[ editar artigo]

5 ferramentas gratuitas para pequenas e médias propriedades rurais do agro

5 ferramentas gratuitas para pequenas e médias propriedades rurais do agro

Conheça algumas tecnologias que ajudam na redução de custos no campo em pequenas e médias propriedades e como utilizá-las em seu dia a dia. 

As inovações estão se popularizando dentro do agronegócio e atualmente já temos diversos mapas gratuitos que podem ser usados dentro das pequenas e médias propriedades.

Neste texto, mostrarei 5 tipos de informações gratuitas que você pode usar em todas as propriedades que buscam otimizar seus sistemas produtivos.

Não é necessário assinar qualquer plataforma ou pacotes de imagens de satélite dependendo do objetivo da fazenda.

Tudo que você precisará é de um computador e acesso à internet, uma vez que ainda não é possível confeccionar estes mapas com o auxílio de um smartphone. 

 

Dados do CAR (Cadastro Ambiental Rural)

Muito já foi falado sobre o CAR e o cadastramento das fazendas do Brasil nessa plataforma do governo.

A grande maioria das fazendas atualmente possui o cadastro no CAR.

O CAR é um registro georreferenciado das informações ambientais das propriedades e posses rurais do país.

Porém muita gente não sabe como trabalhar com esses dados e muito menos sabe que é possível fazer o download de informações da propriedade como:

  1. Área do imóvel;

  2. Cobertura do Solo;

  3. Reserva Legal;

  4. APP.

Dessa forma, com o simples download desse material, já é possível levantar informações da fazenda que iremos visitar ou até prestar consultoria.

Você pode buscar os dados de todas da fazendas cadastradas no CAR neste site https://www.car.gov.br/publico/imoveis/index

Fonte: (CAR)

É fato que alguns cadastramentos necessitam de alguns ajustes no contorno da fazenda, mas com o auxílio de softwares SIG (sistemas de informação geográficas) como o QGIS ou o Google Earth Pro é possível alinhar com certa facilidade tais informações.

Ainda no site do CAR é possível realizar o download em .pdf do demonstrativo da fazenda e checar se ela está em área de preservação, se os dados estão averbados, ou se existe alguma restrição de uso.

Essa etapa é muito importante na compra de novas fazendas.

 

Mapa geral da Fazenda

Com os arquivos do CAR em mão, os mapas da fazenda podem ser criados mais facilmente, sendo necessário apenas arrastar os arquivos para um programa SIG, o QGIS por exemplo.

Se a fazenda não possuir o cadastramento no CAR, uma opção é criar o contorno de acordo com informações obtidas com o proprietário ou algum funcionário que conheça os limites da propriedade.

Programas gratuitos como o QGIS, possibilitam que sejam desenhados e levantados dados como tamanho de cada talhão, variedade plantada, separação de áreas florestais, APP, Reserva Legal, estradas e outras informações que forem pertinentes.

Com o mapa geral da propriedade em mãos, fica simples a compra de sementes e insumos de acordo com a quantidade de hectares a serem semeados ou tratados.

Pode parecer básico essas informações, mas mais de 90% dos clientes que atendo, não as possui.

Muitos deles compram insumos a mais para o manejo da propriedade e o erro em apenas alguns hectares pode refletir milhares de reais perdidos.

O erro na quantificação de apenas 5 hectares na compra de sementes de soja acarreta em perda de R$ 2.040,00. 

  • 68kg de sementes para semear 1 ha;

  • R$ 6,00 Kg da semente de soja;

  • 5 hectares.

                                                      68 x 6 x 5 = R$ 2.040,00

Fonte: (AGRIBASE)

Os mapas gerais da fazenda associados ao excel por exemplo, auxiliam pequenos e médios agricultores a planejarem a compra de insumo de forma mais eficaz, reduzindo custos somente com essa estratégia.

