[ editar artigo]

Familiar ou em Processos - Qual é a sua Gestão?

Familiar ou em Processos - Qual é a sua Gestão?

No Brasil, empreender por necessidade ainda é uma realidade comum, onde a família se une em busca de alternativas para sobreviver em momentos difíceis, mas, com a prosperidade também vem a necessidade de se organizar.

Vale destacar que gerir em formato familiar, não necessariamente, significa que o negócio é composto por integrantes de uma família, mas, nos referimos com esse termo quando a gestão não segue padrões, quando exceções são constantes e não há processos definidos, cada um realiza, baseado com o que acha importante ou pelo seu próprio interesse.

Outro ponto que abordamos é que deixar a gestão familiar, não significa que abandona ações humanizadas, mas que insere diretrizes de qualidade. 

Deixa de ser feito a ação de culpar pessoas por desvios ocorridos, para que possamos observar e melhorar o processo.

Quando os negócios crescem rápido e não são trabalhados seus alicerces de maneira natural, muitas vezes, se adota um perfil de gestão familiar, onde:

Se administra de maneira verticalizada, desde o planejamento até o controle dos trabalhos, centralizando-os;

Há desalinhamento entre estratégico, tático e operacional;

O foco está em cargo e não em responsabilidades;

Há excesso de chefias e carência de ações que geram resultados;

Há excesso de supervisão de trabalho;

Há excesso de setores e departamentos;

Cada um faz sua tarefa, sem questionar;

Status é mais importante que solução;

O Processo é preso em pessoas;

Há demora e dificuldade na tomada de decisão;

Existe uma dificuldade de saber o que fazer e, quando fazer e, por quem deve ser feito;

Poucos fazem muito, muitos fazem pouco;

O ambiente é propício para o perfil “PUXA SACO”;

Dificuldade no processo de aprendizado institucional;

Dificuldade de autonomia diversificada;

Dificuldade em treinar;

Identificam falhas de forma tardia, muitas vezes por reclamações excessivas de clientes;

Não investigam causas de problemas, apenas tratativas pontuais.

Como disse Gart Capote, para gerir baseando-se em processos é preciso...

Identificar, desenhar, executar, documentar, medir, monitorar, controlar e melhorar processos de negócio, automatizados ou não, para alcançar resultados consistentes e alinhados a objetivos estratégicos da organização.

O primeiro passo, é identificar o processo do seu negócio, com a definição clara da sua proposta de valor e como, será a entrega a seus clientes.

Entender o grau A GESTÃO que se ESTÁ  governando.

Sua equipe é governada pelos acontecimentos? Os processos estão sob controle ou fora de controle?

A aceleração de negócio exige um padrão na gestão, um método organizado, indiferente dos níveis de trabalho, que permite replicar e confiar para facilitar na tomada de decisão e, principalmente a expansão.

Por isso, você que busca alçar voos mais altos neste ano, adote a Gestão baseada em Processos.

 

Blog

Ler conteúdo completo
Indicados para você