[ editar artigo]

Geração de receita e agregação de valor no Agro: como potencializar?

Geração de receita e agregação de valor no Agro: como potencializar?

Este talvez seja um dos maiores, se não o maior, dos desafios enfrentados pelos empresários do Agro. Neste setor econômico, a capacidade em gerar receita é determinada por fatores que não estão exclusivamente sob domínio do produtor. Ela está atrelada a expectativa de produtividade e ao preço de venda. Este último, é, na maioria das vezes, uma incógnita. 

Produção e renda, são dependentes de multifatores. Alguns são internos e outros externos, dependentes ou não do modelo de produção.

 

Fenômenos Naturais

Esses são fatores externos incontroláveis e que interferem diretamente na produção. Talvez, você que está lendo este artigo, já tenha sentido literalmente na pele, como é perder parte da produção, ou até a safra toda, devido a estiagem, excesso de chuva, ventos fortes, geada, granizo...

A comercialização também é um momento delicado e decisivo. Faturar a produção no momento ideal, requer habilidade e conhecimento de mercado, além de um feeling afinado. Por vezes, a necessidade de levantar recursos financeiros pode forçar o momento de faturar a produção, e se constituir numa atitude desfavorável quando olhada pela perspectiva do preço de venda.

Devido às particularidades deste setor, os empresário no agro são tomadores de preço, ou seja, é o mercado que determina o valor a ser pago no momento da comercialização da produção. 

Outros fatores que influenciam positivamente no momento da comercialização é a capacidade organizativa e o volume de produção. 

Dentro do processo produtivo na agropecuária os fatores climáticos exercem papel fundamental no crescimento, sendo determinantes no processo produtivo. A quantidade de iluminação, variação de temperatura, a disponibilidade hídrica e dos fatores biológicos, além de serem determinantes para o volume de produção, também exercem influência quanto ao ataque pragas e insetos.

 

A globalização

Essa aproximou mercados de tal forma que a concorrência por produção e produtividade supera os limites geográficos nacionais. Essa estrutura mercantil instala e alavanca a necessidade de produzir mais por menos, estabelecendo assim, uma nova relação produtiva, a de produzir em escala. O desenvolvimento de habilidades e capacidade organizativa se constituem em fatores chaves neste aspecto.

Além de interferir na lógica produtiva, a aproximação dos continentes se revelou fator determinante na constituição dos preços de comercialização, principalmente nas commodities. Alguns produtos do agro, têm seu preço de comercialização determinados e influenciados por fatores a nível nacional, mas a nível macro, pode-se dizer que, a economia internacional regula a formação do preço de venda.  

Embora muito dos fatores descritos acima estejam fora do controle do empresário do Agro, acredito que, não importa o cenário que se apresenta, mas sim, o que se faz com ele.

Para minimizar as possibilidades de resultados negativos quanto aos fatores climáticos, a dica é explorar o microclima da sua região, estudando dados climáticos do passado e inteirando-se das previsões disponíveis. Assim, com informações em mãos, uma análise conjunta com a família se constitui fundamental para decidir os rumos do futuro. Importante considerar a possibilidade de aderir a um plano de seguro que contemple produção e capitais.

 

Fatores Biológicos

Buscar aperfeiçoamento técnico constante é uma atitude proativa. Como um exemplo disso, tem-se o Senar Pr. A entidade deixa a disposição do empresário do agro, mais de 250 títulos de cursos, de forma gratuita. O curso de manejo integrado de pragas é um dos disponíveis. O investimento em conhecimento, oportuniza sabedoria nas escolhas e no manejo, reduzindo os desembolsos financeiros nos negócios.

A agregação de valor na produção dentro da porteira, é um fator importante quando olhado na perspectiva de aumento na geração de receitas. Este processo, também conhecido como crescimento vertical do negócio, permite romper alguns elos da cadeia produtiva e comercial, oferecendo a oportunidade de vender sua produção direto ao consumidor final.

A formação do preço de venda, apresenta uma conexão direta entre qualidade e quantidade de produto a ser comercializado. Aqui, a probabilidade de sucesso será otimizada se existir nos empresários do agro, alto estoque de capital social e capacidade organizativa. O empresário no agro precisa estar junto a outros empresários compartilhando negócios, para somar forças no momento da comercialização, fortalecendo a cadeia produtiva a que pertence. Como exemplo disso, têm-se o ramo hortifruti, onde compartilham objetivos e somam forças no momento da venda da produção, buscando construir melhores opções na comercialização. Neste aspecto, o capital social aliado a inteligência financeira é primordial.

 

Tecnologia e Inovação

Investir em tecnologia e inovação também são aspectos fundamentais para se produzir com qualidade e quantidade. Aqui cabem investimentos desde a melhoria genética e nos cultivares, insumos e defensivos agropecuários até ferramentas que auxiliam, conduzem e orientam a melhor performance nos processos produtivos.

Outra prática disponível aos empresários do Agro são opções de comercialização, como por exemplo, os contratos de venda antecipada. Neste modelo de venda, o valor é prefixado, garantindo-se um valor de comercialização, podendo assim, estimar uma margem de  lucratividade para o seu negócio. 

Em todos os fatores apontados anteriormente, é possível observar a importância da inteligência comportamental e financeira. Estas, aliadas ao capital social, podem se constituir indispensáveis ao aumento da geração de receita, impactando positivamente na lucratividade dos negócios desenvolvidos na empresa.

Acredito que unir forças na hora da comercialização é uma sacada genial!

Use dos benefícios do capital social para potencializar os resultados da sua empresa no agro!

Que tal compartilhar para somar??!!

 

📌 Faça parte da Comunidade Sebrae Do Campo a Mesa e tenha acesso aos melhores conteúdos!

 

Luiz Augusto Burei

 

Equipe Agroburei Agribusiness

REFERÊNCIAS

Artigos anteriores:

"O Futuro do Agro" Tema - Capital Social

https://comunidadesebrae.com.br/manage.app#!/content/articles/5f0da3277754a9468ba6d130

Do Campo à Mesa

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você