[ editar artigo]

Você sabe o que, de fato, é propósito?

Você sabe o que, de fato, é propósito?

Esqueça todos aqueles projetos pontuais de responsabilidade social, ambiental e cultural. Não, de maneira alguma meu objetivo é desmerecer tais ações. Sem dúvida, todos contribuem para que tenhamos uma sociedade e um mundo melhor. Diria até que é obrigação para qualquer instituição, da multinacional ao empreendedor que está iniciando, pensar na gestão do negócio de maneira que vá além do produto, serviço e lucro.

O problema é que, como afirma a Kantar Consulting, uma das mais renomadas consultorias de negócios do mundo, propósito tem se tornado uma buzzword extremamente mal compreendida e mal utilizada pelas empresas.

Propósito não é projeto, com início, meio e fim. Propósito não é ação pontual, por mais nobre e agregadora que seja. Propósito não é filantropia ou doação.

Posto isso, o que, de fato, é propósito?

Antes de trazer meus argumentos, um fato: as empresas estão sob os holofotes como nunca antes. Seus clientes não estão apenas tomando decisões com base nos pontos fortes do seu produto ou preço. Eles agora estão avaliando o gap entre o que sua marca diz que faz e o que ela realmente faz. Aliás, não apenas “o que” ela faz, mas principalmente “como” e “por quê”.

Vamos utilizar a Apple como exemplo. Seus diferenciais não estão no “o que” a marca produz, até porque seus principais concorrentes fazem as mesmas coisas. Agora, quando analisamos a marca sob o ponto de vista de “como” ela faz, rapidamente associamos aos elementos inconfundíveis de design. Mas você já percebeu o que está por trás de tudo o que a marca desenvolve? Uma ideia central sólida, que permeia a organização como um todo, dos funcionários aos fãs: a vontade de desafiar o status quo e pensar diferente.

Especialmente para você, empreendedor: entenda propósito como a ferramenta suprema de gestão do seu negócio. Independentemente da sua área de atuação, pense comigo: se você não está rodeado por dezenas de concorrentes, certamente estará em breve. Seu produto ou serviço possui características inovadoras? Ótimo! Mas por quanto tempo?

Ter um propósito nada mais é do que buscar diferenciação de maneira estratégica e sustentável. É pensar não apenas no “que você faz” – até porque é bem possível que muitos por aí pensem da mesma maneira. Você já refletiu sobre a razão de existir do negócio? Que impacto você quer causar na sociedade a partir da sua atuação como pessoa e marca?

Propósito não é sobre ganhar dinheiro. Isso é resultado. Pense na diferença que você quer fazer na vida das pessoas e não apenas no seu produto ou serviço.

É bem provável que suas chances de diferenciação e sucesso sejam maiores.

Blog

Comunidade Sebrae
Juliano Ughini
Juliano Ughini Seguir

Dynamic, results-oriented leader with 15+ years of hands-on experience in brand management.

Ler conteúdo completo
Indicados para você