 

Mapa de Altimetria 

Com o auxílio dos mapas de altimetria é possível identificar o relevo dos talhões das propriedades, encontrar cotas da fazenda e realizar planejamentos de estradas de uma forma otimizada.

Com os talhões e as estradas sendo criados de forma otimizada, muitas fazendas conseguem economias de combustível e melhores rendimentos operacionais das máquinas agrícolas.

Mapa de altimetria em metros da fazenda.

Projeto otimizado com criação de corredor em todos os pastos.

 

Mapa de declividade

O mapa de declividade é derivado do mapa de altimetria, e com ele, os produtores podem visualizar regiões de difícil mecanização dentro das suas propriedades.

Áreas acima de 15% de declividade (pode variar de acordo com cada máquina) apresentam risco de tombamento de máquinas e devem ser evitadas.

Áreas com declividades elevadas reduzem a velocidade da operação e prejudicam o rendimento operacional, sendo mais caras para o preparo e manejo.

Fonte: (AGRIBASE)

 

Mapa de Biomassa da Vegetação

Os mapas de biomassa da vegetação (NDVI, NDRE, VARI, TGI...) são excelentes ferramentas para visualizar:

  • Potencial de biomassa de cada área da lavoura;

  • Possíveis áreas degradadas;

  • Possíveis pragas e doenças;

  • Talhões mais produtivos (dependendo da cultura);

  • Erros operacionais no manejo;

  • Monitoramento.

Nem sempre o potencial de biomassa reflete em produtividade. Culturas como a soja ou o algodão vegetam muito algumas vezes, e isso nem sempre reflete em enchimento de grãos, maçãs e produtividade.

Dessa forma, os mapas de NDVI, NDRE… devem ser analisados com cuidado para estimar produtividade nessas culturas.

Os mapas são muito utilizados no monitoramento das áreas, sendo possível a criação e visualização de 50 ha ou 10.000 ha ou mais, sem sair do escritório.

 

Fonte: (AGRIBASE)

Você pode baixar os mapas nesse site do earthexplorer https://earthexplorer.usgs.gov/

O cadastramento é gratuito e temos imagens atualizadas da fazenda a cada 5 dias dependendo da localização no Brasil.

Você pode saber mais neste vídeo no canal da AGRIBASE no youtube:

 

Após a criação dos mapas e identificação das manchas, a ida à campo é fundamental para saber o que acontece nos pontos que merecem atenção dentro das lavouras.

Fonte: (AGRIBASE)

Com o auxílio desses mapas, atualmente não é necessário gastar 2 a 3 dias rodando a fazenda para descobrir o que está ocorrendo em cada porção da lavoura.

Temos um curso pago oferecido pela AGRIBASE que ensina a criação desses mapas àqueles que se interessarem pelo assunto. 

Vocês podem obter mais informações nesse link: https://www.agribase.com.br/mecanismo-1-1-1-f/ 

 

Conclusão

Existem diversas formas de obter informações gratuitas que certamente auxiliam pequenas e médias fazendas a serem mais eficientes no dia a dia no campo.

A criação destes mapas ou contratação de alguns destes serviços, aqueles que não tiverem a intenção de fazer por conta própria, pode uma opção para redução de custos no campo.

Recomendo fortemente a utilização dos dados e mapas que mostrei neste texto e se os objetivos da fazenda não forem atingidos, aí sim, o produtor ou consultor pode optar por buscar outros tipos de tecnologias disponíveis no mercado com maiores custos.

Agricultura de Precisão é um mindset de gerenciar melhor as lavouras visando maior retorno econômico e sustentabilidade dos sistemas.

Agricultura de Precisão não tem a ver com máquinas e equipamentos caros e cabe sim em todas as fazendas, sejam elas: pequenas, médias ou grandes.

 

Gostou das dicas? Você conhece ou utiliza outras ferramentas? Compartilhe conosco.



 

 

Do Campo à Mesa

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você