[ editar artigo]

Vender - nossa missão de todo dia, com ou sem crise!

Vender - nossa missão de todo dia, com ou sem crise!

Se você é empresário ou empreendedor, de pequeno, médio ou grande porte, vai entender do que estou falando. 

De nada vale ter o melhor produto do mundo, se não há ninguém que queira comprá-lo!

Mas como o consumidor se decide por uma compra?

O cérebro humano entende como necessidade: 

1) obter satisfação ou 2) Fugir da dor.

Primeira dica: o seu produto tem que resolver uma destas duas coisas, caso contrário, não haverá a venda. Perceber o que dá satisfação ao cliente ou o que resolve a dor que ele sente, é o primeiro passo para que você venda.

Mesmo agora em época de isolamento, se você perceber exatamente o que traz satisfação ou o que irá eliminar a dor do cliente, você vai continuar a vender. Ainda que seja de uma forma diferente daquela que está acostumado.

É certo que não existe fórmula mágica e nem receita de bolo para fazer as coisas darem certo, mas tenho observado empresas e empresários ao longo da minha vida profissional e desta vivência, consigo extrair algumas lições importantes, que queria dividir com você. 

Entenda o seu cliente e suas necessidades 

  • Isso é o que deve ser feito sempre, principalmente agora, com as restrições que estamos acompanhando. O que vinha funcionando pode não ser possível agora. Pergunta de ouro: Como eu posso produzir o que o meu cliente quer e entregar da forma que ele precisa?

Automatize os processos

  • Tanto quanto for possível para as atividades, digamos, mais mecânicas. Deixe seu time, principalmente os seus colaboradores de alta performance livres para pensar, para se relacionar com o cliente e criar valor.

Não desperdice recursos!

Existem ferramentas gratuitas que podem facilitar muito o trabalho, em especial aos times que estão em home office.

Marketing 

  • Analise com cuidado os cortes de custo que precisará fazer neste momento. Qual o possível impacto de “zerar” os investimentos de marketing? Fazer-se conhecido e criar um relacionamento com o cliente, ajuda muito, eu diria até decisivamente nas vendas. Sabe aquela história “Quem não é visto, não é lembrado?  É muito verdadeira. Qual será o investimento possível? Só você pode responder. Também aqui existem as opções gratuitas. Pesquise e defina a melhor alternativa. Não esqueça: a missão é conseguir o máximo possível, com o investimento possível.

Metas e métricas 

  • É preciso criar metas e objetivos para a área de vendas (alinhadas às metas e objetivos do negócio em si e do que é possível agora) e mensurar os resultados.  Para vendas, para custos, para melhoria de processos, para tudo. Como saber se está funcionando ou gerando o resultado que se quer, sem definir o que se quer e medir se está chegando lá?

Duas verdades importantes aqui:

1) Dá trabalho, mas vale a pena.

2) Achismo não combina com empresário. 

Custo de vendas: Desconhecimento e descontrole não são opções

As suas decisões devem ocorrer com base em informações: Analise sempre. Aqui entram publicidade, equipe de vendas, comissões praticadas, ferramentas de automação, tudo o que estiver relacionado ao seu esforço de vendas. Tudo isso custa – às vezes, muito! 

Se você ainda não tem, é hora de ter tudo na ponta do lápis, para fazer o seu dinheiro render mais. Pense um pouco: o seu esforço de venda é proporcional ao resultado? Avalie e defina como otimizar cada centavo.

Não tenha medo de mudanças 

Crises fazem sofrer, mas também nos fazem crescer. Quem sabe não encontramos jeitos melhores de fazer as coisas, por pura necessidade?  O copo está meio cheio, acredite nisso!

 

 Acesse nosso Link.

https://innovareline.com.br/gestao-empresarial/vender-nossa-missao-de-todo-dia-com-ou-sem-crise/

Blog

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você