo retiradas para cobrir o investimento inicial?

Busco neste texto, ressaltar a necessidade de saber identificar o momento empresarial certo da lucratividade real.

Nós seres humanos, temos fases na vida que são divididas em infância, adolescência, maturidade e velhice cada qual obedecendo seus ciclos individuais.

As empresas também tem seus ciclos, pois são consideradas organismos vivos porque nascem, crescem e podem morrer. Seus ciclos de vida são semelhantes a nós seres vivos. São definidos em introdução, nascimento, maturidade e declínio.

Após a introdução que vem a ser a abertura propriamente da empresa com suas obrigações legais, estruturação física, humanas e divulgação.

Passa um período de conhecimento empresarial, ao qual o empreendedor inicia sua jornada de entender e aprender como funciona o seu negócio. Pode demorar certo tempo, porém jamais nesse momento devesse fazer retiradas para si.

É o momento que o capital de giro deve ser usado, mapeando todo o processo, utilizando os indicadores de resultado por área para saber como o negócio está se comportando dentro de sua expectativa. Até chegar esse momento, a empresa não está preparada para gerar retorno para o empreendedor. Está começando sua fase de maturação, na maioria dos casos vem após os 2 anos de vida da empresa.

Chegando nesta fase de maturação, a empresa passou seu ciclo, teste de sobrevivência, começa a traçar suas estratégias para assegurar sua estabilidade, melhorar seu aprimoramento, seguir para o crescimento e atingir a lucratividade esperada a cada ano de vida.

Para saber se já conseguiu atingir o retorno esperado no investimento, é necessário primeiramente identificar o ponto de equilíbrio do negócio, isto é (o momento que os resultados esperados pagam as despesas).

Segundo momento, projetar o ROI do negócio (Retorno sobre o investimento), isto é: o ganho obtido – quantia gasta com investimento.

Terceiro passo; entender a diferença entre lucratividade e rentabilidade da empresa.

Lucratividade - referente aos ganhos obtidos com as vendas, este indicador mostra o quanto está obtendo de receita – menos as despesas e custos fixos.

Rentabilidade – retorno sobre o investimento realizado, este indicador demonstra se o negócio está sendo prospero ou não.

Agora que tem mais informações a respeito, qual sua resposta à pergunta inicial? 

Blog

Comunidade Sebrae
Paulo Santos
Paulo Santos Seguir

Formado em administração de empresas, especialização em gestão de negócios imobiliários, perito avaliador, gestor predial e orientador empresarial.

Ler conteúdo completo
Indicados para você