[ editar artigo]

Como andam suas competências Socioemocionais, Professor?

Como andam suas competências Socioemocionais, Professor?

Viver em tempos de pandemia requer maestria, e você, professor, sabe como tem sido desafiador desaprender, reaprender e aprender coisas novas para se reinventar na busca de soluções.

Fomos todos expostos a situações difíceis e que exigiram e ainda exigem muito de cada um do nós, como profissionais, cito algumas:

  • manter o ritmo mesmo com o distanciamento social e afastamento do ambiente escolar
  • como proporcionar um ambiente virtual favorável à aprendizagem,
  • quais metodologias ativas são mais adequadas
  • como avaliar a eficácia do método
  • autogestão, foco e resiliência em seu ambiente familiar
  • E, principalmente, como romper o desconforto e não se deixar intimidar frente a uma câmera.

A pandemia despertou em cada um o sentimento de universalidade, afinal, todos vivemos um número de incontáveis relações, sejam elas pessoais, profissionais, afetivas e efetivas e, do dia para noite, com o afastamento social fomos expostos em uma zona de desconforto.

Cenário propício para testar as competências socioemocionais, tão preconizadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), algumas citadas anteriormente, como: autogestão, foco, resiliência e abertura ao novo.

Como você, professor, tem lidado com emoções desagradáveis como raiva, tristeza ansiedade e o medo?

Ao procurar entender como você se posiciona frente à cada situação, sua capacidade de resposta é reforçada e você se torna mais resiliente, que conforme a definição da psicologia, é a capacidade que uma pessoa tem, de lidar com seus problemas e superar obstáculos, sem ceder à pressão.

Aproveite esse período para prestar mais atenção em você: para ser resiliente, é essencial se conhecer.  E você precisa recarregar suas energias para se motivar e estimular positivamente seus estudantes.

Separei algumas dicas para você praticar. São elas:

  • Seja amável consigo mesmo e se permita contar com uma rede de apoio: todo mundo precisa de ajuda às vezes. Conte com a sua família, amigos, seus colegas e fortaleça seus relacionamentos e, se necessário, procure apoio profissional;
  • Mude a perspectiva – muitas vezes tendemos a enxergar as situações por um determinado prisma, lembre-se de que um prisma tem mil faces, então, tente visualizar a situação por outros prismas e descubra novas possibilidades;
  • Faça uma relação de seus pontos fortes e identifique quantas forças internas você possui;
  • Pratique a empatia com você mesmo e não se critique demais, perceba que atualmente, todos estão buscando fazer o seu melhor, não seja rígido com você mesmo;
  • Adote o comportamento empreendedor de encarar os erros como aprendizados, pois eles o tornam mais experientes e são ótimas oportunidades para fazer diferente, recomeçar e se sair melhor;
  • Encoraje-se a usar diferentes ferramentas e seja humilde para pedir ajuda, afinal em nossas múltiplas inteligências, dificilmente somos bons em todas;
  • Permita-se ver a beleza ao seu redor e alimente-se dela; um raio de sol, a gota da chuva, uma flor ou um pássaro desavisado. A vida é um milagre irrepetível e ele acontece enquanto você planeja viver;
  • Respire, use mais deste recurso para relaxar, aliviar a tensão, focar e liberar a ansiedade que persiste em você. (acesse o link sobre RMP - Relaxamento-Muscular-Progressivo) https://pt.wikihow.com/Praticar-Relaxamento-Muscular-Progressivo;
  • Conte com o apoio do Sebrae e se você quiser saber mais, deixe seus comentários/sugestões.

Praticando as dicas acima, com certeza você se sentirá mais fortalecido e pronto para estar “inteiro” frente aos estudantes que contam com você para saírem mais fortalecidos deste momento único e desafiador.

Como Educadora para a paz, deixo a mensagem de Mahatma Ghandi para sua reflexão.

🔅 Observe o ambiente e mantenha seus pensamentos positivos, pois seus pensamentos se tornam suas palavras;

🔅 Mantenha suas palavras positivas, pois suas palavras se tornam seus atos;

🔅 Mantenha seus atos positivos, pois eles se tornam os seus hábitos;

🔅 Mantenha os seus hábitos positivos, pois eles se tornam os seus valores;

🔅 Mantenha os seus valores positivos, pois seus valores criam o seu destino.

Desafios da Educação

Comunidade Sebrae
Indakéia Marisol Lima
Indakéia Marisol Lima Seguir

Apaixonada por educação. Mentora, Coach, palestrante e empreendedora. Atua com Educação Empreendedora e protagonismo juvenil. Educadora pela paz e formação em contação de histórias terapêuticas. Prêmio Ozires Silva em educação empreendedora.

Ler conteúdo completo
Indicados para você