[ editar artigo]

SETOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA

SETOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA

A estrutura deste estudo de mercado para o setor de Educação Básica no Brasil, está basicamente dividida da seguinte forma:
Capitulo 01 – Entender um mercado passa necessariamente pelo momento histórico, brevemente relatado, pois tudo tem a sua trajetória e querer entender o presente e até mesmo fazer uma previsão futura sem conhecer os passos dados pela humanidade nestes milênios já vividos, corre-se o risco de reinventar a roda. Assim sendo a “escola”, como hoje nós a conhecemos, não foi uma empresa inventada do nada, ela simplesmente foi acontecendo com a invenção da escrita, dos números, dos conceitos gramaticais e numéricos, com a invenção de um sistema de se escrever além de tantos outros aspectos.
Capitulo 02 – – A essência qualitativa de toda prestação de serviço está nas mãos daqueles que têm a responsabilidade de atender a comunidade. No sistema educacional não é diferente, pois a estrutura de escolas por sua complexidade nacional exige um formidável contingente de pessoas que não se resume tão somente a figura do professor em sala de aula, mas de outros profissionais na liderança e no apoio administrativo. Neste capitulo será mostrado como funciona o sistema educacional brasileiro bem como o perfil de cada profissional que compõem este vasto mercado que não é dominado somente pelo poder público mas sim que conta com a presença cada vez mais presente da iniciativa privada.
Há também um item que trata do PROFUNCIONARIO, que tem sido uma tentativa de tornar a todos os funcionários da escola com a responsabilidade de serem educadores.
Capitulo 03 – Por se tratar de um setor deveras regulamentado, seria impossível relatar todas as leis, resoluções e normas pertinentes ao setor por duas razões principais. A primeira devido à imensidão de normas existentes - mesmo porque a pesquisa é uma necessidade constante - e a segunda razão são as muitas mudanças na legislação tanto por parte dos organismos governamentais brasileiros quanto a de organizações de âmbito internacional e que muitas das vezes são contraditórias entre os agentes responsáveis pela normatização deste setor.
Capitulo 04 – Por fim, neste capitulo que é o último, será abordado dados econômicos como salários profissionais, principais preços praticados em mensalidades nas mais variadas propostas de ensino, bem como relatado em linhas gerais o faturamento do setor, a participação em termos estatísticos das escolas públicas versus escolas privadas, bem como os atuais movimentos no sentido da iniciativa privada em aumentar a participação no sistema de educação básico, pois na área de ensino superior este movimento já vem sendo uma realidade há mais de uma década

Desafios da Educação

Comunidade Sebrae
SIDNEI GODOY DA ROCHA
SIDNEI GODOY DA ROCHA Seguir

Consultor de empresas nas áreas financeira, gestão da qualidade. Elaboro estudos de mercado e valuation (laudo parecer técnico). Elaboração e análises de índices contábeis. Plano de negócio.

Ler conteúdo completo
Indicados para você