[ editar artigo]

O que acha de incluir CHÁ no seu dia a dia?

O que acha de incluir CHÁ no seu dia a dia?

Já sabemos que o Paraná é grande cultivador de plantas aromáticas e também temos ciência de que este mercado está crescendo muito. Então qual o grande desafio do setor?

Certamente o maior desafio é unir as pontas, fazer com que a indústria de alimentos, chás e bebidas conversem com os agricultores. Essa união pode ocorrer de diversas formas, como por exemplo, o grupo Chás do Paraná que está se formando junto ao SEBRAE/PR.

O consumidor está buscando por produtos saudáveis e com histórias reais para contar. Sempre que nos deparamos com a realidade do cultivo e de quanto trabalho é necessário para termos nosso chá na mesa, nos damos conta de que o agricultor é o ator principal desse enredo. Tudo parte de sua boa vontade em cultivar, em levantar cedo e cuidar do seu cultivo.


Que alegria ver as flores crescendo, a colheita no tempo certo, a secagem correta e o envio os clientes. Quando esse roteiro ocorre dessa forma é lindo, mas nem sempre é assim. Tem invernos secos e a falta de água prejudica a produção ou chuvas em excesso que fazem as plantas adquirirem doenças.

Valorizar a nossa história e os agricultores é tarefa de todos nós. E como podemos fazer isso? Sugiro que inicie hoje mesmo o hábito de consumir chá ao menos uma vez ao dia. Defina o melhor horário para você. Pode ser pela manhã, antes da academia ou como lanche das 10h. Ou também no famoso horário dos ingleses, às 17h acompanhando de bolachinhas caseiras ou barrinhas de cereais.

Assim, incorporando o chá no nosso dia-a-dia, estaremos ajudando e valorizando o que temos de melhor. Os agricultores e as indústrias de chás certamente irão nos agradecer.

Tea Blender

O consumo de chá está se tornando cultural em nosso país. Diversas marcas foram lançadas nos últimos 2 anos e houve uma explosão de sabores disponíveis. Além dos chás e infusões tradicionais: chá verde, chá preto, chá mate, camomila e erva-doce, o grande destaque são os blends de plantas aromáticas.

Temos em Curitiba uma especialista em Tea Blender, a Dani Lieuthier (Insta @tea.nomad) que vale a pena seguir e conhecer melhor. Ela ministra cursos de Tea Blender em várias cidades do Brasil.

Compor chás é uma arte, uma nota aromática deve ser harmonizada com outra, nada em excesso, tudo em equilíbrio. Falando em blends de chás, os preferidos dos especialistas são os chás a granel, aquele que podemos observar o material vegetal e ter certeza que estão presentes e na rasura e quantidade certa.

Ficamos muito felizes e surpresos em observar como a criatividade na criação dos blends pode ser um fator de agregação de valor para as indústrias de chás. Além, é claro, da marca e a embalagem. Essa conta muito, afinal quem não gosta de comprar um grande produto em uma embalagem especial.

Temos acompanhado marcas que valorizam o simples, como as canecas de cerâmica ou de alumínio com aspecto antigo. Outras marcas entregam infusores requintados, canecas de porcelana chinesa e recipientes de alumínio com alto valor. Simples ou requintado, o que vale é curtir a experiência do momento e comprar o que cabe no seu bolso e condiz com a sua filosofia de vida. Um kit especial para presentear que você gosta, pode ser uma ótima opção.

Vários países do mundo possuem tradição no consumo de chás, o chá verde no Japão, o roiboos da África e o chá mate no Brasil. O que seria do Rio de Janeiro sem o mate gelado vendido nas praias? Há mais de 4 décadas, os vendedores de mate, Matte Leão, levaram o chá mate a ser considerado patrimônio cultural e imaterial da cidade.

A tradição se encontra com os desejos dos millenialls (consumidores que nasceram no início da década de 1980 até 2003) em conhecer e consumir chás, muitas oportunidades de negócios surgem. E a sua empresa está preparada para surfar nessa onda?

Tendências mundiais em ingredientes naturais


A Food Ingredientes Europe 2019 realizada em Paris foi uma grande mostra da tendência mundial em utilizar ingredientes naturais em preparações alimentícias e bebidas. Foram 2 pavilhões gigantes repletos de fabricantes e distribuidores do mundo todo.

Nas palestras durante o evento ficou clara a preferência do consumidor por ingredientes saudáveis e minimamente processados. Além da busca por benefícios cosméticos no consumo de alimentos. Isso mesmo, o consumo de colágeno, por exemplo, melhora a elasticidade da pele e fortalece as unhas e os cabelos. Assim como, as bebidas antioxidantes auxiliam na diminuição de radicais livres preservando melhor as células de danos que ocasionam o envelhecimento celular precoce.

Espécies vegetais como a erva-mate e o chá verde surgiram em chás e energéticos apresentados por fabricantes mundiais e a surpresa da vez foi o uso de hemp (Cannabis sativa) em bebidas.

“Segundo informações do Correio Brasiliense, o mercado de Cannabis movimentou 18 bilhões de dólares em 2018. Ainda as perspectivas para o segmento são de chegar a US$ 194 bilhões até 2026”.

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2019/05/17/internas_economia,755479/industria-da-maconha-vai-movimentar-us-194-bilhoes-ate-2026-no-mundo.shtml

No Brasil, a grande notícia para finalizar 2019, foi a liberação da venda em farmácias de produtos à base de Cannabis para uso medicinal no Brasil. A regulamentação foi aprovada por unanimidade e é temporária, com validade de três anos.

https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2019/12/03/anvisa-regulamenta-cannabis.ghtml

Assim, seguimos esperançosos que outras espécies vegetais de uso tradicional e com eficácia comprovada no Brasil e outros países possam fazer parte do mercado nacional, sejam na forma de alimentos, chás, bebidas ou medicamentos fitoterápicos.

Acompanhe a Comunidade Sebrae para mais conteúdos como este!

🙂🤝

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail

Do Campo à Mesa

Comunidade Sebrae
Mabel Guimaraes
Mabel Guimaraes Seguir

Pós graduada em Empreendedorismo. Trabalha no Sebrae na área de Agronegócios há 10 anos. Participou de missões técnicas para conhecer experiencias no Agronegócios em países como Holanda, Alemanha, Itália, França, Argentina, Chicago, NZ e Austrália.

Ler conteúdo completo
Indicados para você