[ editar artigo]

Tempo para viver ou viver sem tempo?

Tempo para viver ou viver sem tempo?
E se não voltássemos ao “normal”? E se continuássemos assim como estamos, em ritmo desacelerado?

Como resposta para estes questionamentos muitos poderiam dizer que isso não seria possível. Eu proponho uma reflexão, pois se foi possível em questão de pouco tempo paralisarmos as nossas funções e reduzirmos o nosso ritmo, será que não podemos adequar e assim continuar vivendo.

Neste tempo de pandemia, muitas pessoas encontraram dentro da própria casa uma felicidade que antes não sabiam que existiam. A vida corrida e agitada não deixava que prestassem atenção nas atividades que lhe cercavam e poderiam lhes fazer felizes. Momentos simples tornaram-se horas de lazer, atividades foram reinventadas, descobertas, recriadas, tudo pelo TEMPO em que lhes foi dado!

 

Muitos não prestavam atenção nos pequenos detalhes, como a beleza e grandeza do pôr do sol e a tão sagrada refeição com a família. As profissionais, empresárias e batalhadoras mulheres que também são Mães puderam enfim dividir seu tempo com trabalho reduzido ou home office e os cuidados de sua casa, de seus filhos e de lhes preparar uma bela refeição, atividades que não lhe diminuem valor profissional, ao contrário, lhes proporciona momentos felizes, os quais lhe carregam as energias para ter mais força e coragem na sua profissão. Os pais podem, enfim, serem Pais, com tempo para educar, amar, e não simplesmente manterem seus filhos em escolas bem pagas!

Muitas famílias estão aproveitando desse tempo, fazendo uma bela e importante divisão com o trabalho. Então, será que no final de tudo isso, não seja o momento em que devemos aprender que mais importante que trabalhar é viver? E que devemos viver muito mais do que sermos escravos dos horários e do nosso trabalho?

 

Antes não podíamos ficar em casa, não tínhamos tempo para almoçar juntos, em família. Fazer a tarefa com um filho era praticamente impossível. Hoje um vírus, nos obrigou a olhar a felicidade e a vida por um outro ângulo, e se você ainda não olhou por esse lado, se você ainda não analisou por esse ângulo, acredito que você está perdendo tempo, agora realmente você está atrasado.

Experimente olhar a vida nova que esse vírus está te proporcionando. Experimente ver o que você tem ao redor e quanto tempo você perdeu por não dar o devido tempo para isso, os detalhes, as pequenas coisas. Não podemos voltar ao normal. E acredito que aqueles que já viram essa vida nova, definitivamente não querem voltar ao normal.

Pense bem, você quer voltar totalmente ao seu ritmo? E deixar para trás essa “nova” felicidade que você está descobrindo? Será que mesmo vale a pena voltar ao “normal”? 

Claro que você deve estar se perguntando sobre a vida financeira, lhe respondo com a afirmação de que se todos trabalhassem com horário reduzido, a vida financeira ficaria "normal".

No meio dessa pandemia tenho certeza que uma lição ao final de tudo isso vai ficar, fomos obrigados a diminuir esse ritmo acelerado, esse compasso que não acompanha as batidas do nosso coração e a aprender a trabalhar menos e viver mais. Então, talvez a dica deste vírus é TER TEMPO PRA VIVER para não continuar a VIVER SEM TEMPO, como antes fazíamos. É, talvez, realmente não devemos voltar a nossa vida "normal". 

Por isso deixo essa reflexão para você ,que tirou um tempo e esta lendo este artigo agora:

O que vale mais para você é ter tempo para viver, ou viver sem tempo?

Blog

Ler conteúdo completo
Indicados para você