[ editar artigo]

Impactos comportamentais em período de isolamento e crise

Impactos comportamentais em período de isolamento e crise

Como tem sido este período de isolamento para você? Conciliar o home office, com a casa, as crianças, família... é como se tivéssemos que manter vários pratinhos no palito em equilíbrio, não é mesmo? Como víamos nos circos. EQUILÍBRIO, esta é a palavra chave. Mas como manter-se equilibrado em meio a este caos? Não é simples, mas precisamos ser fortes 💪🏼 

É preciso falar também sobre as dificuldades partilhadas por todos empresários neste período e sobre os cuidados da saúde mental já que não mantê-la em dia trará prejuízos à você, à sua família, à sua empresa e aos seus funcionários. Vamos então à algumas dicas práticas para evitar o colapso mental:

Dose a quantidade de informações

Se apenas as notícias sobre coronavírus já estavam deixando o noticiário extremamente pesado, os problemas políticas e a polarização de ideias no Brasil surgiu para engrandecer tudo isso. E por mais que seja extremamente importante se manter atualizado sobre tudo o que está acontecendo no mundo a dica é regular o seu consumo de notícias. 

De nada adianta ficar o dia inteiro sintonizado em canais de notícias por exemplo. O ideal é que você escolha e defina um horário por dia para você se informar, isso já será suficiente para garantir uma boa informação sem excessos, nem displicência. Lembrando também, que é importante que você escolha veículos de comunicação de confiança e credibilidade para se manter informado.

Assistir a filmes, séries e fazer uma leitura podem ser outras ótimas opções para os seus horários de lazer, mas dê preferência neste momento à conteúdos informativos ou de entretenimento leve, que não estimulem ainda mais paranoias.

Mantenha uma rotina

Não está fácil! Eu sei, você sabe e todo mundo sabe. Mas é importante manter um mínimo de consistência no seu dia a dia. 

Mas de nada adianta também, querer ter agora exatamente a mesma rotina que você tinha antes. Então busque seguir novos horários, estipule os momentos como das refeições, da diversão, do estudo, e até mesmo do sono isso é importante para amenizar as mudanças e efeitos do isolamento.

Você não deve dormir até as 10h e muito menos trabalhar até às 22h porque você está em home office. Equilíbrio e consistência são as palavras chaves deste momento. Estabeleça ritos e defina a hora de começar e finalizar as coisas e isso deve envolver todos que estão em sua casa com você.life time GIF by andregola

Na vida empreendedora, enxergue o momento como oportunidade

A nossa tendência ao longo de todo este momento é somente enxergar em nossa rotina empreendedora as partes negativas para tudo isso, seja em questão da paralisação ou a diminuição do ritmo dos processos da empresa até a queda no número de vendas. Mas eu insisto em te apontar que ao mudar o seu ponto de vista esta pode ser uma tremenda oportunidade de negócio também.

Aproveite os momentos de intenso debate que vivemos e posicione a sua empresa. Use o momento para focar na produção de estratégias para áreas que até então você nunca tinha tempo, se dedique às estratégias de marketing digital que agora são mais essenciais do que nunca para manter o processo de vendas ativo.

Além disso, diante do medo de contágio muitas pessoas tendem a evitar tudo o que for estranho principalmente agora, neste momento de retomada. Então enxergue isso como uma oportunidade na sua empresa para trabalhar e consolidar os processos de fidelização do seu cliente. Você não é estranho à ele, aproxime este relacionamento.
 

Aproveite as horas em família

Você já parou para pensar em quantas horas diárias você costumava passar no trânsito e agora está em casa? Ou então em quando foi a última vez, antes da Pandemia que você, seu marido e seu filho passaram tanto tempo em casa juntos? Pois é, precisamos enxergar o lado positivo das coisas. Aproveite esta oportunidade para dividir bons momentos com a sua família. A interação social com quem está dentro da sua casa é essencial para manter uma boa saúde mental.

As mulheres, principalmente, são mais propensas a sentir a falta do contato físico, dos abraços e dos apertos de mão nos negócios, por exemplo. Então procure sanar isso da melhor maneira que você puder, com quem está ai, passando por esse período com você. Preencher os dias com elementos familiares, corriqueiros, pode ajudar na transição, principalmente durante os finais de semana, agora que não temos muitas possibilidades de atividade fora de casa.
 

Não tenha medo de falar sobre as suas dificuldades e pedir por ajuda!

Uma mudança tão súbita como essa pode gerar vários episódios de ansiedade, angústia e até depressão. E isso não é vergonha para ninguém. O confinamento costuma ter consequências mais graves naqueles que têm predisposição para desenvolver quadros de depressão, crises de pânico, compulsões, inclinações a vícios e até acessos de raiva.

E se você sentir que este é o seu caso, não se alarme, mas procure ajuda de amigos, familiares ou até mesmo a ajuda profissional. Não guarde todas as dificuldades para você, converse e desabafe!

Começar a fazer uma terapia neste momento se sentir a necessidade pode ser essencial para alavancar inúmeros quesitos em sua vida pessoal e profissional. 

Te convido a aprofundar-se no assunto, na live que acontecerá no dia 08/06 às 17h, com a Lia Rossi, ela é palestrante, Idealizadora do Circo Viramundo ❤ Fundadora do Projeto Social Lona Protetora Mãe dos quatro. Ela falará sobre este momento delicado e trará dicas valiosas para passarmos por isso 💪🏼🥰 

Assista, segunda-feira às 17h 👇🏼

Esperamos vocês.

 

Empreendedorismo Feminino 👠

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você