[ editar artigo]

Farmacêutica empreendedora

Farmacêutica empreendedora

Meu nome é Jheniffer Severico, tenho 27 anos, sou farmacêutica e empresária. Sou graduada pela Universidade do Oeste de Santa Catarina UNOESC, formada há quatro anos e atualmente proprietária da Farmácia Santa Emilia. E vou contar um pouquinho da minha trajetória profissional.

Em junho de 2016 fui a Florianópolis fazer meu estágio final, no laboratório de analises clinica barriga verde, onde aprendi muito. Iniciava minhas atividades às 7h até as 15h. Lá realizava coleta de exames de sangue, urina, fezes e Papanicolau e fazia a parte química também.                                                                                                       

Logo que comecei no laboratório enviei meu currículo para algumas farmácias, e fui chamada pra fazer o teste, então um mês depois que estava em Floripa, comecei a trabalhar em uma farmácia também, foi meu primeiro emprego na área. Trabalhava das 15h às 22:00h. Era uma rotina bem cansativa, mas adquiri muita experiência. Saia de casa 6:30h para pegar lotação para chegar no laboratório, e chegava em casa 23h. Mas sou muito grata pelas oportunidades que tive.

Passaram-se o tempo de estágio, e meu supervisor quis me contratar no laboratório, ainda não estava formada e já tinha emprego garantido. Mas como eu estava longe de casa, da minha família não quis ficar em Florianópolis, consegui um emprego em uma farmácia em Palma Sola SC, comecei em novembro de 2016, e fiquei até abril de 2017. Sai porque recebi duas propostas de emprego em Cunha Porã, em uma farmácia e no hospital.  Minha jornada profissional nunca fui moleza, era sempre uma rotina puxada. Mas muito gratificante. Meus horários na farmácia eram das 11h às 14h e das 15h as 20h. Logo após comecei no hospital de Cunha Porã das 7h às 11h. Aprendi muito também, e sou muito grata pelas oportunidades que está cidade maravilhosa me forneceu, sinto muita saudade de toda equipe e amizades que fiz.

Porém surgiu uma proposta em Barracão pra comprar a farmácia que sou proprietária hoje, minha mãe sempre me quis por perto, e tomou frente, ela quem fez o negócio. Minha mãe e meu pai sempre me ajudaram com todas as dificuldades que tive sempre me deram todo apoio. Mas sempre tive de me virar, sou um tanto orgulhosa, não gosto muito de pedir ajuda, tento me virar até onde dá sozinha, quando vejo que não consigo mais sozinha, ai sim peço ajuda.

No começo minha jornada empreendedora não foi nada fácil, a farmácia que comprei estava com o ponto queimado, e não tinha muita mercadoria e pra piorar eu não tinha capital de giro pra investir, comecei meu negocio de forma arriscada, com dividas. Pois tinha que investir no meu negócio e pagar a parcela da compra da farmácia. Teve noites mal dormidas, preocupação, pois tinha que dar um jeito de cumprir com minhas obrigações.  Mas graças a Deus consegui tudo que tenho hoje com muito esforço e dedicação. Não foi fácil, mas hoje vejo que vale a pena. Passo por dificuldades diariamente, movimento, concorrência, inveja, isso tem em todo ambiente de trabalho, não é fácil, ainda mais pra mim que nunca tive experiência em administrar empresa. Mas hoje vejo e tenho orgulho da onde cheguei até agora e de tudo que conquistei, com muito trabalho, dedicação e honestidade.

E sei que tenho muito chão pra trilhar ainda.                       

A rotina de farmácia é um pouco exaustiva, devido aos horários e o farmacêutico ter que estar sempre presente enquanto a farmácia estiver com as portas abertas.  Tanto que quando comprei a farmácia falaram que não ia aguentar trabalhar tanto tempo sozinha. Mas como sou persistente cá estamos a 3 anos.

Como diz a frase: “Escolha um trabalho que goste, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”(Confúcio).

A gestão da farmácia sempre foi feita por mim, mas como esse ano de pandemia as vendas deram uma estabilizada e devido ter muita concorrência na cidade resolvi contratar um pessoal qualificado nessa área pra me auxiliar em alguns pontos que estava tendo dificuldade. E já esta tendo um resultado bem significativo, está sempre em constante evolução e aprendendo sempre. Tenho somente uma funcionaria, então a rotina minha é um tanto trabalhosa pois tenho que faturar, vender, lançar receita, marketing, e tudo mais, são funções minhas. A Marlene minha funcionaria cuida dos clientes, atende, limpa e organiza.

Como é farmácia a pandemia não afetou tanto nosso ramo, mas deu uma bagunçada sim, medicamentos que hora entrava em controle e hora saia por exemplo, o Anitta e Ivermectina, teste de COVID e por ai vai.

Hoje em dia com todos os problemas que venho enfrentando apesar de ser muito grata a Deus e aos meus clientes pela satisfação em poder passar meu conhecimento a eles, digo que não é fácil ter seu próprio negocio, e que muitas vezes já pensei em desistir.

Hoje em dia o que eu vejo, e que vale mais a pena você ser funcionário do que ser empresário. Menos stress e dinheiro no bolso garantido todo final de mês.

Empreendedorismo Feminino 👠

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você