[ editar artigo]

Analfabetos Emocionais

Analfabetos Emocionais

Em plena era digital, reconhecer, nominar as emoções e ser capaz de expressá-las de forma adequada e produtiva está “prá lá” de ser essencial para que possamos manter relações humanizadas.

Uma pessoa é considerada analfabeta emocional quando ela é incapaz de reconhecer e compreender as emoções em si mesma e nos outros, o termo surgiu na década de 70 pelo psicoterapeuta Claude Steiner.

A alfabetização que é o processo de aprendizagem onde se desenvolve a habilidade de ler, escrever e expressar corretamente por meio de palavras, ocorre na escola, porém o mesmo não ocorre com tal intensidade ao se tratar das emoções.  Para que a alfabetização emocional ocorra é necessário investir em autoconhecimento, e neste campo, estamos tateando ainda com a implementação das diretrizes da BNCC (base nacional comum curricular).

As emoções estão presentes na vida humana desde a fase intrauterina e, segundo Eric Berne, médico e psiquiatra, 5 são consideradas as emoções básicas: alegria, afeto, tristeza, raiva e o medo. A forma como lidamos com essas emoções demonstra nossa capacidade de gerenciá-las e o desenvolvimento da inteligência emocional.

Todos sentimos essas emoções em nossa vida, o importante é como as expressamos; de forma produtiva ou improdutiva. Confira os sinais mais comuns de analfabetismo emocional:

Provavelmente você se reconheceu em algumas situações acima, e agora deve estar pensando o que fazer para aumentar a sua inteligência emocional para ser uma referência positiva para seus estudantes.

Vou compartilhar uma “dica de mentora” para que você possa aumentar sua consciência sobre suas emoções e como você pode, de forma saudável, reconhecer, aceitar e gerenciar como deseja manifestá-las em comportamentos mais produtivos:

O primeiro passo é definir o que quer mudar. Para isso pense em seus comportamentos, na forma como expressa suas emoções e encontre uma que seja inadequada e que gostaria de transformar.

Vamos usar como exemplo um comportamento reativo: Quero me afetar menos emocionalmente com minha raiva a ponto de “explodir” com alguém.

O segundo passo é refletir sobre os ganhos e as perdas deste comportamento:

  1. O quanto esse comportamento tem afetado negativamente seus relacionamentos?
  2. O que está custando (emocionalmente) para você não ter o comportamento desejado hoje?
  3. Qual é o seu maior desafio nesta situação?
  4.  Se você não fizer nada a respeito qual impacto disso no futuro?
  5. O que está te impedindo a buscar e ter o novo comportamento? Onde estão as suas limitações
  6. O que você poderia fazer agora para mover-se em direção ao comportamento desejado?

O terceiro passo é definir quais ações você pode tomar para minimizar os efeitos de seu comportamento ou como pode substituir o comportamento atual por um novo, mais produtivo, e implementá-la.

  1. De hoje até  --/--/-- , qual será sua ação sobre os ganhos e as perdas deste comportamento:

O quarto passo é avaliar o seu desempenho em relação ao resultado pretendido.

  1. Você implantou as ações que disse que iria fazer?
  2. Qual o próximo passo que você quer dar?
  3. Que situações ainda são desafiadoras para você?

E o quinto passo é celebrar sua conquista.

Reconheça os avanços, mesmo que pequenos. Lembre-se de que um reforço positivo aumenta os níveis de autoconfiança e fornece “combustível” para manter sua inspiração e motivação para fazer ainda mais.

Saboreie suas conquistas, agindo assim você terá a consciência da sua força e irá frutificar os esforços, atraindo recursos necessários e aliados visíveis e invisíveis, principalmente quando compartilhamos.

Gostou do artigo? Comente abaixo e compartilhe com seus amigos.

 

Desafios da Educação

Comunidade Sebrae
Indakéia Marisol Lima
Indakéia Marisol Lima Seguir

Apaixonada por educação. Mentora, Coach, palestrante e empreendedora. Atua com Educação Empreendedora e protagonismo juvenil. Educadora pela paz e formação em contação de histórias terapêuticas. Prêmio Ozires Silva em educação empreendedora.

Ler conteúdo completo
Indicados para você