[ editar artigo]

As relações interpessoais na Educação.

As relações interpessoais na Educação.

As relações interpessoais na educação: um aprendizado para todos.

Duas pesquisas, uma da Universidade do Tenneesse nos Estados Unidos e outra no Reino Unido compravam: o principal fator relacionado à qualidade da Educação é o professor. Professores afetivos, que interagem bem com os alunos são capazes de produzir uma espécie de motivação que leva os alunos a desejarem aprender, diferentemente daqueles que “só dão aula”. Com um pouco de imaginação, podemos concluir que o mesmo ocorre nas empresas. Chefes respeitosos, afetivos, humanos, que valorizam cada um da sua equipe com certeza conseguem uma performance muito melhor para a empresa toda.

Voltando à escola, a educação que realmente funciona, que dá bons resultados é aquela em que o professor é afetivo, constrói vínculos com seus alunos sem deixar de lado a autoridade. Não aquela que serve para rebaixar o outro humano para se sentir “superior”, mas aquela que organiza o processo de ensino e aprendizagem. Mas há um segredo pouco difundido a respeito do “como” o professor consegue isso. E vou desvendar o mistério desde já: o segredo é a assertividade.

Muito confundida por blogueiros desavisados, assertividade não é a característica de quem acerta, pois nas relações humanas temos muitas diferenças de posturas e de jeitos de ser que não podemos dizer que são “certas” ou  “erradas”. Assertividade é uma característica de uma pessoa que se posiciona e comunica de forma clara sem afetar o outro, mas atacando diretamente o problema. É característica de pessoas autoconfiantes, seguras, de boa autoestima. Sabem resolver as questões sem precisar diminuir, humilhar ou fazer com que o outro sinta culpa. Vamos aos exemplos:

O professor recebe um relatório com folhas amassadas, rasuradas, mal escrito e visivelmente incompleto. Veja as posturas possíveis do professor ao receber tal relatório:

1 – João, você é um relaxado e preguiçoso. Não vou aceitar esse trabalho da forma como está. Faça outro.

2 – João, tá entregue, não espere boas notas.

3 – João, seu trabalho está amassado, faltam alguns itens e o texto não foi corrigido. Você vai precisar fazer outro.

Observe a primeira resposta: o professor atacou o aluno João, não o trabalho. E é somente o trabalho que precisa ser refeito, pois ninguém sabe o que ocorreu nos últimos dias na casa do João que o fizeram entregar tudo “de qualquer jeito”.

Na segunda alternativa o professor não interfere em nada, apenas ameaça. O João não tem a possibilidade de melhorar.

Na terceira postura o professor é claro, direto e objetivo: ele ataca o problema sem ferir ou interpretar a postura do João. Isso é assertividade.

Veja essa tabela com frases comuns ao lado das frases assertivas:

Observe que na postura assertiva o foco está na própria pessoa que tenta resolver o problema, enquanto nas falas comuns o foco está na outra pessoa e na interpretação de suas atitudes. Isso só aumenta o conflito.

Pratique assertividade com seu cônjuge, com seus familiares e com os colegas de trabalho. Logo você vai perceber a diferença na qualidade das suas relações.

Um ambiente assertivo possibilita a resolução dos problemas que, obviamente, ocorrem em qualquer inter-relacionamento. Quando falta assertividade as pessoas vão se fechando, evitando conversar com as outras. É como se fosse uma panela de pressão com a válvula fechada, um dia tudo estoura. E aí as mágoas podem ser tão grandes que dificilmente as pessoas conseguirão reconciliar-se. A assertividade não permite que a pressão aumente, pois a cada momento os conflitos são resolvidos.

Marcos Meier é educador, escritor e palestrante. Visite o site onde ele e a esposa divulgam cursos de várias áreas de interesse: www.youbuntu.com.br

 

Desafios da Educação

Comunidade Sebrae
Marcos Meier
Marcos Meier Seguir

Marcos Meier é psicólogo, educador, escritor e palestrante. Colunista da rede Globo no jornal Bom Dia Paraná desde 2008 e comentarista em rádios desde 2003. Cidadão honorário de Curitiba.

Ler conteúdo completo
Indicados para você