[ editar artigo]

Dê aula como um artista

Dê aula como um artista

A arte e o ensino têm muito mais em comum do que podemos prever sem um olhar mais atento.

Na arte, temos o artista, com a sua visão, tentando dialogar com o público. No ensino, temos o professor, com a sua matéria, tentando ensinar aos seus alunos.

Ambos partem do conhecimento e da técnica de uma pessoa para alcançar muitas outras, mesmo que uma de cada vez.

Esse é um dos motivos pelo qual o pensamento de um artista pode ser uma boa referência para criar as suas aulas.

Conheça os conceitos de arte

Arte é um conceito dinâmico – e não significa a mesma coisa para todo mundo.

Para algumas pessoas, por exemplo, arte é aquilo que é belo. É uma forma de elevar a humanidade a outro patamar, encontrando a beleza no corriqueiro ou transmutando o que já é belo ao nível do sublime.

Para outras pessoas, arte é aquilo que mexe com o público. É aquilo que, depois de ser lido, visto ou ouvido, impacta a pessoa para que ela não seja mais a mesma. Mais do que agradar, segundo essa visão, a arte bagunça o que estava estabelecido.

Entre um e outro conceito, existem inúmeras variações e ramificações éticas, políticas e estéticas.

O artista e a sua visão

Em todos esses conceitos, porém, algo é constante: a importância da visão do artista.

Cada artista traz uma visão única sobre o mundo ou sobre determinados temas, assim como você.

Essa visão faz parte de quem somos, de cada um de nós.

Mesmo que não consiga dizer isso em palavras, essa visão única existe em você: é a soma de suas trocas, suas vivências e seus conhecimentos.

Você pode, por exemplo, achar que o ensino de história deveria focar mais o contemporâneo, que matemática não deveria ser tão séria ou que química é a mais divertida de todas as matérias.

Como você se sente sobre a sua profissão, sobre a matéria e sobre o mundo é o que forma a sua visão sobre o ensino.

Dominando a matéria e suas técnicas

Enquanto o escritor tem suas letras e o músico tem suas notas musicais, você tem as suas técnicas de ensino.

Pensar como um artista é trazer essas técnicas para trabalhar a favor de você e sua visão – e não o contrário.

Seu objetivo é que os alunos aprendam a sua matéria, mas, quanto mais de você está presente no momento do ensino, mais eles vão captar a sua vontade e o seu entusiasmo.

Por isso, trazer a sua visão em forma de aula pode ser um grande diferencial como professor.

O professor como um artista

O(a) professor(a), enquanto artista, é alguém que não tem medo de errar.

É um profissional que, mais do que colocar a matéria na cabeça dos alunos, quer interagir com eles, conhecer suas visões de mundo e trocar ideias, para que todos possam evoluir.

Esse(a) professor(a) também não está enraizado(a) em formas tradicionais de ensino. Conhece elas, sim, mas escolhe o que será aplicado em sua forma própria de educar.

Muitos dizem por aí que ensinar é uma arte, mas quantos realmente encaram desse jeito?

Veja o que seus artistas favoritos têm a dizer na música, nos livros, nos filmes, na dança, em todos os lugares.

Deixe que a forma de pensar de outros artistas influencie a sua própria e transforme seu jeito de dar aula.

E diz aí: qual artista o(a) inspira neste exato momento?

Desafios da Educação

Comunidade Sebrae
Juliana Bacilla
Juliana Bacilla Seguir

Consultora de Negócios em Educação Empreendedora no Sebrae/PR.

Ler conteúdo completo
Indicados para você