[ editar artigo]

Uma loja onde você se sente em casa

Uma loja onde você se sente em casa

Sou mãe de 03 filhos, sou comerciante do ramo de calçados, bolsas, cintos e moda para academias. Comecei minha carreira em casa, meu marido era representante comercial do ramo de calçados e tinha que comprar as amostras para trabalhar, assim quando terminava as coleções ele vendia tudo a um valor irrisório, só para desocupar o espaço. As amostras eram apenas de calçados n.35, então eu sempre pegava uns pares para usar, e as pessoas perguntavam, onde eu havia comprado aquela sapato lindo! Então percebi que poderia fazer negócios…. e assim comecei a vender as amostras que ele não usaria mais. Iniciei divulgando entre minhas amigas que calçava n. 35, eu ligava e vendia, eram peças "exclusivas " isso foi meu maior diferencial!

Muitas vezes atendia à noite em casa, pois também trabalhava como secretária no escritório de representação.  Sempre vendia toda a coleção e meu caderno de anotações e aumentava a cada venda, pois as amigas das amigas queriam, mas calçavam outros números, tudo era muito informal.

Como os pedidos aumentaram, resolvi abrir uma microempresa para poder comprar grades fechadas com todas as numerações, e ai mesmo na sala da minha casa começou a Regina Calçados, um negócio diferente, pois na época ninguém vendia calçados da forma como comecei. O nome veio por acaso pois as pessoas diziam a Regina, aquela que vende calçados na casa, e ficou Regina Calçados. 
Minha dificuldade era conciliar a venda em casa, com os filhos e os afazeres de casa e o escritório de representação de meu marido que também era em casa, pois ele viajava de segunda à sexta-feira. Filei-me  a ACIU (Associação Comercial de Umuarama) e fui em busca de aprender  o mundo dos calçados  que até hoje é minha  paixão; fui para feiras e eventos pois meu esposo facilitava meu acesso pela sua profissão e então comecei acompanha- lo e os filhos foram crescendo e também participavam , com atendimento aos clientes   e até as brincadeiras com os filhos dos clientes, dividindo as motoquinhas e bicicletas, me lembro de algumas vezes estarmos na hora do almoço e alguns clientes  até almoçarem conosco, tudo era muito dinâmico. Com o resultado compramos um fusca cinza que facilitou a minha vida, pois agora eu podia atender os clientes depois das 18 horas (com minhas crianças "a tira colo") Com esse perfil de amizade, até hoje fazemos esse trabalho de atender nossos clientes em casa, e crescemos em pouco tempo e tínhamos duas opções ou mudarmos de nossa casa, ou alugar um ponto comercial, pois não tínhamos privacidade em casa. 
Para não mudar a característica do negócio optamos alugar outra casa nosso slogan foi criado nessa época: "uma casa que é uma loja, uma loja que é uma casa”. Nesta casa ficamos por 03 anos, um sucesso tínhamos um parquinho para as crianças e campanhas sociais, e muitos clientes, mas está loja ficou pequena também, e ai o que fazer? Mudamos então para um ponto comercial, novamente com características diferenciadas ,com lindas arvores , espaço para desfiles de modas , parquinhos , sempre fazemos ações em datas comemorativas , datas de profissionais, desfiles de modas, café da manhã , chá da tarde, gostamos de relacionamento, nesse endereço ficamos por 11 anos .
Em 2012 mudamos novamente para novas e modernas instalações (agora prédio próprio), como conheço meus clientes e sei que o relacionamento tenho que sempre me atualizar e estar em constante estudos  e nisso o SEBRAE sempre fez parte da minha vida , e é um grande parceiro em tudo o que aprendo e aprendi até hoje , trabalhamos com mídias sociais , nossa equipe trabalha constantemente com whatasapp, facebook , youtube , instagram, temos que interagir com os clientes de acordo com a evolução do mercado , sempre aceitamos sugestões dos nossos colaboradores para tomar as decisões sobre mídias , produtos e clientes , nosso mercado mudou muito e depois de muitas pesquisa revolvi criar uma marca própria a  KATHAYA, que eu mesmo crio e numa parceria com as indústrias de confiança, ofereço aos meus clientes produtos  EXCLUSIVOS ,com qualidade superior; meu maior desafio hoje e o atendimento com o cliente e o bem estar e o desenvolvimento da minha equipe pois tenho vários funcionários que cresceram junto comigo, no meu trabalho do dia a dia fazemos  reuniões de  05 minutos para alinhar as metas do dia e trabalhamos a comemoração diária das vendas ás 18 horas.

Em 2018 adquiríamos a franquia da USAFLEX calçados, sendo que a gerência é fruto de nosso trabalho na Regina Calçados, fazemos reunião mensal com toda a  equipe e sempre temos muito a aprender e a comemorar, sempre trabalhei com dados e números , quando comecei era em cadernos e o crediário em fichários, com as tecnologias tudo facilitou temos um programa de gestão administrativa que sempre digo que é a loja esta na palma de nossas mãos. Mas muitas  coisas mudaram antes da pandemia, tínhamos uma moto com um moto boy que entregava os calçados na casa da cliente conforme seu pedido feito pela vendedora pelo telefone ou pelo WattsApp, etc... Mas Ficamos com a loja fechada por 15 dias e nesse período trabalhamos muito pelas mídias sociais, resolvi mudar a estratégia e vendi a moto  para segurança de nossos clientes, levamos os produtos em sua casa  com o carro, e com todos os cuidados de higiene que o momento necessita, adquiri meias descartáveis , e higiene nos produtos ao chegar na casa do clientes , a própria equipe de colaboradores que vão a casa da cliente e apresentamos o produto ao cliente  em sua casa  essa ação está fazendo toda a diferença e pude manter minha equipe sem  demissões apenas com adequações, agora fazemos vídeos , lives e nos adequamos ao mercado. O futuro para mim sempre é estar perto de pessoas, passar experiência de compra, sempre digo, me pergunto o que faz  sair do conforto de sua casa e vim para minha loja  comprar, se podemos levar  até você, e toda  segurança e conforto das mídias sociais; eu quero criar um espaço onde  as pessoas possam vim passear, bate papo, trocar conversas, comer algo diferente, e quem sabe  comprar um sapato , esse é o futuro que estou almejando e vou  em busca de parceiros  para assegurar o futuro do meu negócio sempre alinhado com minha história lá no início. 

Vejo que tem muitas pessoas agora com a pandemia criando novos negócios isso me encanta, vejo as amigas da minha filhas que estão sem poder estudar fazendo doces para vender, e sempre digo, acredite  sempre acredite , mas tem que trabalhar tem que estar envolvida com seus sonhos, criar relacionamentos ,valorizar as pessoas , hoje a Regina Calçados  vende para os filhos das minhas cliente que iam na minha casa comprar e algumas dizem minha avô  sempre comprou nessa loja e elas curtem nossas postagem  e interagem nas nossas mídias sociais, e muitas vezes tiram fotos de nossos produtos, isso para mim é vida  que  segue. Sempre seremos  "uma casa que é uma loja" e uma loja onde você se sente em casa.


 

Empreendedorismo Feminino 👠

Ler conteúdo completo
Indicados para você