[ editar artigo]

As tecnologias para a transformação digital estão ai. Mas você sabe por onde começar?

As tecnologias para a transformação digital estão ai. Mas você sabe por onde começar?

Antes de responder esta pergunta, é importante entender o que é Transformação Digital, termo atualmente muito utilizado em todos os segmentos. Segundo o Wikipedia: ‘’Transformação Digital pode ser definida como um fenômeno que incorpora o uso da tecnologia digital às soluções de problemas tradicionais. Assim, abrange mudanças procedurais em diversos âmbitos de uma sociedade, isto é, essa transformação modifica o paradigma da utilização da tecnologia.’’

Hector Felipe Cabral, especialista em Transformação Digital e Inteligência Digital, diria que

‘’Transformação Digital não é sobre tecnologia, mas sim como as pessoas se relacionam com outras pessoas usando a tecnologia para mudar processos e gerar melhores resultados’’.

A tecnologia é um meio de facilitar e minimizar riscos dentro de qualquer operação e é essencial que as pessoas envolvidas neste processo entendam o seu papel e o da tecnologia no TODO. Como o termo Transformação Digital pode ser aplicado em diferentes segmentos, o foco aqui vai ser a construção civil e seus desafios enfrentados no dia a dia.

E quais seriam hoje os diferentes problemas enfrentados pelas construtoras? Vamos refletir em todas as etapas do processo de uma obra: ela se inicia na escolha do terreno, avaliando as características do solo,  verificando se é propício para a construção ou se será necessária alguma intervenção como compactação; além disso é possível analisar a posição em relação ao sol para entender o seu relevo. Outros detalhes importantes como a infraestrutura sanitária, o fornecimento de água e de energia elétrica, além da localização em relação a zonas comerciais – farmácias, padarias, supermercados e afins, que devem ser levados em consideração.

Para o estudo inicial do terreno, tradicionalmente um topógrafo é contratado e ele deverá fornecer informações sobre as medidas do terreno, as diferenças de níveis, a inclinação e o nivelamento da área. Pode-se considerar que se o estudo não for realizado de forma precisa e condizente com a realidade, maiores problemas aparecerão apenas durante a execução, o que poderia INVIABILIZAR a obra. Portanto, essa é uma etapa crucial para o desenvolvimento de qualquer empreendimento. Sendo assim, a tecnologia se torna a melhor arma quando se pensa em construção, pois ela vai amenizar a maioria dos riscos envolvidos na prospecção de um terreno.

O primeiro passo para a transformação digital é a digitalização da operação, onde utilizam-se ferramentas de captura de realidade que irão ‘’captar’’ a realidade e transferi-la para o meio digital. Para isso é importante um software que vai processar e armazenar os dados que foram capturados e gerados por ferramentas como drones, câmeras 360, laser scan. É importante ressaltar que, embora o interesse da construtora neste primeiro momento seja apenas uma avaliação do terreno, essas ferramentas entregarão muito mais dados e informações igualmente importantes para TODAS AS ETAPAS do processo de construção.

A transformação digital não é apenas o processo de inclusão da tecnologia, pois ela envolve pessoas e exige o comprometimento delas na mudança cultural da empresa. Apesar do esforço, os ganhos a longo prazo serão enormes, pois as reduções de custos e os riscos operacionais serão amenizados ou até excluídos. E já que estamos falando em pessoas, o topógrafo também aproveita dessa tecnologia para obter informações mais detalhadas da área e de forma mais rápida, diminuindo o tempo do trabalho em campo e fazendo com que a empresa tenha acesso a essas informações armazenadas para consultas a qualquer tempo. Tempo, que é preciso, caro e escasso.

Após a avaliação do terreno é necessário o desenvolvimento do projeto arquitetônico e seus complementares. Com os dados digitalizados e armazenados, o projeto será mais assertivo em relação as informações do terreno, tendo um grande impacto na fase de execução. Com as aprovações dos projetos junto aos órgãos competentes, inicia-se as fases de execução: preparação do espaço, limpeza do terreno, montagem do canteiro e barracão de obras, serviços de terraplenagem, etc. Nesse momento também será importante realizar um acompanhamento de drone para a captura de dados. Você se lembra da primeira etapa, quando digitalizamos o terreno, na prospecção/avaliação? Naquele momento já realizamos o planejamento de corte/aterro e sabemos exatamente a quantidade de terra que deverá ser realizada! Agora poderemos acompanhar essas informações na prática. Quanto será que economizamos e minimizamos de problemas no cronograma da obra com aquele primeiro voo?

O processo de Transformação Digital deve ser realizado por etapas e a primeira é a digitalização de toda a operação da construtora, que se inicia na prospecção e viabilidade do terreno e se finda com o empreendimento pronto e entregue. Mencionei neste primeiro artigo as etapas iniciais e fundamentais para a construção, no próximo artigo vamos falar de integração de softwares, a segunda etapa do processo de transformação digital.

CONSTRUTECH - Tecnologias da construção civil e inovações para o mercado imobiliário.

Ler conteúdo completo
Indicados para você