[ editar artigo]

Como Lidar com as Finanças da Escola em Momentos de Crise

Como Lidar com as Finanças da Escola em Momentos de Crise


O fechamento de escolas em um número crescente de países para limitar a disseminação do COVID-19 está dificultando a educação de milhões de alunos em todo o mundo. Por isso, citamos as 10 recomendações que visam garantir a gestão financeira durante este período. 

1) Verifique a disponibilidade e escolha as ferramentas mais apropriadas.

Decidir sobre soluções de alta e baixa tecnologia baseadas na confiabilidade das fontes de energia locais, conectividade com a Internet e as habilidades digitais de professores e alunos. Estes podem incluir plataformas educacionais digitais integradas, cursos de vídeo, cursos abertos, bem como transmissões de rádio e televisão.

2) Providenciar o registro de programas de ensino à distância.

Tomar medidas para garantir que os estudantes, incluindo aqueles com deficiência ou baixa renda, tenham acesso a programas de ensino à distância, mesmo que apenas um número limitado de estudantes tenha acesso a equipamentos digitais. Considere temporariamente descentralizar estes dispositivos das salas de informática para as famílias e apoiá-las com conexão à Internet.

3) Proteger a privacidade e a segurança dos dados.

Avaliar a segurança dos dados ao transferir dados ou materiais educacionais para salas on-line e ao compartilhá-los com outras organizações ou indivíduos. Garantir que o uso de aplicativos e plataformas não viole a privacidade dos dados dos alunos.

4) Priorizar soluções para os desafios psicossociais antes de ensinar.

Mobilizar recursos disponíveis para conectar escolas, pais, professores e alunos. Criar comunidades para garantir a interação humana regular, possibilitar atividades de assistência social e resolver problemas psicossociais que os alunos possam enfrentar isoladamente.

5) Planejar um cronograma de estudos para programas de ensino à distância.

Organizar discussões com as partes interessadas para examinar a possível duração do encerramento escolar e decidir se o programa de ensino à distância deve se concentrar no ensino de novos conhecimentos ou na melhoria dos conhecimentos dos alunos sobre as aulas anteriores.

Planejar um cronograma de acordo com a situação nas áreas envolvidas, o nível de escolaridade, as necessidades dos alunos e a disponibilidade dos pais. Selecionar métodos de ensino apropriados com base no fechamento da escola e na quarentena domiciliar. Evite métodos de ensino que exijam comunicação pessoal.

6) Apoiar professores e pais no uso de ferramentas digitais.

Proporcionar pequenas sessões de treinamento ou orientação aos professores e pais quando a supervisão e facilitação são necessárias. Ajudar os professores a preparar cenários básicos, tais como soluções para o uso de dados da Internet quando eles precisam ministrar aulas ao vivo.

7) Combine abordagens apropriadas e reduza o número de aplicações e plataformas.

Combine as ferramentas ou meios disponíveis para a maioria dos alunos, tanto para comunicação e ensino sincronizados como para aprendizagem não sincronizada. Evite sobrecarregar alunos e pais, pedindo-lhes que baixem e testem múltiplos aplicativos ou plataformas.

 8) Desenvolver princípios de ensino à distância e monitorar o aprendizado dos alunos

Estabelecer os princípios para o ensino à distância com pais e alunos. Desenvolver perguntas, testes ou exercícios de treinamento para monitorar o aprendizado dos alunos. Tente usar ferramentas para apoiar o feedback dos alunos e evitar sobrecarregar os pais, pedindo-lhes para escanear e enviar feedback aos alunos.

9) Determinar a duração das unidades de ensino à distância com base nas habilidades autorregulatórias dos alunos.

Manter uma alocação consistente de tempo baseada no nível de autorregulação e meta-cognitivos dos alunos, especialmente para as aulas presenciais. A duração da unidade não deve exceder 20 minutos para alunos do ensino fundamental e 40 minutos para alunos do ensino médio.

10) Construindo comunidades e aumentando a conectividade.

Criar uma comunidade de professores, pais e líderes escolares para enfrentar sentimentos de solidão ou impotência e facilitar a partilha de experiências e a discussão de estratégias para lidar com as dificuldades de aprendizagem.

Para mais detalhes, acesse https://atividadesdealfabetizacao.com

Desafios da Educação

Ler conteúdo completo
Indicados para você