[ editar artigo]

Paraná o exemplo de que bom pão se produz com farinha de qualidade

Paraná o exemplo de que bom pão se produz com farinha de qualidade

É de longe o item mais saboroso que compõe nossa mesa de café todas as manhãs, o pão surgiu há 12 mil anos atrás na Mesopotâmia, porém o que consumimos atualmente não tem nada de semelhante aos exemplares da Antiguidade. Nos primórdios era duro, seco e muito amargo sendo lavado várias vezes em água fervente, e depois assado sobre pedras ou embaixo de cinzas para consumo. Um pouco além, foram os egípcios que aperfeiçoaram a panificação com a descoberta da fermentação como conhecemos até hoje.

A história do pão caminha simultaneamente ao desenvolvimento agrícola no mundo. Isso porque, seu principal ingrediente é o trigo. E, por esse fato, os apreciadores de um bom exemplar ou ativos em sua produção se preocupam com a procedência desta gramínea e a constituição da farinha. No Brasil, muito se questiona sobre a qualidade deste ingrediente e a interferência no resultado final do pão, pois o mesmo movimento que vem ocorrendo com a produção de cafés especiais, cervejarias artesanais está chegando até a panificação com a fermentação natural.

Nesse modelo de produção, a qualidade do ingrediente passa a ser ainda mais importante. No Paraná, temos excelentes exemplos de matéria-prima de qualidade como foi amplamente apresentado na última semana no bate-papo online “Do campo à mesa: pão quentinho do Paraná”, realizado pelo Sebrae/PR. Além disso, temos por aqui lavouras abundantes considerando que a última safra foi de 2,141 milhões de toneladas de trigo colhidas, segundo aponta o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná. 

Para compartilhar um exemplo de sucesso, não podemos deixar de falar do Projeto Trigo de Origem, da Moageira Irati, na região dos Campos Gerais, que não só entrega um produto excelente mas envolve em seu desenvolvimento toda a cadeia. Há mais de 20 anos atendendo a indústria de massas e pães com trigos especiais, a Moageira reuniu pesquisadores, produtores e padeiros do Paraná, para juntos apresentarem ao mercado um produto voltado a panificação de fermentação lenta e natural. O consumidor final consegue rastrear essa procedência pelo QR Code na embalagem. Um processo completo.

Também participante deste projeto da Moageira e do bate-papo do Sebrae, o especialista em pães Eduardo Freire, do Lucca Café, destacou que de fato a farinha é um ponto fundamental do processo e quando se trabalha sempre com o mesmo ingrediente se torna mais fácil aperfeiçoar a técnica. 

Então quem está surfando na onda crescente da produção de pães de fermentação natural não precisa se preocupar: o Paraná tem matéria-prima de qualidade para servir à mesa. Bom apetite!

Assista ao vídeo completo, aprenda com padeiro artesão Rodrigo Santiago da Chicago Backery  e divirta-se.

Veja também a publicação da Gazeta do Povo sobre o evento clicando aqui.

Se é do Paraná é bom, têm qualidade, é seguro.

Do Campo à Mesa

Ler conteúdo completo
Indicados para você